Friday, December 12, 2008

O BALÃO RESISTENTE

video

Foi aquilo a que se chama um espectáculo deprimente. Houve momentos em que temi pela vida do pobre balão, que a teimosia e a maldade humana parecem não ter limites. Sem poder referir os promotores de tal evento - que muito convenientemente se escusaram a dar a cara e os nomes, registo a actuação deplorável no terreno, a quem foi dada a incumbência de fazer elevar nos ares, um balão que qualquer patego percebia de olhos fechados não pertencer àquela história. Que a manter a atitude, defraudando as expectativas do público que se encontrava no local, de tudo o ameaçaram: com governos musculados, pálidas oposições, ministros de um governo republicano com o rei na barriga, deputados absentistas, banqueiros trafulhas, a recessão atrás da porta, carne de porco irlandesa, enfim, uma panóplia recheada de mimos natalícios e com a cereja em cima do bolo fazendo lembrar os tempos da velha senhora: injectando-lhe nas entranhas montes de ar quente que cá para mim devia estar a ferver. A tudo, o estóico balão resistiu. Ou seja, não subiu. Um homem a meu lado, baixando a voz confidenciou-me "Sei o que se passou. Foram arrancá-lo - de manhã e pela força, a um livro de banda desenhada".

2008. Texto e vídeo de Alberto Oliveira.

38 Comments:

Blogger Joana said...

...Foi da "Volta ao Mundo em 80 Dias" comprado em segunda mão ao Willy Fog

12/12/08 18:16  
Blogger Filomena Barata said...

já lá volta, vou apenas para fazer umas pequenas alterações ...questões apenas de estilo; já volta meu amigo de ler e de ser lido

12/12/08 20:12  
Blogger Filomena Barata said...

mas quem muito de riu fui eu com o teu balão de banda desenhada

12/12/08 20:29  
Blogger lélé said...

Balão masoquista! Apesar de não exibir as cores da bandeira portuguesa, talvez para se disfarçar, não engana, como dizes e muito bem, nem um patego cego. Ele é português, sim e por baixo daquele cestinho, bate o pé e diz: daqui não saio, daqui ninguém me tira.

12/12/08 23:24  
Blogger Arabica said...

Albertamente Legivel,


já não te reconheço, homem!

Andas todo radical: ou são bikes, ou são carros de corrida...por fim balões! :)


Quanto ao sitio do café :) demoraste tanto tempo, que se apagou a luz :-D


Beijos e sorrisos muitos

13/12/08 00:16  
Blogger mundo azul said...

_________________________________

Gostei muito do modo como conduziu a sua narrativa!


Beijos de luz...

___________________________________

13/12/08 11:05  
Blogger tulipa said...

Hoje, embrulhada numa manta espreito o teu cantinho. Dia de verdadeiro Inverno, chuva, frio e vento, que mais se pode pedir?
Eu cá queria um grande nevão, uma unica vez na vida gostaria de estar por dentro das janelas a observar um nevão a sério.

Por cá fiz uma homenagem ao cineasta Manoel de Oliveira, no dia dos seus 100 anos.

Bom fim de semana.
Beijokas.
GOSTEI DA HISTÓRIA DO BALÃO.

13/12/08 12:29  
Blogger Licínia Quitério said...

Mas eu não sabia que Phileas Fog tinha passado no Terreiro do Paço. Vim a saber depois que, ultrapassado este humilhante episódio, conseguiu subir e rumar a Guantanamo, lugar supostamente bem mais seguro...

13/12/08 16:09  
Blogger L.Reis said...

...eu também já passei pelos tratos de polé sofridos pelo pobre balão, só que no meu caso passaram da ameaça à práctica....mas subir também não subi...só fiquei um bocadinho mais aliviada, quando percebi que afinal, este país não passa de uma banda desenhada... Tenho esperança que na última prancha, ou pelo menos na última vinheta a história dê uma reviravolta e que tudo o que subiu e medrou lá pelas alturas dê um enorme, enormíssimo trambolhão, seguido de um fantástico estoiro do tipo : CATRAPUM. CABOOOMM. XAZAM!Pifff! (as onomatopeias nunca foram o meu forte...)

13/12/08 18:34  
Blogger lilipat2008 said...

Coitadito do balão...tão bem que ele lá estava na sua história e tinham de o arranjar outra...foi bem feito que não levantou...:)

bjitos

13/12/08 21:23  
Blogger Betty Branco Martins said...

.querido________Alberto









FESTAS FELIZES:)_______MUITA





.PAZ_____para o mundo

.SAÚDE______para todos nós

.MUITO AMOR_____no coração de cada "homem"


.UM GRANDE SORRISO_____no rosto de cada criança

.UM OLHAR PARA CADA IDOSO____e ver uma fonte de sabedoria_______...



