Monday, July 09, 2007

ANUNCIAÇÃO
















Imagens semelhantes, os seus olhos já tinham visto centenas, sem exagero. Mas todas elas tinham em comum, a representação de um diáfano ser alado pairando sobre a terra, com um luminoso halo sobre a cabeça, vestes brancas símbolo de imaculada pureza e os pés ocultos por uma pequena e alva nuvem que parecia sustentar a aérea figura. Neste caso -e porque ainda não lhe era possível distinguir o resto do corpo por diversos motivos de ordem técnica(!?), este ser apoiava-se num geométrico triângulo e os pés -quase que apostava, calçados pela popular marca Guimarães, exibiam-se sem qualquer pudor. Nem os jeans azuis e desbotados, ajudavam a conferir a marca da respeitabilidade que se pretende a quem difunde anúncios de âmbito divinal... se fosse esse o caso. Aguardou pacientemente três dias, que lhe fosse dada oportunidade de ver o rosto de quem apenas lhe concedia o favor de mostrar os pés.
No final do terceiro dia, o céu fez-se negro da cor do carvão (ia a noite adiantada... ) e de imediato começou a cair uma chuva diluviana (o Verão já não era como dantes: tanto chovia em Faro como fazia sol em Abrantes... ) acompanhada de uma violenta trovoada. Mal tinha acabado de se ajoelhar -tal era o respeito que sentia pelos fenómenos em que a natureza era pródiga, quando fascinado testemunhou o triângulo descer suavemente até tocar o solo e dele sair o par-de-pernas-dos-jeans-azuis-desbotados-e-os-pés-calçados-pela-popular-marca-Guimarães. Assim mesmo. Da cintura para cima, nadinha se enxergava! "Do mal o menos pensou; Quem não vê caras, vê corações... " De imediato ouviu uma voz (que decerto lhe era dirigida pois até o horizonte se perder de vista, não se descortinavam pastorinhos nem alguém que estivesse atento às piadas sobre membros do governo) que assim falou: Nada temas! Porque sei o imenso gosto que tens em ensinar, venho anunciar que podes ir descansado à Junta Médica. Lá porque perdeste as mãos, não é caso para deixares de leccionar piano no Conservatório... "
Almada, 2007. Tela, texto e foto de Alberto Oliveira.

29 Comments:

Blogger lélé said...

Ora bem, coisas do outro mundo! Este, pelos vistos, está a querer promover-se e, qualquer dia, nunca se terá aplicado tão literalmente aquela observação: "se trabalhar dá saúde, que trabalhem os doentes!"

10/7/07 22:06  
Blogger un dress said...

e mais tarde anunciava-se que face às dificuldades em conviver de perto ou mesmo ao longe com os últimos estrebuchamentos de um sistema de trabalho decadente obsoleto e desconfigurado...

...as pessoas passassem a pintar apenas as partes do seu corpo de que mais gostassem.

a rasgar convenções e a criar asas amarelas verdes e azuis nos pés.

sem.excepção.dos.pés.calçados.com.
.sapatos.de.marcas.tradicionais.
.tipo.guimarães...!!!

pra sempre. a m´´é n...




beijO :)

10/7/07 23:18  
Blogger bettips said...

Absurdo como os médicos da junta e o espanto do PM. Gosto é do que que desencantas para nos explicar, sorrindo, o que nos vai moendo, chorando. A propósito, não houve candidatura em Almada? Negreiros sois! Olha que no Brasil sabem-na toda, o cristo impotente a olhar favelas vai render! Abraço, amigo.

11/7/07 03:53  
Blogger bettips said...

...ai, ai, o menino também té-la? só vi agora, aqueles pés perfeitinhos. Mais um artista no desemprego...! Isto de portugal é um país de visões: desde que o infante se debruçou para enxergar as ilhas, só vejo gente em bicos de pés atrás do 1º plano televisivo. Será que este quadro representa um português que chega ao ajuntamento e diz "estou aqui, mãezinha"?

11/7/07 04:01  
Blogger blackangel said...

pode-se sempre tocar pífaro, ou trompete.

11/7/07 13:33  
Blogger seilá said...

o pior é se a gente perde o pé! 8 a cabeça, essa, quanto mais perdida menos sofrida!!!)

11/7/07 18:38  
Blogger Maite said...

Caro Legível

Ora aqui está uma anunciação inaudita e tétrica!

Tenha um excelente final de tarde

P.S. os quadros ficam muito interessantes um por baixo do outro mas ao inverso do que aqui tem.

11/7/07 21:12  
Blogger mixtu said...

anunciar...
cores...
imagens iguais...

anuncios divinais

o calçado guimaraes...

ver corações ou almas?

leccionar...

fazer pensar...

abrazo europeu,

11/7/07 22:04  
Blogger Klatuu o embuçado said...

AVISO!!!!


Este texto - http://dente-de-marfim.blogspot.com/2007/07/inveja.html - é PLAGIADO do «Abrupto» de Pacheco Pereira!

A menina Kanoff - CUJO BLOG É TODO PLAGIADO - fingiu apagar o anterior blog - e transferiu tudo!

___
Hi5: http://kanoff.hi5.com/

12/7/07 00:49  
Blogger Rui said...

O raio de luz desceu abruptamente e manteve-se estático por poucos segundos. Da mesma forma súbita com que rasgou o céu em direcção à planície, também desapareceu, deixando a pairar tão estranha forma.
A criatura sacudiu os ombros e penteou a franja com as pontas dos dedos. Estava em cima de um triângulo, suspenso sobre um campo de milho ainda jovem. Balançava ligeiramente, como uma pequena embarcação ao sabor das ondas do mar.
Olhou em redor. Estava sozinho, como pretendido. Descalçou-se e caminhou por entre as espigas, de braços abertos.
Se havia coisa que tirava um extraterrestre do sério, eram pipocas.

