Saturday, May 20, 2006

NOBLESSE OBLIGE



Diana não queria acreditar no que os seus olhos liam. Em letra bem clara e maiúscula, escarrapachada no muro do quintal do Duarte -um cuscuvilheiro de primeira água!, o pedido de casamento que só podia ser dirigido a ela e de que também não seria difícil adivinhar a procedência. Não havia cão nem gato naquela rua que não a olhasse de soslaio pela altivez no porte, no trajar pretencioso ou no discurso rebuscado de que se utilizava para comprar na loja de congelados duas simples postas de maruca. Daí o apodo de princesa que a vizinhança lhe dera e que ela não desconhecia. Por outro lado, Gaspar - o seu recente amor, também a tratava assim; carinhosamente, não por desajustada zombaria. E não seria a primeira vez que, ao vir buscá-la para uma noite de farra, gritasse alto e bom som à sua porta: "Princesa, cheguei!".
Diana gostava de Gaspar. Depois de uma vida bem curtida, estava na altura de assentar; até porque a idade já não lhe permitia grandes performances artísticas... e ele seria o homem ideal para fazer a transposição, sem grandes sobressaltos, para uma vida a dois de facto. Mas esta atitude destrambelhada, de mau gosto e que vinha pôr em causa a sua reputação, Diana não podia aceitar e por isso tomou uma decisão; difícil, mas que não podia fugir a ela sob pena de renegar princípios que defendia.
Já a noite tinha caido quando Gaspar chegou. Depois de ter batido à porta de Diana, três ou quatro vezes e de ter soltado o ardente "Princesa, cheguei!" outras tantas, é que reparou que ao lado da frase que escrevera, estava outra pintada de fresco; " Este castelo fechou para obras; vai a Espanha, que a oferta é generosa e variada!"
Almada, 2006. Texto e foto de : Alberto Oliveira.

68 Comments:

Blogger MC said...

:)))

uma mulher de princípios, mas um bocadinho burra, não?

tá a fazer-se difícil porquê?

20/5/06 12:43  
Blogger Vanda Baltazar said...

:) aiai pobre princesa , ja não tinha idade para historias de encantar :)


grande "olho" o teu ;)
belissimo apanhado!

bom fds e um beijinho

Van

20/5/06 14:00  
Blogger A. said...

Al...sempre o mesmo
Olha o meu sorriso
...escarrapachado :))

Amor a quanto obrigas!

Gosto das coisas que sempre me deixas por lá.
Estas daqui...sempre me foram deliciosamente azuis.

Beijos Al.muitos beijinhos.

20/5/06 14:46  
Blogger JPD said...

Mas como, meus deus, se de espanha nem bom vento nem bom casamento!
Um abração

20/5/06 16:25  
Blogger alice said...

e gaspar foi para espanha com o desgosto; mal cruzou a fronteira, conheceu madalena, uma mulher do povo, e levou-a ao forno a alta temperatura; ao fim de vários anos de cozedura, regressou a portugal com os três filhos; o tempo levara as palavras da parede do castelo, mas diana ainda lá estava, à beira do divórcio; apetece-me terminar com foram felizes para sempre, mas a madalena veio de espanha meio grávida e interrompeu-lhes o casamento na hora mais embaraçosa

bom fim de semana, legível

espero que estejas bem ;)

um grande beijinho,

alice

20/5/06 18:21  
Blogger Rui said...

Sentados à mesa do canto, Gaspar carpia mágoas com Artur. Mordiam uns amendoins que regavam com Água das Pedras.
- Ela já me tinha avisado para deixar o grafitti...
- Mulheres... tenho que te apresentar uma amiga minha. Havias de ver como fica possessa quando lhe tentam pintar o pedestal.
- Não quero conhecer nenhuma nos próximos tempos.
- Ainda tens as latas de tinta contigo?
- Claro, não passo sem elas.
- Então vem daí, tive uma ideia.

Artur e Gaspar vestiram os seus blusões dos Hell's Angels. As Harleys soaram com o seu rugido caracteristico. Cabelos ao vento (Artur), calvice ao sol (Gaspar), que capacete não usavam, partiram em direcção ao sol.
Iriam pintar a manta.

