Thursday, June 15, 2006

O AVIÃO



















Sei que era o seu sonho não porque mo tivesse confidenciado, mas o meu sexto sentido percebeu-o; aliás, não era homem de muita conversa. Provavelmente aquele foi o dia da excepção à regra porque para lá do formal e recíproco bom-dia quando descemos no elevador, já na rua, elevou os olhos para o céu, tornou a baixá-los e olhando-me sem me ver, disse simplesmente «Hoje está um belo dia para voar»
Ao fim do dia quando regressei a casa, o vizinho do terceiro que entrava também depois de ter passeado o cão, deu-me a notícia. Cerca das três da tarde o Eduardo Lima, bancário reformado extemporâneamente, tinha-se atirado do décimo segundo-andar à rua. Consta, segundo uma testemunha ocular, com um dos reactores em chamas.
Almada, 2006. Texto e foto de Alberto Oliveira.

37 Comments:

Blogger Luz said...

Seize the day... Nem que seja para um salto sem assistência...
Beijinho :)

15/6/06 19:31  
Blogger Vodka e Valium 10 said...

Queda desamparada de uma vida demaisado regrada.

15/6/06 20:17  
Blogger madalena pestana said...

Bom texto além de infelizmente muito actual.

Boa noite.

15/6/06 22:13  
Blogger lélé said...

mas os vizinhos são mesmo más-línguas!... o homem queria voar e não, conforme o noticiado, atirar-se à rua!... teve um acidente!

15/6/06 22:27  
Blogger Phi@ said...

I believe i can fly e i'm superman não será para todos...mas não me deiam ideias que eu só estou num 6º andar e ainda me safava!!! (e não dava para cantar, desafinaria na certa incentivando os vizinhos a atirarem.se também, além de que não tenho olho azul como a wonder woman!!) bxox lgvl

15/6/06 23:24  
Blogger OvelhaNegra said...

Deparei-me com o teu blog enquanto «vagabundeava» de blog em blog.
Gostei dos teus posts e das tuas fotos..:)

Pergunto: O tal senhor terá decidido morrer; recusou-se a viver ou, simplesmente, quis que o seu último acto fosse a sensação de liberdade do vôo?

Um sorriso. Um beijo*

16/6/06 01:25  
Blogger Teresa Durães said...

"Os cavalos também se abatem"

Bom dia!

16/6/06 11:14  
Blogger alice said...

voltaste, lindo?

;)

fico feliz!!!!!

beijo-te,

li

16/6/06 11:48  
Blogger Sofia said...

Belo texto! Forte e incisivo. Sucinto. Muito bom.


bj

16/6/06 11:54  
Blogger Ana Luar said...

Arranjou uma maneira de chegar mais rápido ao fim da linha... só nos resta respeitar a sua decisão!

16/6/06 12:20  
Blogger MC said...

...isto está a complicar-se...o papel de fantasia, está cada vez mais, um caso sério...arrepia sempre, vir aqui.

beijo

16/6/06 13:11  
Blogger Rui said...

Foi visto pousado na grua da Lisnave, a tentar reparar a avaria.

16/6/06 13:49  
Blogger anirac said...

ui...é assim palavras ao vento e corpos no ar.
bom fim de semana. beijo

16/6/06 15:38  
Blogger Licínia Quitério said...

Ele queria dizer: Está hoje um dia lindo para morrer. Reactor? Não. Era a cauda de um cometa seu amigo.
Vá lá, deixa-me estragar-te o final da história. :)
Um beijo.
Licínia

16/6/06 15:47  
Blogger Mendes Ferreira said...

pois então aqui estou para "testemunhar" o salto!



abraço.

16/6/06 16:32  
Blogger Polly Jean said...

Bom. Foto e texto.

16/6/06 16:53  
Blogger sotavento said...

Tenho para mim que a caixa preta chegou em branco!... :|

16/6/06 16:54  
Blogger pintoribeiro said...

hum, gostei. vou passando. boa tarde. abraço.

16/6/06 19:37  
Blogger inBluesY said...

pois hoje não levas pasteis de nata, deixo apenas a canela :(

16/6/06 22:22  
Blogger inBluesY said...

e
reconhecendo alguma razão possível no texto, desculpa a expressão.

1 BJ
gosto de ti :)

16/6/06 22:23  
Blogger Pilantra said...

Pelo menos voou onze andares! Caramba! Eu nunca consegui tanto!

16/6/06 22:41  
Blogger A. said...

E de volta Al. :))

...mas que volta esta.Aterragem assustadora meu amigo colorido!

