Friday, February 12, 2010

PAUSA PARA REPRESENTAR (8)









O desespero
que me perpassa a mente
não dói nem dilacera
e quase não se sente.
desespero tão só à espera
de triviais acasos do destino
de cenas onde pontua o desatino.
de resto nada de dramático
é mais pelo ofício de fingir tanto
pelo pulsar compulsivo e errático
que de mim não faço espanto.
e desespero.
..........................................................................................
O autor devia perceber que não pode, nem deve! caminhar impune e rasando, o fio da navalha. Há desafios que se tornam perigosos, não só pela transgressão mas sobretudo pela teimosia. Afrontar estados de alma, nunca fez bem ao intelecto e muito menos ao físico e, por norma, a factura é apresentada quando menos se espera. Avisado destas elementares regras de bem viver, o autor ao fazer-se de desentendido, parece estar a procurar que lhe façam a cama.
........................................................................................
E tu? hoje já paraste uns segundos e te questionaste?! Já perguntaste a ti mesmo o que andas a fazer na blogo-esfera? Não?? Lindo!! Afinal não sou só eu...

2010. Poema texto e foto de Alberto Oliveira.


82 Comments:

Blogger Fa menor said...

Não. Acredito e sei que não estás sozinho. Não és só tu...

Olha, aproveita o carnaval, que são só três dias... depois... pára... e pensa... que tudo o que é exagerado pode dar em ressaca.

Bjs

12/2/10 18:25  
Blogger MagyMay said...

Também num papelzinho amarrotado encontrado no meio da rua?
...acontece...

Eu gosto!

Abraço

12/2/10 19:14  
Blogger legivel said...

Para Fá Menor:

Isto não começa nada bem... Não teperguntaste o que andas a fazer na blogo-esfera ou não sabes? Se quiseres não respondas que eu entenderei. Se sim, verás como sei guardar um segredo...

bjs e risos.

12/2/10 19:30  
Blogger legivel said...

Para MagyMay:

Sei que és uma pessoa que não pára um segundo, se isso serve de desculpa. Mas tu pensas que eu ando aos papelinhos na rua?!

Abraço e sorrisos.

12/2/10 19:48  
Blogger oxalá said...

Compadre, estou a ver que temos de voltar às chulas, aos corridinhos e às rusgas!

12/2/10 20:08  
Blogger Lídia Borges said...

O autor não precisa de reflectir depois da obra concluída, apenas deixá-la à mercê do vento.
Eu agradeço ao vento que me trouxe nas asas da blogo-esfera este poema.

Pergunto-me todos os dias. Sinto que estou perto de obter a resposta.

12/2/10 21:55  
Blogger alice said...

andamos a versejar
neste canto virtual
é uma forma de estar
que não nos faz nenhum mal

:)

o poema é bonito!
beijinhos*

12/2/10 22:16  
Blogger Daniel Santos said...

O que ando a fazer na Blogosfera???

A procurara locais como este, onde se possa ler e passar um bom pequeno bocado.

12/2/10 22:59  
Blogger Fa menor said...

Pronto! Para que fazes perguntas difíceis?
Mas sempre te confesso que às vezes nem sei!... mas outras vezes enche-me as medidas :)

Bjs

13/2/10 09:52  
Blogger legivel said...

Para Oxalá:

Oxalá me engane mas a música que nos andam a dar parece-me um mau presságio.

(fez-se de desentendida... )

Abraço.

13/2/10 10:29  
Blogger legivel said...

Para Lídia Borges:

Creio ser a primeira vez que alguém chega aqui pelos ares!!

Quando achares a resposta avisa. É um estudo que ando a fazer e tem de estar concluido em 2020.

13/2/10 10:40  
Blogger legivel said...

Para Alice:

Andamos a versejar
p´ra fintar a pasmaceira
que a vida há que levar
desta ou d´outra maneira.

Beijos.

13/2/10 10:48  
Blogger legivel said...

Para Daniel Santos:

Até ao momento, a resposta que mais me comoveu. Eu seja ceguinho!