12/7/07 14:47  
Blogger Dulce said...

Vim pôr a leitura em dia. Sempre um prazer.
BEijos

12/7/07 16:14  
Blogger Entre linhas... said...

Nunca é demais denunciar o que está mal,desde que tudo tenha ponta por onde se lhe pegue.
Bjs Zita

12/7/07 18:31  
Blogger eu said...

1- Não se dá a notícia que me deste assim sem mais nem menos. Foi um choque enorme. Primeiro devias ter-me esfregado no bico um pano encharcado em éter, como anestesia.
2- Pois, se há artista que pintam com os pés...


D. Galinha

12/7/07 19:15  
Blogger D. Maria e o Coelhinho said...

legível,
fizeste confusão a maluca da maria pêra é que se anda a fazer passar por mim.

...marinheiros de água doce sem águas pra navegar...


D. Maria

12/7/07 19:52  
Blogger passarola said...

mais pés a passear por aqui... e por falar nisso, já recuperaste totalmente do acidente? espero que sim ;)

12/7/07 22:13  
Blogger isabel mendes ferreira said...

"mortal"

_____________

sempre apropriado.


(obrigada. pelo instante)


beijo.

12/7/07 23:08  
Blogger APC said...

Eheheheh... Trilogia divina!!!

1. Um texto do melhor;
2. Mais uma pintura tua!:-)! (e pus-me a pensar: deve ter sido difícil pintar aqueles sapatos e as calças, tão naturais; e os pés e as pernas do outro anterior... Jisas!);
3. Um grand finale surpreendente, pela forma inusitada como surge, pela actualidade e pela pertinência.

Tudo isso enroladito naquele tom seríssimo que é teu, como salsicha em lombardo! (Enfim, não arranjei melhor analogia a esta hora, sorry). Sabes que gosto destes teus exercícios imagóico-imagéticos, né?. Este, está um must! :-)

Abrazos

13/7/07 02:31  
Blogger Licínia Quitério said...

Esses pés andam mesmo sem cabeça! Agora onde só há relva vêem azinheiras. E já se julgam candidatos ao museu das figuras de cera.
O que lhes acontecerá quando lhes deres as sandálias do pescador? Caminharão sobre as águas?

Bom fim de semana, Amigo.

13/7/07 13:17  
Blogger Sofia said...

O homem começa vestido e calçado e acaba nu!!! UIIII ainda bem que só se vê dos joelhos para baixo! estes homensssssssss!!!!!!!

bjs e bfs

13/7/07 16:13  
Blogger D. Maria e o Coelhinho said...

E VAMOS DE FÉRIAS !

FÉRIAS !

NÓS QUE AMAMOS PRAIAS E ALGARVE !

BEIJOKAS

D. MARIA E TAMBÉM O COELHINHO
(vamos os dois)

13/7/07 20:11  
Blogger Romany said...

Pois é, com uma excelente escrita se tenta explicar o absurdo que é o nosso dia a dia de hoje, parabéns.

13/7/07 22:27  
Blogger Gi said...

Aguardo uma nova pintura com esse triângulo que, por razões óbvias, associo ao sexo feminino. Deixo uma sugestão de uns chinelinhos do
Manolo Blahnik . Isso sim inspiração divina :). Se o Diabo veste Prada porque é que o Manolo não pode fornecer a concorrência?

Bom fim de semana :) Beijinhos

14/7/07 03:32  
Blogger un dress said...

calçava os sapatos e apressava-se a mergulhar no edifício branco triangular.

a cegueira às cores das 9 às 5 -todos os dias da sua vida
trouxe-lhe uma inevitável cegueira às outras horas.

a todas as horas e a todas as cores.

um dia porém...acordou mais leve e

seguiu os fios duma outra história...



kiss ´nd :)

14/7/07 12:08  
Blogger Bichodeconta said...

Parabéns pelo tema e pela sensibilidade. VOLTAREI, ATÉ LÁ DEIXO UM ABRAÇO..

14/7/07 23:02  
Blogger inominável said...

voilà!!! me voilà!!!! o terceiro dia! descansou ao terceiro dia? ao quarto talvez?

.
.
.

e pode não só ensinar piano como tocar flauta... lamentavelmente, outros usos não poderá dar aos dedos... será uma flauta imaginária, talvez um pífaro monocórdico... ou nem será nada disso e se calhar nem perdeu os dedos... a junta médica está confundida... pede a prova de que os dedos foram perdidos... mostrar os tanocos nas mãos não conta: talvez os dedos tenham sido guardados naqueles frasquinhos com água conservante... não estando perdidos, irremediavelmente perdidos, mas apenas deslocalizados (como as empresas fazem quando lhes dão melhor viver noutros lugares), nao há motivo para a reunião de médicos e pacientes e carrascos minesteriais...

.
.
.

adiante, o anúncio foi feito: "così fan tutte".

15/7/07 00:06  
Blogger eu said...

Olha, o meu amigo Coelhinho faz hoje anos. Queres vir ver o postal que tenho para ele?


D. Galinha

15/7/07 02:41  
Blogger foryou said...

Hoje deixo-te um beijo e um obrigada

16/7/07 01:30  
Blogger tb said...

fantástico! Só tu.
beijo

16/7/07 18:11  
Blogger manhã said...

ehehehe, ensina-se com os sapatos, sapateado está bem, quem não tem cão...e quem perder a voz ensina com flauta, e assim por diante, o que é preciso é não causar ondas!

20/7/07 22:17  

Post a Comment

<< Home