._________e que se diga_____




"FESTAS FELIZES" TODOS OS DIAS:))





beijO______ternO

com amizade

14/12/08 00:55  
Blogger margarida já muito desfolhada said...

goatava de ter visto, confessa que valeu a pena...

14/12/08 01:42  
Blogger Justine said...

E não é que eu li, em vez de "governos musculados" governos amorais, em vez de "banqueiros trafulhas" banqueiros criminosos, em vez de "carne de porco irlandesa" ´pseudo-notícia-de-desviar-atenções!
Estou nauseada, deve ser do tal ar quente, ou a ferver...
Juro que também não subo, nem que tenha de inventar um livro de banda desenhada para mim!!
E valha-nos textos como o teu:))
(Bom Ano e até pró ano)

14/12/08 15:05  
Blogger dona tela said...

É tudo muito engraçado. Não sei é o que é uma PANÓPLIA.

Muitos cumprimentos.

14/12/08 18:14  
Blogger escarlate.due said...

pobre balão quem o terá arrancado?...

belo texto

14/12/08 22:26  
Blogger Teresa Durães said...

ora, ora, a crise já vem de 1500. esta é apenas uma tradição de vários séculos

15/12/08 10:51  
Blogger Leonor said...

e porém NÃO se move!!!

ou não quer partir para uma história desconhecida, sem saber quem lhe dará rumo (ou escrita) ...

Boa semana!

15/12/08 14:03  
Blogger bettips said...

Faltou a banda a cantar
"sobe sobe
balão sobe
vai pedir aquele banco
que seja franco..."
É que subia logo!

Bjs arreliados por ninguém se dignar apôr aqui ou ali a árvore de natal habitual (só tenho amigos esquisitos!)

15/12/08 19:02  
Blogger Mariz said...

Alberto:
É caso para dizer: Ó patego! Olha o
Balão!!!
É tudo muito "cheio de ar" nesse local e noutros...
e alguns, bem insuflados! - ouvi ontem nas notícias que os hoteis de 4 e 5 estrelas estavam esgotados na sua maioris, pois que os "agregados familiares (e não importa a côr ou classe), desistiram da tradição (porque também ela já não é o que era) agora reunem-se numa impessoal sala para jantar e em seguida vão abrir os presentes para casa, ou em alternativa passam a noite no hotel e de manhã os próprios empregados hoteleiros fazem o serviço....de entrega de presentes.
É caso para perguntar como é que sabem quais os sapatos de quem(?) depois de colocados na chaminé?! - srrsr.
Ah! também ouvi que houve alguém que reservou 50 lugares...que grande família!
Crise? - dizem eles. E muitos de nós, perguntamos, sem que saibamos a resposta...nunca!
- O que é isso?

Muito bom post...este!
Mariz

15/12/08 19:28  
Blogger legivel said...

Para Dona Tela:

Panóplia é o conjunto de peças que completam uma armadura de um cavaleiro da Idade Média, sendo que a caixa de apoio (chaves de parafusos, brocas, roscas, porcas e almotolia*, é vendida à parte). Lembrei-me do vocábulo por causa do cavalo de Don José que aparece no vídeo e porque parece "bem" (e por vezes até causa um certo frisson, como no seu caso)colar ao texto uma palavrinha menos utilizada e que não acrescenta nem tira nada ao que ficou escrito. Ou seja: um "floreado".

* É um recipiente em bico que serve para lubrificar dobradiças. No caso, as zonas que uniam a elegante farpela dos cavaleiros.

Esteja sempre à vontade para me questionar. Respondo às segundas-feiras, das 20.30 às 20.50.

15/12/08 20:49  
Blogger casa de passe said...

o ar não estava suficientemente quente para fazê-lo subir. a garina que eu conheci agora punha-o logo em cima de certeza absoluta.


joão

16/12/08 01:52  
Blogger * hemisfério norte said...

lindo

adorei

:)

16/12/08 10:40  
Blogger Filomena Barata said...

Ora pois, agora de outra ajuda vou precisar ... bem vou precisar que me ajudem a argumentos encontrar ...
Não me vem apoiar?

16/12/08 13:36  
Blogger paopbocca said...

a pior dor de corno foi quando te cortaram as mãos com uma serra electrica e tiveste de pedir ao do 5ºesquerdo para lhe escrever os posts.

iso é que eram tempos, ó legível. eu era o teu vizinho do 5ºesq, sem dares por isso, comecei a perceber como escrevias. assim não me surpreendi quando, depois de ter emigrado, tu aparecesses, com próteses, bem legíveis.

e tu, a pensares que eu não te reconhecia, e que nem entendia a mensagem.

olha! Bom Natal
não vás de balão, pode cair com o teu peso.

aquilo é que eram tempos, pá!