13/2/10 10:54  
Blogger legivel said...

Para Fá Menor:

Se as questões fossem fáceis não valeria a pena colocá-las.

Está melhor. Sobretudo a parte do "às vezes nem sei."

bjs.

13/2/10 10:59  
Blogger Justine said...

O que eu ando a fazer não sei(aliás, sei mas não digo), mas o que TU andas a fazer é claro: a fazer-me sorrir e pensar, e dá-te por muito satisfeito que não é tarefa pouca...

13/2/10 12:48  
Blogger MagyMay said...

O meu comentário era ao teu poema, oh pá, oh pá!!!

rsrs

13/2/10 13:11  
Blogger witch said...

Pausa para cá vir a primeira vez.
Agora terei que fazer outras pausas para vir ler-te...:)


Kisss...

13/2/10 13:17  
Blogger São said...

Meu caro Alberto, o que estamos a fazer na blogosfera?,,, E na vida, que é ainda mais complexo?!

Um fraterno abraço.

13/2/10 14:17  
Blogger arabica said...

Eh pá! Logo uma questão existencial profunda e complexa como essa, a um sábado!
Bom...para desvendar tal misterioso porquê o melhor é desligar o computador e quedar-me no calor de uma sesta depois de almoço...vou tentar sonhar com a questão. Depois venho cá e respondo-te. Até lá, um abraço :))

13/2/10 15:48  
Blogger Licínia Quitério said...

Eu não me pergunto porque tenho medo da resposta, confesso, juro. E não é que de quando em vez me aparece aquele grilo/consciência do Pinóquio, a arrastar as asas, a olhar-me num desafio? Até agora, fecho o livro e ele desaparece, mas não sei se não terá artes para me aparecer um dia destes espreitando num canto do monitor a perguntar: Então porque fugiste a responder á pergunta do Legível? Quem me manda ler histórias para crianças agora que já sou crescidinha, não é? Devia ler o Séneca que só me ficava bem. Pronto, vou parar que me estou a sentir invadida por uma forte angústia existencial...

13/2/10 20:30  
Blogger legivel said...

Para Justine:

Sabes mas não dizes?! Bom, se assim o entendes não insisto. Mas estás sempre a tempo de voltar atrás, este espaço é todo teu e ninguém terá acesso ao que aqui deixares escrito. Nem o público, o sol ou o Mário Crespo. Quanto aos comentadores habituais é que não garanto nada...

13/2/10 21:02  
Blogger legivel said...

Para MagyMay:

A nossa comunicação está difícil. Eu escrevi um poema intitulado "oh pá, oh pá"? Provavelmente escrevi e já lhe perdi o rasto...

(mas quem é que me mandou recomentar desta vez os comentários aqui deixados?)

13/2/10 21:09  
Blogger legivel said...

Para witch:

Não há uma pausa sem duas, nem duas pausas sem três. Mas não te esforces muito que uma pausa pressupõe algum descanso.

Por ser a primeira vez que aqui vens, estás dispensada de responder à questão que coloquei no final do texto e que francamente já não me recordo muito bem qual era. Das próximas vezes também não. Sorte de principiante...

kisses.

13/2/10 21:21  
Blogger legivel said...

Para São:

Cara amiga:
Imaginaste que me apanhavas desprevenido ao responderes à minha questão com duas perguntas?

Abraço fraterno e sorrisos.

13/2/10 21:31  
Blogger legivel said...

Para Arábica:

Fiquei a saber que, para questões mais complexas, aos sábados não dás respostas; tortas ou positivas. E mais: tens de fazer uma sesta e dormir (sonhar) sobre o assunto. Com uma "preparação" dessas, nem quero imaginar como te apresentavas nos exames escolares. De pijama?

Abraço.

14/2/10 10:39  
Blogger legivel said...