20/5/06 21:30  
Blogger Seila said...

Péra aí que eu devo de ter lido mal ou incompletamente o raio deste post. Então ele é para dar seguimento à rábula?
aqui vai disto que me apraz dizer-te de razões, não explicadas, daquele despautério da Diana.É que, era ela moça de carnes enxutas e bunda remexida, pintaram-lhe a parede de fronte da janela com os dizeres que passo a escrever: "Diana, menina das trancinhas vou dizer ao teu pai que andas como o Dimas" O pai passou e, apesar da bêbeda que levava entre as pestanas, ainda conseguiu entender o sentido daquele "andas" e encheu a Diana de tanta porrada que a partir de então qualquer escrito na parede ou seja mesmo em papel com letra mais grada, isto é, tudo o que se aproxime de pinchagem, fazem na Diana vir ao de cima aquele passado de tormento que afugentou o Dimas e fez, assim andar aturar muitos de que este Gaspar era mais um. Que atrevimento escrever assim aquele pedido de casamento. Mas, também, ela bem podia ter dito ao Gaspar, "Amori a tua Princesa não aguenta ver escrita nas paredes que diga aeu respeito. Num escrev nunca Gaspar que me causa medo!" Calou-se. Olha no que deu. Pobre Gaspar.
(parece, dizem por aí, que a Diana fugiu para Espanha - tou morta de rir, mas acabo já- e lá encontrou um marmanjo de seu nome Artur,que era amigo do Gaspar, mas ela não sabia. Nunca soube. Casaram. No dia do casamento, estava escrito na parede da Igreja em letras garrafais "Dianas* nunca mais!" Diana desmaiou nos braços de Gaspar. Diz-se...eu sei lá."
*Consta que Gaspar comprou uma Dianne cor de vinho e se espetou com ela...consta...

21/5/06 00:03  
Blogger poca said...

bem, não seria a primeira a dizer não, quando o que queria era dizer sim!
e quem sabe dizer de facto se ela fez ou não mal?
isto na vida... nunca se sabe!
é ir... conforme nos manda a intuição... o coração e às vezes... a razão!

21/5/06 00:10  
Blogger Sea said...

Diana lá teve as suas razões. Mas que raio, escarrapachar em quintal alheio, ainda por cima, no do cuscuvilheiro lá do sítio, um pedido que deveria ter sido especial e de acordo com o epiteto pelo qual era conhecida.
Uma princesa jamais seria pedida em casamento por um vulgar cartaz, num sítio aind amais vulgar.
E não. Nunca se arrependeu da sua decisão. Mais tarde encontrou o seu principe.

21/5/06 00:12  
Blogger Pilantra said...

Que sururu só para ir a Badajoz aos caramelos! A mulher passou-se! E olha que os espanhóis ainda berram bem mais que nós!

Vais ver que isso foi mesmo códrilhice lá do bairro!

21/5/06 01:27  
Blogger inBluesY said...

Palpita-me que vou a Belém hoje, encomendar um tabuleiro de Pastéis de Nata, entregar aqui lá para as 17h, as bebidas fica ao t/cuidado.

Beijinhos bom Domingo

é bonito ver como a Simpatia e Boa Dispoção são assim facilmente espalháveis :)))

21/5/06 09:38  
Blogger Maria P. said...

Divino!!

bom domingo.

21/5/06 12:13  
Blogger Joana said...

Genial!
Estou para aqui farta de me rir!
A resposta da Diana é bem ao meu jeito! Se calhar a solução de assentar e "ser feliz para sempre" com o Gaspar não é o final feliz que ela precisa!
Em Espanha o Gaspar vai encontrar uma mulher anafada, que fale alto e tenha pelinho na cova do braço! Com essa Princesa, um Saco de Caramelos e gasolina mais barata a vida será certamente mais completa!
beijos
Bom fim de semana!

21/5/06 12:34  
Blogger Mendes Ferreira said...

quase egípcio....


beijos.

