Thursday, March 15, 2007

O GATO E O TEXTO


















Enquanto aguardava pelo sinal verde dos peões para atravessar, ocasionalmente o meu olhar subiu até aos andares mais altos do edifício do outro lado da rua. Num deles, um gato sentado à beira da varanda, ao contrário de parecer querer desafiar a perigosidade de uma queda das alturas, denotava o à vontade próprio do animal doméstico bem integrado na estrutura da casa onde habitava. Estar ali ou deitado na almofada bordada a vermelho -pelas mãos prendadas da sua dona e onde se lia a palavra benfica ( deixem-me imaginar que assim seria, porque a percentagem de animais de companhia com esse nome é impressionante... ) não lhe devia fazer diferença nenhuma. Tirei a máquina fotográfica da bolsa e procurei atrair-lhe a atenção com aquele chamamento parvo que se usa com os felinos (não aconselhável a tigres e leões... ) : "bxi bxi bxi bxi" (penso que é assim a grafia) e porque certezas de facto sobre o nome não as possuia. Mas o bicho de surdo não tinha nada e percebeu-me na perfeição, pois olhou para a objectiva.
Em casa, ao seleccionar uma imagem das cinco que fiz, quis-me parecer que havia algo que não batia certo. Olhava para as fotos mas não tinha resposta para essa sensação. E apenas quando perguntei a mim próprio, o que me levava a fotografar gatos à varanda, na rua ou à janela (e a série já ia longa... seguramente uns trinta gatos entre portugueses, espanhóis e eslavos ) é que percebi que não tinha texto para esta imagem. O que vou fazer com esta fotografia?
Almada, 2007. Foto e texto de Alberto Oliveira.

28 Comments:

Blogger Joana said...

Epá desta vez sou a primeira ou quê!
Bem!!!! :)

Faz uma serenata ao bichano!
Tão altivo podia ser convidado para a família de trapezistas do Circo Cardinali!
:)

bjs e bom fim de semana!

16/3/07 00:57  
Blogger Cris said...

Olha, ois n precisas de fazer mais texto nenhum para o bichano pq mesmo qd n tens assunto crias textos fantásticos... até já dava jeito q criasses um qqer texto sem jeito para eu poder dizer um cadito de mal. É q assim torno-me repetitiva e depois vais dizer q eu sou uma chata... mas q queres? a culpa é tua!

Um beijinho muito grande ( que, já sabes, é extensivo a esse sorriso lindo q mora mesmo aí ao teu ladinho!)

16/3/07 01:43  
Blogger Fortunata Godinho said...

Já o Alberto Caeiro nos dizia que uma Pedra é uma Pedra, como uma Flor é uma Flor e um Rio somente um Rio, não há maior metafísica que isso mesmo. A Natureza também possui os Gatos e não é preciso descortinar mais nada.

16/3/07 09:48  
Blogger Teresa Durães said...

tiras a força de gravidade por momentos à Terra, todos ficam por aí a pairar, o gato sai de cena e em sua substituição entra um elefante. Aí sim, tens história.

(como não te lembraste? francamente, Legível, nem parece teu!)

16/3/07 17:58  
Blogger Xalrita said...

Aposto que esse gato era o ministro da economia. A verdade, que tu não queres contar à gente, é que olhaste para a varanda e pensaste: ali há gato!
Confessa, compadre!

Quanto à foto não te aflijas: podes sempre guardá-la como recordação do Algarve, editar uns postais e vendê-los aos biliões de ingleses que nos vão visitar para verem o fast paradise ALLGARVE! rsrsrsrs

Abraço!

16/3/07 23:46  
Blogger un dress said...

voto que entregues a foto ao modelo...foi o que me ocorreu primeiro :)

pois não faças bx bx bx que ele ainda se entusiasma e vem abaixxxuuuuuuuuuuu...

(a minha gata morreu assim...bem, não foi chamamento foi mesmo acidente: escorregou, caiu 7 andares e morreu. horrivelmente horrível!!)

gosto dos teus textos. leves e densos. com sabor de intermezzo.

...levíssimos riscos de gotas que escorrem dos vidros da cidade quando a chuva começa...

boa noite. beijO

17/3/07 02:30  
Blogger Pepe Luigi said...

Bom! Está uma loucura.
Quase não precisava dos teus comentários.
Bom flagrante!

Um abraço amigo
Pepe.

17/3/07 13:26  
Blogger Licínia Quitério said...

"Não dizes nada? O gato comeu-te a língua?" - Diziam-me assim quando era pequena e não queria conversas.
Espero que o bichano não tenha sequer tentado...

Beijinhos para ti e uma festinha ao Benfica.

17/3/07 18:22  
Blogger Xinha said...

Acho que fizeste um bom trabalho! ;)

17/3/07 21:11  
Blogger Sandra said...

Mas se tivesses seguido atentamente o olhar do gato, já terias, com toda a certeza, texto para a foto... como te passou despercebida aquela gata na janela do prédio em frente a escrever um poema de amor?!! Imperdoável, meio amigo... (Não estará na hora de mudar as lentes?)

Beijinho

17/3/07 23:12  
Blogger Kalinka said...

O gato...miau...
O gato mia
O gato miou...

Mas
...bom, bom, é ir de férias:
ri-me, diverti-me, tentei pôr o sono em dia, e...principalmente não pensei no trabalho.
férias ideais? Se uns encontram energia nas viagens, outros preferem relaxar à beira-mar e mexer-se o menos possível.

Eu... fiz 1000km em 3 dias de viagem, pelo sul de Portugal. Passeei de carro e a pé, descobri lugares lindos e apaixonei-me pela Natureza, cada vez mais.