Para Licínia Quitério:

Uma resposta politicamente correcta, piscando o olho ao eleitorado com a virtude da franqueza e com juramento para não haver dúvidas.
Mas o Grilo do Pinóquio (ó deuses! não era o nariz?!) mais aquele que enviou uma Carta a Lucílio Baptista por causa daquela tal arbitragem é que me parecem (até nova apreciação) a desculpa mais fundamentada para a ausência da resposta solicitada.

14/2/10 10:58  
Blogger Marta said...

O que ando a fazer na blogesfera?
Desci ao fundo do poço, tive que o escalar para voltar à tona...
Se o consegui????
Diz-mo tu.
Beijos e abraços
Marta

14/2/10 12:28  
Blogger MagyMay said...

Jamais, te deixarei sem resposta!
(rs)
Atendendo a que a comunicação está difícil, afinal, afinal, e muito clarinho, o que interessa é:
(Re)Virar-me para mim e perguntar-me:
Ò Maria, que raio andas tu a fazer pela blogoesfera???
rs
É isto, Legível Alberto de Almada?
Espero resposta... ou não

Abraço, Sorrisos muitos
e bom domingo de Carnavalllllllllllll

14/2/10 12:43  
Blogger Há.dias.assim said...

O que faço eu na blogo-esfera?
Não quero ir lá para fora, está frio e carnaval e dia de S. Valentim não são para mim.
Tenho um relatório para fazer e adio, adio, até não puder mais. È agira que o vou atacar.

14/2/10 14:48  
Blogger legivel said...

Para Marta:

Se estás aqui a comentar é porque conseguiste. Se foi difícil, isso é outra história e decerto que teve a ver com a profundidade do poço, da tua forma física e da força de vontade.
Aqui para nós, se fosse comigo, esperava que viessem os bombeiros...

Beijos e sorrisos.

14/2/10 16:15  
Blogger legivel said...

Para :

Vá lá que hoje tirei um belo pedaço do dia para estar por aqui...

Desta vez, a comunicação pareceu-me estar em condições razoáveis.
Portanto, o que tu fazes na blogo-esfera é "Virares-te para ti e perguntares o que andas nela a fazer." Interrogarmo-nos em algumas situações de dúvida, é um sinal (positivo) de procurarmos a clarividência . Sistematicamente, não sei que nome lhe dar...

Abraços, sorrisos e resto de bom domingo.

14/2/10 16:31  
Blogger legivel said...

O comentário acima é para ti MagyMay

14/2/10 16:33  
Blogger legivel said...

Para Há.dias.assim:

Se não são para ti, ataca-os. Aproveita a maré ofensiva, atacando também o tal relatório.

Isto é o que fazes num dia, na blogo-esfera. Não digas o que fazes nos outros que isso seria (suponho) quase um diário.

Sorrisos e bom resto de domingo.

14/2/10 16:40  
Blogger Idun said...

Humana minha, gentil, que hoje te ergueste
já tão tarde da cama, e simplesmente
de visitar a blogosfera te esqueceste
coisa que agora eu faço, descontente,

pois preferia andar na passeata
de Valentim o dia celebrando
mas eis-me aqui, letrada e triste gata,
os escritos dos outros comentando.

e até neste papel, onde eu me rebolava
com o riso, pelas coisas que aqui lia
me deixam hoje pergunta astuta e séria!

ao tentar responder a unha se me encrava,
tal como o pensamento, quem diria!
melhor será sair, de fininho, sem mais léria.

14/2/10 17:01  
Blogger MagyMay said...

Um... dois... três... teste!
(= a verificar a comunicação=)

Que andas nela a fazer, Maria?
"Ando numa de leva e traz. Olhando o meu umbigo"

Abraço grande

14/2/10 17:45  
Blogger arabica said...

aos meus exames, senhor,
ia sempre em baby-doll,
reprovei em todos eles
conservada... em formol!

O preço daquele bilhete,
foi uma astuta questão:
não deixou pensar na tua,
por motivos do coração! :)

:)) beijos reais, ora bolas! :))

14/2/10 18:29  
Blogger Idun said...

em baby-doll ela ia
muito fresquinha e contente
e logo o mestre queria,
malandro, ferrar-lhe o dente.

se ferrar, passo, doutor?
(provocava-o, a arábica...)
mas não ferra, não senhor,
pois não tem vacina anti-rábica.