Mas sempre bom,sempre bom ter-te aqui.Ter-te por mim...ter o nosso azulinho de Djavan.

Aqui deixo as saudades...voar em boa direcção.Toma...agarra.

Beijos beijos.

17/6/06 02:14  
Blogger claudia said...

obrigada pela visita ao Literatudo... gostaria que vc lesse o meu blog menos "caseiro" e mais anímico, o www.mentirashistoricas.zip.net
Sobre o seu texto: preciso e dolorosamente verdadeiro. A poesia, você a revelou na dor muda dos seus personagens. beijos pra vc.

17/6/06 02:44  
Blogger segurademim said...

... e lá voou! em chamas segundo dizem, o Lima sempre foi destas surpresas... uma vez comprou uma motorizada, vendou-se e subiu ao poste eléctrico do largo dos restauradores!

I can flyyyyy my angel... gabriel

é gooooooooloooooo deco! é a loucura aqui na minha rua piiiiiiii

17/6/06 15:26  
Blogger Miguel V. said...

Sinceramente, ocorre-me apenas dizer que... há quem prefira voar, em vez de falar... e neste caso voar é uma forma demasiado leve e discreta pra falar... e começam cedo, com 12 e 13 anos já se tentam matar, e voar...

Abraço histérico, abraço nas margens, como queiras... Lool lool lool.

17/6/06 15:54  
Blogger Pilantra said...

GOLOOOOOSSSSSSSSSS!
Ganhámos!
Bora ao caracol!

17/6/06 16:11  
Blogger alice said...

procurei em toda a parte fora de mim palavras que me traduzissem por dentro e nada encontrei






gosto de ti

17/6/06 16:42  
Blogger poca said...

pois... não sei que diga...
sei de uma história parecida mas com alguém se se atirou par adebaixo do comboio...
que dizer, quando alguém acha que isto já não lhe faz sentido?...
um vazio...

beijinhos e bom fim de semana (ouvi falar em mini férias, ou não?)

17/6/06 16:53  
Blogger Luna said...

Todos nós temos um caminho a percorrer, feito de altos e baixos, mas por vezes fica dificil caminhar, e ao nos arrastarmos levamos o corpo já inerte atrás
beijo

18/6/06 00:35  
Blogger inferno said...

Coitadinho, dizem lá no predio que foi com o desgosto, o teu reactor há muito que não tem chama ! O proximo és tu não?

beijo-te

18/6/06 06:54  
Blogger Peg solo said...

cá p mim a culpa é do arquitecto, por certo tropeçou e baldou o varandim que nao tinha a altura minima de segurança... ou isso ou anda por aí um daqueles que gosta de experimentar nos outros, Newton dos tempos modernos que reparou so no 12º que se tinha esquecido da maçã ;)

18/6/06 16:18  
Blogger Vanda Baltazar said...

...essa do bancario reformado é que me lixa.

Van

19/6/06 12:54  
Blogger Vanda Baltazar said...

"bancario reformado extemporaneamente". não me zanguei...apenas pensei...Tou lixada...sera que algum dia vou levantar voo??? :)


foooogo :) e as turbinas????

beijinho sem zanga :))

se um dia ...coiso...prometo usar para quedas! tá??? :)

Van

19/6/06 16:54  
Blogger nnannarella said...

"Literariamente reservado, corporalmente indescritivel,tecnicamente perfeito" ... e inenarravelmente criativo.

Os teus textos, em rima ou menos, são uma albufeira de surpresas, e de piscadelas d'olho, às vezes mais melancólicas, outras mais hilariantes.

Não falo só do bancário que quis voar. Também do "com o lume bem aceso" e, sobretudo, do genial "prefiro".:)Obrigada por teres um imaginário tão indescritível.

(Caredos... que comentário tão sério... Foi por causa dos teus "cumprimentos".)

19/6/06 23:33  
Blogger Besnico di Roma said...

Não gostei.
Obrigado pela sugestão. Vou procurar outra agência de viagens.
Ainda escreves pior do que eu. Só com uma diferença, pelo menos eu dou a cara.
Feliz aterragem...

22/6/06 18:29  
Blogger batista filho said...

Corrosiva! - diria numa palavra, sobre essa crônica... ou sem arestas, numa frase sintética.
Um abraço fraterno.

23/6/06 14:21  
Blogger legivel said...

Para besnico di roma:

Estás à vontade pázinho! O que não faltam para aí, são agências para pessoal de menores recursos financeiros.
Experimenta o turismo sénior.
Compreendo as tuas insuficiências literárias; vou mandar-te uma gramática na volta do correio.

23/6/06 15:29  

Post a Comment

<< Home