21/5/06 12:51  
Blogger as velas ardem ate ao fim said...

para mim a Diana devia ir a correr para outros braços que não os do Gaspar!
mas e so a minha opiniao.

21/5/06 14:49  
Blogger alice said...

"espera, deixa-me comentar-te
vou buscar palavras que anda não foram inventadas
estás a ver o que só nós conseguimos distinguir?
e o pulsar dos nossos corações em rodopio demencial?
e as mãos que procuram dizer mais do que as bocas são capazes?
sei que sim"

é lindo, legível, adorei, amei...

muito e muito obrigada

um grande beijinho

alice

21/5/06 16:06  
Blogger sem cantigas said...

princesa pra espanha?? tás um bocado desinformado, ela é mais prós grandes armazéns... pronto só se for o el corte inglés!
ahhh os tuneis do destino!!

21/5/06 16:39  
Blogger segurademim said...

... mas Gaspar é um homem persistente, bem humorado e nunca levou uma nega!

foi a casa, muniu-se de tinta verde e escreveu: ah leoa, deixa lá as muñequitas que eu já encomendei maruca qb pró copo d'água

Diana, não resitiu, deu uma tremenda gargalhada e foi a correr encomendar o vestido de noiva!!!!

iria de branco, estava decidido

21/5/06 18:51  
Blogger JL said...

"Vai a Espanha..." Pergunto eu: Por via do parto ou do aborto?
Parece que está na moda... coitado do trovador moderno que não encontra cá eco para os seus grafitis :-)

Boa semana

21/5/06 23:13  
Blogger Spiritman aka Bacardiman said...

De um graffiti fizeste um filme melhor que a sucessão de passeios que aquela escumalha de actores portugueses fez à zona J pra fazer o Padre Amaro!! Foi dos poucos filmes merdosos que vi, e digo que foi dos poucos porque sou muito selectivo, mas nesse dia... devia tar embriago ou mal acompanhado!

Gostei do teu filme sim!

Paz e Amor!!!

Cumprimentos mixed by Jameson 12 anos!!!!

22/5/06 01:34  
Blogger Mendes Ferreira said...

obrigado......príncipe????

22/5/06 11:05  
Blogger batista filho said...

Pois sim: que gênio brabo o dessa Diana...!
:)
Um abraço fraterno, amigo

22/5/06 11:15  
Blogger manhã said...

Faz lembrar o Benigni que trata a sua amada por princepeza...tudo em italiano soa melhor...mas em português também,também. Já agora, alguém algures dizia que há dois tipos de homens: os que tratam sempre as mulheres como se fossem vacas e os que as tratam como princesas...pertences ao último grupo sem dúvida!

22/5/06 11:15  
Blogger Vanda Baltazar said...

Gostei muito de te ler, lá :)

aqui ou numa das tuas cidades, sempre, Tu.

beijo

Van

22/5/06 17:42  
Blogger legivel said...

Para mc:

Uma boa pergunta...
Porque motivo as pessoas se tornam difíceis?

Tenho de começar a investigar a vida das minhas personagens, está visto...

22/5/06 19:43  
Blogger legivel said...

Para vanda baltazar:

Segundo oiço dizer, não há uma idade específica para deixar de acreditar em histórias de encantar.

No que me diz respeito, nunca acreditei; tive uma infância terrível , uma adolescência desastrosa e na idade adulta dedico-me a cultivar a infelicidade*.

* Uma vocação descoberta tardiamente; a da agricultura...

Beijos e risos.

22/5/06 19:54  
Blogger legivel said...

Para askim:

Sempre. E não há possibilidades de regeneração.

Amar é um sentimento fantástico! Há quem morra por sua causa. Quem cometa as maiores loucuras. Quem se submeta aos maiores sacrífícios... Por amor, já deixei de me alimentar*


* Um dia, ao jantar.

Beijos imensos.

22/5/06 20:05  
Blogger legivel said...

Para jpd:

Caro José:

Que o ditado surta efeito de lá para cá... ainda vá que não vá. Mas que en su sitio "eles" nos passaram as botas com uma pinta das antigas, disso não há a menor dúvida. Nem a monarquia foi impedimento...