14/2/10 19:12  
Blogger arabica said...

:)))


uaaau :))


ou por outra: miauuuuuu :))

14/2/10 19:46  
Blogger arabica said...

E já agora...

fazer-te a cama, malandro
não passa p´la minha mão
faço-te antes uma açorda
com coentros e camarão! :)

14/2/10 19:50  
Blogger JPD said...

Olá Alberto

Nesta edição temos uma composição em três tempos:

Se fosse apresentação de um tema; desenvolvimento e conclusão, seria interessante mas não tanto como se apresenta (Esta edição, bem entendido)

Na minha honesta interpretação, ha um texto beve e elucidativo sobre os limites de um autor.

No segundo texto, uma certa tomada de cosciência crítica sobre a função, utilidade e conforto na edição na blogosfera;

Na terceira, uma questão comparada, o autor e os seus pares.

A minha declaração de interesses:
Edito no blogue porque

- Me dá prazer escrever estes textos e gosto que me digam que são também o que acharem deles;
- o patamar de socilaização neste ambiente é o de maior elevação e interesse que, por exemplo, o das redes sociais (Onde até há limite de caracteres);
- pertenço, afinal, a uma comunidade que se respeita e dá a respeitar-se, eis o conforto. Para mais, é democrática e de desígnio temático variável e sincero (Penso sobretudo no conjunto de comentadores que assiduamente me vistam e eu retribuo)

Porque não pensar, de vez em quando, no que se anda a fazer, mesmo aqui na blogosfera.

Saudações

14/2/10 22:02  
Blogger bettips said...

Estasse mesmo a ver que não à luz! não ao desemprego, não à solidão das lamas, ou seja almas, entre um lírio e um canivete. Não à re-preção, de pressão ou outras.
E o dia de amigos que se cortejam (Sim! porque não?) é todos os dias em que nos rimos com eles, deles e pensando nas luzes - ou sombras - deles.
Quando amigos são um plano alto, planalto, onde nos descansamos do pensar.
Camões não diria melhor nos seus lirismos de salvar as líricas, enxutas e cheias de pormenores e pormaiores da santa terra que nos biu nascer. Este autor ambi-balente, oliveira bem presa à realidade ilusória, este Alberto que já nasceu assim e nos brinda.
Espero que a cama e a paisagem te seijam feitas com Ternura (foi a palavra do PPP...) que bem (vos)merecem.
(hoje dei 10 erros no ditado e apanhei com a régua do provedor, mais do supremo, mais do extremo, mais do sinistro, mais do ministro)
Eu cá ando na bloguesfera porque quero sempre encontrar gente que pense como eu - e não o escondo off record - ou com laivos de mim, ou com rasgos de outras paragens que desejaria...
Eu cá, lá e aqui, sempre procuro mercúrio, vénus, terra fértil e mater amorosa, cumplicidades.
A fractura é acontecida quando menos se espero, sim.
Beijinhos!

14/2/10 23:43  
Blogger bettips said...

Correcção: "...quando menos se espera..."

porque em bom pano cai a nódoa e eu já conheci no/pelo espaço mais humanas/os bons/bonitos/honestos de alma que em toda a minha vida de escritório (também não havia contratos a prazo para a gente conhecer muita gente e não se preocupar com ninguém...)
Luz faça-se! a nós, os crentes da: blogo-esfera onde andamos.
Saudações a todos porque "você pode mudar a sua vida, basta acreditar"...
(mas dê sempre o benefício à dúvida)
Bjs

14/2/10 23:56  
Blogger legivel said...

Para Idun:

Estás perdoada Idun-Gata
quem não se safa é a Humana
que te põe a dar à pata
invocando muito trabalho p´rá semana.

Também eu vou dar à sola
que o sono na letra já me engana
depois d´uma noitada a ver a bola
e há mais bola p´rá semana.

Festas para ti e abraço para a Humana.