Já que estava c/a mão na massa...eheheheheh, tirei 88 fotos digitais e outras 48 da máquina antiga.
Vou ter muito material fotográfico para os próximos posts.

Bom fim de semana.
Beijitos.

18/3/07 00:12  
Blogger Sandra said...

Hum!! Lentes de contacto verdes e óculos de sol novos!!! É bom que a gata não te veja!...

Bom domingo para ti também!!

18/3/07 09:38  
Blogger Maria P. said...

Bom dia.

Não sei rimar
mas é com prazer
que te venho ler
e admirar.

Um bom Domingo para ti também, beijinho*

18/3/07 09:42  
Blogger isabel mendes ferreira said...

com esta fotografia se faz o "mimo".


o mesmo que me leva a dizer obrigada.


sempre.



e em segredo sussurrar:

____________________
g o s t o mt de V o cê s....


_____________________


abraço.Os.

_____________

18/3/07 11:12  
Blogger segurademim said...

... um bicho singular a apanhar pardais em equilíbrio instável

devias oferecer-lhe uma asas

inconsciente, então bchbchbch??
à espera que ele te voasse para os braços??

18/3/07 12:11  
Blogger Maite said...

Caro Legível

Á primeira vista este felino de raça europeia está a precisar de exercício (está um bocadinho para o gorduchinho) :)

Sabe que lá na minha terra, se diz "bichano, bichano, bichano" e um bando de gatos aparece de imediato, não se sabe de onde...ainda bem que não há tigres e leões por lá :)))) (já viu o sarilho que era!) :)

Tenha um bom domingo

P.S. também nunca percebi por que motivo as pessoas pensam que "Benfica" é um nome apropriado para um gato :)...a propósito deixo-lhe um poema de T.S.Eliot

The naming of cats is a difficult matter,
It isn't just one of your holiday games;
I tell you,
a cat needs a name that's particular,
A name that is peculiar, and more dignified,
Else how can he
keep up his tail perpendicular,
Or spread out his whiskers,
or cherish his pride?
...Above and beyond
there's still one name left over,
And that is the name that you will never guess;
The name
that no human research can discover--
But The Cat Himself Knows,
and will never confess.

18/3/07 13:08  
Blogger JPD said...

Absolutamente mais nada, Alberto: a sublime exaltação da altivez felina.

Belo texto.

Um abraço

18/3/07 15:55  
Blogger sea said...

exactamente o que fizeste :D

bxi bxi
lOl
beijo

19/3/07 09:19  
Blogger passarola said...

mais sentido de humor legível... ou uma solução fácil para não ter de inventar grande história? :) estou a brincar, gosto muito das tuas imagens "sem texto" eh eh ;)

19/3/07 13:19  
Blogger Lia C said...

Olha um gato! Olha um texto! Olha o texto escondido com gato de fora! (Foi assim que vi o teu post.) Tens a certeza que o bichano não caiu?
Beijos muitos

19/3/07 15:38  
Blogger Luciana said...

Gostei muto deste teu espaço! Escreves de uma forma fenomenal! :)
Adcioneite aos meus favoritos! :)
Beijinhos

19/3/07 16:30  
Blogger alice said...

não fazia a mínima ideia que existia gatos eslavos ;) mas estou capaz de criar uma fundação de protecção aos bichanos que andas a fotografar. só para que os seus direitos de imagem sejam levados em conta. e também vou baptizá-los. assim saberemos sempre de que gato de trata. porque um e outro são diferentes e únicos. este da foto é o gaspar. mas imagina que era o xavier. o gaspar podia ficar chateado e com toda a razão ;) um grande beijinho, alberto.

19/3/07 18:35  
Blogger lélé said...

Mas a foto está 5 estrelas!... Nem precisavas ter-te dado ao trabalho de escrever o texto a dizer que não tinhas texto para a foto!... O gato tem um ar altivo! (bem que tentei imitar-te, mas nunca hei-de chegar nem perto!... O gato fez-se mesmo à fotografia, o danado!)

19/3/07 21:44  
Blogger Eng. Xaxita said...

Uma vez o meu também fez uma desse género. Saltou para o parapeito da janela e como julgava que tinha pára-quedas,saltou atrás de um pássaro. 3 andares abaixo, aterra (presumo que de pé, porque não se magoou e felizmente só amolgou um lado do nariz... Gostava de ter visto, confesso...
Anyhow, bem apanhado, o bicho!

19/3/07 21:55  
Blogger manhã said...

quis-me parecer que havia algo que não batia certo...estar ali ou na almofada não tinha nada e percebeu-me na perfeição, subiu até aos andares mais altos pelas mãos prendadas da sua dona.
pois ...xiiiiiii que história poderíamos começar...

20/3/07 00:23  
Blogger bettips said...

Primeiro: aprendi a "escrever" como se chama um gato! Obrigada.
Depois, bastava pores a foto e uma palavra porque não só és legível (Alberto) como transparente, isto é, se se tiver lido o perfil agnóstico e acutilante, denso e actuante...Precisa mais adjectivo?

22/3/07 11:51  
Blogger legivel said...

Para bettips:

Estou ainda em dúvida se a minha forma de escrever a chamar um gato (bxi bxi bxi) está certa, ou se é a da un dress (bx bx bx) que estará correcta. Mas não deve fazer diferença, que os gatos olham na mesma...

É verdade. Sou aquilo a que se chama um livro aberto. Só que dificilmente se encontrará nalguma livraria ou alfarrebista. Estou completamente esgotado... de escrever.

22/3/07 12:12  
Blogger tb said...

fazes assim...divides a fotografia connosco e ficamos a observar também. :)
jinhos

23/3/07 17:23  

Post a Comment

<< Home