Sunday, May 16, 2010

A PERNA DE JULIETA

O balcão não permitia a sua visão. Romeu não descansou e declamou enquanto não a viu. A uma e à outra. Que Julieta não era perneta.

2010. Alberto Oliveira.

13 Comments:

Blogger Marta said...

Há coisas de que não nos apercebemos, porque não são essenciais...
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

16/5/10 10:55  
Blogger uminuto said...

a tua imaginação não tem limnites!
Seria na realidade importante saber da perna de Julieta?
um beijo

16/5/10 11:42  
Blogger ss said...

Esta é, sem dúvida, uma visão completamente nova do 'Romeu e Julieta'.

Nice... :)

16/5/10 14:27  
Blogger Fa menor said...

Mas... para que é que a perna é para aqui chamada?...

Bomo domingo

bjos

16/5/10 14:51  
Blogger CamilaSB said...

Pois, suponho que tinha duas...pernas
Interessante a declamação!:)

16/5/10 15:24  
Blogger Daniel Santos said...

está bem visto.

16/5/10 20:56  
Blogger JPD said...

Olá Alberto.

Ainda bem que editaste hoje esta narrativa.

Tendo, esta e a anterior, uma estrutura equivalente, atrevo-me a pensar que está inaugurado um novo modelo.

Será bem acolhido.
Se houvesse necessidade de apontar um exemplo de capacidade de efabulação e de refinado espírito crítico e de ironia, ele estaria encontrado desde o início.
O teu Papel de Fantasia, tem desempenhado muito bem o abono à fantasia.

Quanto à questão da regularidade de edição -- Passagem de uma periodicidade semanal para várias edições por semana, vai exigir bastante.
Isso terá sido avaliado, claro.

Um abraço.

Ah! Quanto às pernocas da Julieta... Claro que são lindas!

(Embora ao Francis Bacon seja atribuida a seguinte ideia:
«Não há beleza perfeita que não contenha algo de estranho nas suas proporções,»

Um abraço

16/5/10 21:35  
Blogger gabriela r martins said...

eheheheheheheheh

mais uma vez ,único e imprevisível


.
um beijo

16/5/10 23:07  
Blogger Rosa dos Ventos said...

Julieta não era perneta, Romeu não era plebeu... :-))

Abraço

17/5/10 00:07  
Blogger Licínia Quitério said...

Conheci um ser do género feminino que quando alguém lhe dizia, com a finesse própria da época: Boa perna! respondia: Tenho outra igual!
Podes acreditar.

18/5/10 16:44  
Blogger lélé said...

Julieta perneta... Não conheço... Ah, sou um bocadinho mentirosa! Este texto é o excerto de um outro texto, que há tempos escreveste!... Mas (lá está o caso: não sei comentar) gostei do comentário da/o Uminuto (que não me leve a mal): "a tua imaginação não tem limnites..."

18/5/10 22:54  
Blogger casa de passe said...

Pois, ainda bem que ela tinha duas pernas, se tivesse só uma não podia abri-las...


Ernesto, o avô

23/5/10 02:05  
Blogger Idun, a felina said...

a foto está uma delícia. as pernas de julieta parecem irmãs gémeas, de tão parecidas que são.quando aumentei o tamanho da imagem, reparei no grupo armado que vem ao longe, e que eu deduzo ser composto por familiares de julieta. pouco tempo levará para que romeu - pernas para que vos quero!- vá declamar para outra freguesia...

marradinhas amistosas etcetcetec

27/5/10 15:48  

Post a Comment

<< Home