Abraço.

22/5/06 20:12  
Blogger legivel said...

Para alice:

... a Madalena meio-grávida!? não se atrapalhou; conseguiu ficar grávida na totalidade -com a colaboração do Gaspar, claro, e teve filhas até dizer chega (que é uma forma estranha de querer dizer sem fim) e a todas elas pôs o nome de... Madalena. Estabeleceu-se numa pastelaria que se tornou conhecida pelas "madalenas", aquele bolo que não é um queque nem deixa de ser. Passei por lá um dia e tinha um letreiro bem visível na porta "Um café e uma madalena, um euro!" Não entrei que aquilo pareceu-me um bocado suspeito...



Eu estou sempre bem Alice... à excepção das vezes em que não. Tenho dias...

Muitos beijos.

22/5/06 20:28  
Blogger legivel said...

Para rui:

... quando começaram a pintar a manta deviam ser para aí uma onze horas da manhã. Por causa dos desvarios da noite anterior, mal dormiram. Artur era da opinião que a manta devia ser pintada totalmente de vermelho; Gaspar não estava para aí inclinado, que de verde é que era. Decidiram por fim, que cada um começasse a pintar um dos lados da manta (um lado de verde, outro lado de vermelho. Quando terminassem, chamariam a Diana para pintar o círculo com as quinas. Se bem o pintaram?! melhor o fizeram. Só que quando foram pela princesa, ela já tinha arrancado para o Jamor, para aquela cena feminina de pintar a bandeira nacional por causa do mundial do pontapé na bola.
De tão danados que ficaram, Artur e Gaspar nunca mais comeram bifes de ce...bolada!

22/5/06 20:41  
Blogger legivel said...

Para seila:

... efectivamente Gaspar espetou-se com a carripana numa viagem que fez a França, para adquirir uma casita de férias em Avignon. O desastre deu-se ainda em Espanha -mesmo à beirinha da fronteira e os jornais noticiaram a espetadela?! já em solo francês, pois devido ao embate Gaspar foi cuspido do carro e aterrou em França, ficando a viatura em Espanha. Muitos duvidaram desta versão. Mas foi assim mesmo. Um dia, tinha de ser reposta a verdade dos factos; foi hoje.

22/5/06 20:55  
Blogger legivel said...

Para poca:

Ora aqui está uma posição ainda não explorada neste terrível drama de amor; esperar que a intuição... resolva. A feminina é conhecida. Da masculina diz-se ser menos eficaz. O Gaspar fica em desvantagem...

22/5/06 21:36  
Blogger legivel said...

Para sea:

Como é sabido, não gosto de contrariar as opiniões de quem aqui vem (só quando calha... )mas desta vez minha cara Sea, penso que a princesa tomou uma decisão apressada. É que se ela pretende juntar os trapinhos com um seu igual (de linhagem... ) isto por cá, pelas notícias que me chegam, não está assim tão bem abastecido como em Espanha. Mas prontos; gabo-lhe a coerência?! de detestar cenas pitorescas com a vizinhança...*

*risos com fartura e boa semana!

22/5/06 21:42  
Blogger legivel said...

Para pilantra:

Berram pois! Não têm vergonha nenhuma os gajos...

... "... só para ir aos caramelos... ". Pois. Se ainda fosse uma patuscada daquelas que não temos feito!? ainda vá que não vá...

Risos & mais risos, SA.

22/5/06 21:49  
Blogger A. said...

:)))um dia ao jantar???
(risota pegada,a minha)

...nem imaginas quantos jantares e quantos dias sem vontade nenhuma de pensar em comidinha
...sou mesmo assim,uma tola.

Abraço azulinho Al.
fazes-me bem.
olha...:))))

22/5/06 21:51  
Blogger legivel said...

Para inbluesy:

Foi com enorme desespero que li o teu comment... apenas hoje. Se não te importas, de uma próxima vez que quiseres fazer o favor de me trazer pastéis de nata, avisa-me com tempo.
Ainda estou a salivar. Com franqueza!!

É bonito e muito agradável!

Beijinhos e boa semana!