15/2/10 00:32  
Blogger Joana said...

Nem Shakespear, nem Brecht colocariam tão bem esta questão...

Boa semana!
Bom Carnaval!
:)

15/2/10 10:33  
Blogger Rui said...

Digo-te o mesmo que disse à Bettips: vou ter que voltar. E já vou com duas pausas em atraso. O prejuízo é muito e nem sei como repará-lo. E eu a pensar que vinha seguir os perseguidores. Pensar para quê?

PS (para quem não sabe é post scriptum): andas a rimar umas coisas... Onde é que te abasteces?

16/2/10 02:03  
Blogger bettips said...

PS aqui para cima: desconfio que no "Camões", o barbeiro dele que lhe põe as barbas de molho;
califórnia não é certamente e almada não bate assim!
(mas o autor ou os vários têm sempre a última palavra)

16/2/10 02:40  
Blogger legivel said...

Para MagyMay:

A comunicação ´tá boa
o teu dito principesco
vim agora de Lisboa
p´ró corso carnavalesco*.

* Com ou sem chuva ele há-de realizar-se; nem que seja na Páscoa...

Abraço.

16/2/10 11:21  
Blogger legivel said...

Para Arábica:

Para te preencher o ego
era assim que te aprontavas
Mas o examinador estava cego
ou tu nem sequer lá estavas?!

Bom Feriado!

16/2/10 11:28  
Blogger legivel said...

Para Arábica:

Com coentros e camarão
tal açorda hei-de provar
mas não te esqueças do pão
já faltou mais p´ra almoçar.

Um Carnaval cheio de camarões sem casca e de passarinhos na tasca.

16/2/10 11:39  
Blogger legivel said...

Para JPD:

José:

Boa! (a tua declaração de interesses) formal e séria, como mandam as declarações de interesse, mesmo que produzidas em tempo de Carnaval pois não se deve confundir o Rei Momo com uma qualquer Rainha desnuda e Carnavalesca de Torres, por exemplo.

Alegro-me, também (e com um sorriso larguísso de Entrudo), por reconhecer que ainda não perdi as qualidades literárias que me fizeram famoso na Blogosfera (apenas o professor Marcelo ainda não se dignou atribuir-me as suas não menos famosas notas) expressas no fabulástico número de comentadores que têm acorrido a dissertar sobre este texto.

Bem hajas.

Saudações com serpentinas.

16/2/10 12:42  
Blogger legivel said...

Para Bettips

Resposta pronta
na ponta dos dedos
sem erros de monta
receios ou medos.

A letra que talha
prima p´la verdade
faz cavalo de batalha
pela amizade.

Abraços rimados.

17/2/10 10:11  
Blogger legivel said...

Para Joana:

Uma vez havia de ser a primeira: alguém colocar-me em pé de igualdade com os esses dois monstros sagrados das letras!
Ainda hoje tenho resquícios da baba que me escorreu da boca, após ter lido tão sublime elogio.

Reconheço que bem te dedicaste - ao tempo que blogosferas - para atingires este brilhante resultado, expresso no comentário elogioso que me deixaste. Continua, que o céu não tem limites.

Sorrisos e bom Carnaval de... 2011.

17/2/10 10:27  
Blogger legivel said...

Para Rui

Duas pausas em atraso?! Ó pá, ó pá! isso dá direito a que fiques a dormir na rua que o(s) teu(s) blog(s) já cá cantam...

A ti - ministro-sem-pasta da República Democrática da Onomástica, nem será preciso perguntar o que fazes na blogo-esfera...

17/2/10 10:36  
Blogger legivel said...

Para Rui e Bettips:

Abasteço-me no continente. Já fui cliente numa das ilhas, mas um gajo que (infelizmente) se dá a conhecer pelo mesmo nome que o meu, fanou-me o cartão de crédito.