16/12/08 16:14  
Blogger isabel mendes ferreira said...

resisto. resistimoa. mesmo quando não parece.


.

bom este voar.

.

beijo.


e


o melhor natal.

17/12/08 00:21  
Blogger São said...

Parabéns : uma metáfora estupenda a que aqui nos oferece!!!

Feliz Natal, alegres festas e um 2009 bem melhor do que 2008!

Abraço grande.

17/12/08 11:36  
Blogger pin gente said...

ainda bem que não foi ao "faz de conta... és poeta!" eheheheh

beijo
luísa

18/12/08 11:57  
OpenID everydaysomethingnew said...

Belas fotografias e texto. Parabéns!
Adoro esta cidade!

18/12/08 20:55  
Blogger M. said...

foi do Tintin! Foi do Tintin!

18/12/08 22:17  
Blogger Ruela said...

99 Luftballons ;)

19/12/08 00:14  
Blogger Black Angel said...

chiça! o balão ainda resiste?
Bom Natal

20/12/08 01:28  
Blogger dona tela said...

Desculpe não me alongar no comentário, mas eu hoje venho só desejar umas Festas muito Felizes.

20/12/08 09:01  
Blogger Arabica said...

Truz Truz!!!

alguem em casa?


-olha, não, foram às compras :)


Um beijo

20/12/08 10:19  
Blogger Mariz said...

Legível
Vim desejar um Natal Branco!
E tem lá um presente - embora igual para todos.
Abraço de sempre
Mariz

20/12/08 23:18  
Blogger Alien8 said...

Ora, o que é que este balão me faz lembrar, o que será, o que será...?

Nem sei se lhe chame resistente à força de não subir, apesar das ameaças e injecções, se apenas um balão que não sobe porque não tem hipótese de subir, apesar das toscas tentativas.

A história, essa, subiu com o vídeo :)

Um abraço.

21/12/08 00:17  
Blogger Gasolina said...

Feliz Natal para ti.

Com beijo da nossa

21/12/08 11:10  
Blogger Rodrigo Rodrigues ("Perdido") said...

Corre-se o risco de este comentário ficar aqui, abandonado e só. Nesse caso, tornar-se-ia um simplesmente "mentário".

Mas sou um gajo de desafios, como diria a minha companheira ocasional de Poltava (ou será Mirgorod?), e, por isso, vou-me a elas, à dentada e à canelada, como diz o tipo do tractor lá da Atalaia (ou será do Casal do Paúl?). Esclarecido este ponto, passemos ao seguinte que é, ao que tudo indica, o único importante, se é que tem mesmo alguma importância.

O que é que ia para dizer? AH! ok!

Então, Alberto? Tornaste-te um homem de causas? Ele é isto, ele é aquilo, tudo cheio de considerações e de alusões ao arrepio da clareza, como se tivéssemos no tempo da outra senhora e andássemos com a República e o Tempo e o Modo debaixo do braço a assinalar precisamente termos a Consciência desperta e a coragem de olhar olhos nos olhos todos os informadores de café, ou, em vez do República e o Tempo e o Modo, andássemos com o Nouvel Observateur e o Tel Quel debaixo do braço a assinalar um grau mais elevado de Consciência. Por certo já arrumaste as pantufas e não acreditas que o Dezembro de 2008 traga de volta o Maio de 68, nem Atenas é Paris, e se tal acontecesse, que passaríamos directamente da tragédia à farsa como se fossemos directamente para a prisão ou para a casa da partida.

Balões? Balões só sobem neste País se tiverem o aval do Governo.

23/12/08 16:29  
Blogger Mariz said...

Legível

Fiquei muito admirada e agradecida pela prova de confiança que me deixou num post sobre a nova Era Aquariana.
Já que esteve na Companhia das Águas poracaso conheceu alguém de nomeJoão Manuel Lobo da Silva?
Também passei pelo Palácio Foz...de entre outros Monumentos Estatais.
Como neste post lhe ofereci algo - era uma planta com a flor do Natal, que não recebeu - espero que desta vez, passe lá no post de topo pois é-lhe dedicado, e a todos os que vêm deixando as suas "impressões digitais" que ficam como um registo indelével.

Deixo um abraço e grata por essa boa disposição e acompanhamento no que escrevo.
Sempre...
Mariz

11/1/09 00:58  

Post a Comment

<< Home