22/5/06 21:55  
Blogger legivel said...

Para maria p :

Obrigado. Uma óptima semana!

22/5/06 21:56  
Blogger legivel said...

Para joana:

Parece conheceres bem a realidade feminina espanhola (isto a fazer fé na tua ilustração capilar... ).

Do Gaspar, a sorte já lhe está traçada. Da princesa não tenho tido notícias. Quem não lhe escreve, sou eu, que não quero levar uma resposta torta!!

Beijos e boa semana!!

22/5/06 22:08  
Blogger legivel said...

Para mendes ferreira:

Se tivesse um teclado hieróglifico...

beijos.

22/5/06 22:11  
Blogger legivel said...

Para as velas ardem até ao fim:

Com a resposta que ela deu ao Gaspar, acho que já começou a corrida...

... e a tua opinião conta!

22/5/06 22:13  
Blogger legivel said...

Para alice:

Ainda bem que gostaste Alice. Foi um comment algo diverso dos habituais. Deu-me para ali; podia dar-me para pior. Que nestas coisas nunca sei o que vou fazer antecipadamente. Só depois de me pôr ao teclado.

Beijinhos.

22/5/06 22:18  
Blogger legivel said...

Para semcantigas:

Desinformado?! Eu?! Que leio exaustivamente todos los periodicos españoles de la "Marca" hasta "El Mundo Deportivo"...

"... os túneis do destino"? essa passou-me ao lado... ou a rasar a barra. Ainda se fossem os tonéis das caves do Dão...

22/5/06 22:27  
Blogger legivel said...

Para segurademim:

... e quem lhe desenhou o vestido foi aquela jovem?! estilista que parece que veste habitualmente um queijo suiço (são buracos até ao pescoço... )a Fatyada Lopez. Acho que são amigas de infância, porque não lhe levou nada pelos arranjos.
O pior foi quando a Diana, já um pouco alegre com os brindes que se iam sucedendo sem parança, no decurso do copo d´água?! esparramou na bela peça d´arte que trajava, uma boa porção de uma apetitosa sopa de feijão encarnado com couve lombarda.
Afinal, onde estavam as refinadas maneiras principescas?

Lê a continuação desta enervante estória de amor, na edição de sexta-feira do "Notícias de Grândola".

22/5/06 22:43  
Blogger legivel said...

Para jl:

Penso que será a sorte dele. Com alguma persistência, quem sabe se não acabará como portero de um dos grandes de Espanha? Uma espécie de percurso inverso ao de Julio Iglesias; de guarda-redes no Real a cantante de fama internacional.
Gaspar de grafitteiro artístico a porteiro do estádio de Santiago Barnabéu?!

Boa semana!

22/5/06 22:53  
Blogger legivel said...

Para spiritman aka bacardiman:

Obrigado pelas tuas palavras elogiosas. Quem sabe se por via delas, não exprimentarei o campo da cinematografia nacional, tão precisada anda ela de novos e talentosos valores?!

Paz e amor!...

22/5/06 23:02  
Blogger legivel said...

Para mendes ferreira:

... consorte...
de fino trato
e de recorte.

22/5/06 23:07  
Blogger Phi@ said...

Apesar de todas as razões possíveis para uma renúncia seja a que pedidos forem, esta nunca deve ser feita de forma tão cobarde!! Fugir a respostas de recusa não impede de fugir aos problemas!! Fico triste por Gaspar e lamento os seres que façam de muros, papel, sms ou mails um palco de enganos!!!

22/5/06 23:11  
Blogger legivel said...

Para batista filho:

Temos por aqui (na história lusa) uma mulher de antes quebrar que torcer, com o mesmo ardor e força da princesa. Só que de condição muito mais baixa; a Padeira de Aljubarrota.
Esta dava pauladas nos castelhanos. A da minha estória, manda o amante para Espanha...

Abraço fraterno.

22/5/06 23:12  
Blogger legivel said...

Para manhã:

O teu comment é precioso. É que se alguém tinha dúvidas do meu comportamento com o sexo feminino, tirou-as de vez...