Sim, é verdade que o meu barbeiro Luis Vaz, me foi dando algumas dicas importantes na arte de bem arrimar-me às letras. Mas tinha o mau?-hábito de quando passava uma garina despropositadamente vestida, junto à porta da barbearia, interrompia o corte ao cliente e não voltava ao trabalho enquanto não perdia de vista a dita cuja. Uma bela dessas vezes, regressou eufórico e cortou-me uma orelha. Nunca mais o quis ouvir.

17/2/10 10:52  
Blogger Rui Fernandes said...

"O desespero
que me perpassa a mente
não dói nem delicera
e quase não se sente."

E quem disser o contrário,
consente
porque quem cala,
não mente.

(após uma pausa)

ou não é filho
de boa gente.

(outra pausa)

vou ali e já venho
estou constipado
tenho o nariz
cheio de

(esta pausa não foi intencional, acho que foi a internet que se foi abaixo)

(outra pausa: diz que não se aguenta do perónio)

(outra pausa)

Ai ele é isso? Nem queres saber a minha resposta?

17/2/10 17:56  
Blogger legivel said...

Para Rui:

Nada disso! Digamos que o que escrevi mais acima foi a modos que um "supônhamos". Se assim o entenderes, responde que cá estarei (atenção ao horário de expediente: hoje, por ser o dia seguinte à terça-feira Gorda de Carnaval, encerro às 23 horas*) para te ler com gosto.


* Nos outros dias (noites) também.

17/2/10 19:25  
Blogger mixtu said...

o questionar...

o escrever

na blog...

para comunicar

ser ouvido por mais pessoas

comletar e completar-se

esperar o ffed-back dos nossos escritos

quem escreve, é também a sua escrita (como eu e tu) e sabe bem ver o feedback.. quando alguem: diz: tu e aLia escrevem com todas as letras do alfabeto...

muito nos rimos..

abrazo.. depois conto tudo... agora apreviligiar os grandes amigos da blog com un abrazo serrano e un besito da Lia

17/2/10 19:56  
Blogger Ruela said...

Faço hoje 3 anos e interrogo-me ;))


Abraço.

18/2/10 00:14  
Blogger legivel said...

Para Mixtu:

Outra declaração de interesses onde se previligia a comunicação. Porreiro pá!

Riram-se? Pois se esse é um dos meus obejctivos...


Retribuo o abraço serrano e o besito da Lolita com amizade.

18/2/10 09:36  
Blogger legivel said...

Para Ruela:

Com essa idade tens muito tempo para te interrogar meu amigo...

Abraço.

18/2/10 09:39  
Blogger Rui said...

- O que andas tu a fazer na blogoesfera?
- Estou a meio caminho de Berlim.
- Já és o segundo a dizer isso.
- E ainda não perdi a esperança de ser o primeiro.
- Também fiquei esperançado, depois do gajo do apito ter esticado a área maior.
- A ver se não fazem uma exibição para inglês ver.
- Vai ser com creme ou sem creme?
- Apenas peço que seja doce.
- Bom apetite.

18/2/10 14:52  
Blogger Teresa Durães said...

o mais importante, não meditar antes da gora do almoço pois perde-se a fome!

18/2/10 17:11  
Blogger Teresa Durães said...

o que ando a fazer na blogsfera? Sei lá, interessa?

18/2/10 17:11  
Blogger Alien8 said...

Já parei, sim, e por sinal muitas vezes. Descobri a resposta, naturalmente, mas eu sou Alien...

Adiante.

Gostei muito do poema, mas também da foto. Daí que entenda que o autor, não se tendo "cortado", não irá cortar-se, por mais aguçado que seja o fio da navalha canalha não há quem te valha... Peço desculpa, deixei-me entusiasmar e se não paro agora ainda espeto aqui com o Fado Falado todinho... :)

Bom resto de semana!

18/2/10 19:45  
Blogger uminuto said...

e perguntar para quÊ?
se me sinto bem continuo, quando assim não for fecho as portas
um beijo

18/2/10 21:30  
Blogger legivel said...

Para Rui:

Resumindo e concluindo: vais indo a pensar na volta. É uma bela ocupação quando um dia se chega a algum lado de facto e se regressa à séria. Com ou sem pausas, mas sem empatas-fo...ras.

18/2/10 22:46  
Blogger legivel said...

Para Teresa Durães:

Eu meguito antes da hoga do almogço e tenho sempge fome.

Não tenhas complexos de não saber. Bem-vinda à "família". Sendo assim, não interessa mesmo nada...

18/2/10 22:55  
Blogger Rui said...

Pois voltarei aqui, mas não será numa 4ª feira de cinzas ("memento homo!") mas num dia com menos fuligem. Hoje, não voltei. Foi só uma voz a avisar-te.

19/2/10 10:09  
Blogger Rui said...

Legível,

Afinal, havia outro.

19/2/10 10:20  
Blogger legivel said...

Para Alien8:

Esse pormenor, de facto faz a diferença...
A foto foi tirada no largo fronteiro ao Mercado Abastecedor de Alhos Vedros, durante a representação de rua da peça "O que andamos nós a fazer às cavalitas dos outros".
A poesia escrevia-a de um fôlego quando fui agraciado com a comenda de Bons Serviços Prestados à Sopa Portuguesa.

Abraço.

19/2/10 11:07  
Blogger legivel said...

Para um minuto:

Esclareço que nunca imaginei, ao escrever aquele último parágrafo, que as pessoas viessem a responder aqui, a uma pergunta claramente de retórica.
Tu fazes parte do reduzido número das que não foram na cantiga.

Beijo.

19/2/10 11:15  
Blogger legivel said...

Para Rui Voz:

Bem me queria parecer que ultimamente andava a ouvir vozes...

19/2/10 11:20  
Blogger legivel said...

Para Rui Rui:

Pois há. Mas são inconfundíveis.

19/2/10 11:24  
Blogger Rosa dos Ventos said...

Se eu já parei hoje para me interrogar?!
Estou de tal forma parada que me transformei em estátua!
Mas numa estátua pensante...
E em que penso?
Como sair da encrenca de blogue que criei!

Abraço

19/2/10 13:07  
Blogger Humana said...

e tu? hoje já paraste uns segundos e te e perguntaste a ti próprio qual o motivo porque nos deixaste, aqui, essa pergunta?
se o fizeste, gostaria de saber a conclusão a que chegaste.

... abraços

19/2/10 15:30  
Blogger Humana said...

corrijo: e te perguntaste, em vez de e te e perguntaste a ti próprio
motivo por que, em vez de motivo porque

isto vai lindo, vai!

e por hoje, já chega de abraços

19/2/10 17:23  
Blogger legivel said...

Para Rosa dos Ventos:

Um problema comum a muitos bloggers e de intrincada resolução. Mas com o tempo isso passa, ou por outras palavras, já nem se dá por ele...

Abraço.

19/2/10 23:19  
Blogger legivel said...

Para humana:

Vou confessar-te uma coisa: o meu drama é exactamente esse. Não páro, por conseguinte não penso. E como calcularás, isso não faz nada bem ao físico.

A pergunta saiu sem intenção. O dedo bateu inadvertidamente na tecla com o ponto de interrogação... e foi assim.

Abraço.

19/2/10 23:29  
Blogger ~pi said...

in
te r rogo

e

de s

in

ter

rogo :)





e beijo

[ será pra

dar muitos beijos e receber...

...hummmm!!

muitos :)






~

20/2/10 12:31  
Blogger Ruela said...

HAHAHA!

28/2/10 23:24  
Blogger Azul said...

Não se deixe enganar e menos ainda entupir ou bloquear com perguntas desse género, meu amigo! deixe-se andar por cá, que este é o seu lugar! Bem haja! Abraço para si.

até breve. Azul.

5/3/10 22:18  
Blogger gabriela r martins said...

reencontro.te ao fim de algum tempo perdida por outros mundos que não este .... e apanho logo com tal pergunta pela frente - à qual ,aliás ,nem ouso responder
.....
basto.me pelo meu vagamundear




.
um beijo

11/3/10 21:36  

Post a Comment

<< Home