... é que já se murmurava (à boca pequena, claro!) no virtual, que tinha sido eu que tinha fanado a vaca da cow-parade!

22/5/06 23:20  
Blogger lélé said...

ó pra ela a fazer-se de cara!... sua Diana, princesas há muitas!... (príncipes é que nem por isso!...)

22/5/06 23:20  
Blogger legivel said...

Para vanda baltazar:

Fico muito satisfeito com isso; acredita. Agora não estou a rir; tu não vês, mas é verdade.

Beijo com B grande.

22/5/06 23:23  
Blogger legivel said...

Para askim:

Gosto que sorrias. Em todas as cores. Mas sobretudo em azul.

Abraço.

22/5/06 23:26  
Blogger legivel said...

Para phi@:

Plenamente de acordo contigo! A princesa devia ter aberto a porta a Gaspar e dizer-lhe na cara o que pensava de ele ter escrito aquelas palavras. Mas não; refugiou-se no comodismo da sala a ver um qualquer programa abaixo de cão e respondeu-lhe na mesma moeda que não quis aceitar dele! Vivências de um tempo cruel, digo eu...

22/5/06 23:36  
Blogger legivel said...

Para lélé:

Olha que nem nas "páginas amarelas" se topam!!

Acho mesmo que a maioria já está a viver em Espanha há muito. Com a gasolina mais barata, não admira...

22/5/06 23:39  
Blogger sonia said...

E eu que achei um gesto tão bonito. eu responderia que sim :)
beijinhos

23/5/06 00:42  
Blogger legivel said...

Para sónia:

Mas há princesas e princesas...

Beijinhos.

23/5/06 08:05  
Blogger Maite said...

Caro Legível
Nada a acrescentar a não ser que soltei umas "valentes" gargalhadas. Mas...pobre Gaspar! :( precipitou-se. Imagine que no outro dia vi uma banda enorme num viaduto a dizer "amo-te (não sei quem - não me lembro já do nome)" e pensei cá para os meus botões "este rapazinho não deve ser bom da 'carola'"

Tenha um bom dia :)

23/5/06 11:01  
Blogger legivel said...

Para maite:

Cara Maite:
Pessoalmente pouco tenho a opor a esta (moderna?!) forma de comunicação sentimental. Cada um exprime-se a seu modo... e gosto.

Mas convenhamos que há, nestes casos, algum exibicionismo deslocado nas coisas do mais privado; digo eu, que sou mais para o recatado...

Um bom dia também para si!

23/5/06 11:09  
Blogger Sofia said...

Simplesmente fantástico!!!!!!

Adorei. Bjs . Muitos

23/5/06 11:21  
Blogger legivel said...

Para sofia:

Obrigado Sofia, leitora atenta e contadora de estórias de viagens que eu gostava de fazer...

Beijos; imensos.

23/5/06 11:31  
Blogger Sea said...

sniffff... "pontos".... boa semana :)

23/5/06 15:39  
Blogger legivel said...

Para sea:

... toma lá um lenço; está lavado..

23/5/06 15:59  
Blogger Sea said...

thank God!

23/5/06 16:41  
Blogger inBluesY said...

e quanto tempo precisa o meu Amigo para ser avisado de tamanha simpatia ? recordo que disse um tabuleiro ... sabe quantos são ? só por acaso?? esqueça eu tb não !

Um BJ

23/5/06 22:36  
Blogger legivel said...

Para inbluesy:

Bastam dois dias para arranjar um sítio para os arrumar...

Assim a olho... talvez uns trinta! Que bom; tinha pastéis de nata para quatro dias!!

bjs.

23/5/06 23:09  
Blogger jorgesteves said...

'tá feito, o Gaspar!...
'De Espanha nem bom vento, nem bom casamento!'
abraços,
jorgesteves

24/5/06 14:44  
Blogger Sea said...

a sorte, é que tu não tens mail, senão já estava a mandar vir contigo!

12/6/06 17:12  
Blogger legivel said...

... que disse?! eu tenho tudo. Não me falta nada, ora essa!!

12/6/06 23:18  

Post a Comment

<< Home