Saturday, April 29, 2006

VERTIGENS




















O autocarro ziguezagueava pela estrada onde mal cabiam duas viaturas ligeiras lado-a-lado. E subia, subia, como que pretendendo alcançar o céu azul-sem-mácula, naquele perfeito dia de primavera. As alturas sempre lhe meteram um certo respeito e depois de meia-hora de viagem, já se condenava por não ter alugado o raio dum carro na cidade, pois uma coisa era a confiança que tinha em si próprio, a outra, o desconhecimento das capacidades de condução daquele motorista que não conhecia de lado algum e em terreno tão acidentado como aquele.
De cada vez -e preludiando mais uma subida a pique, numa curva apertada, que se fazia ouvir o guinchar do rodado, Amadeu ficava à beira do pânico, remexendo-se nervoso no assento e pedindo aos céus o fim rápido de tal suplício. Para mais, o lugar onde se sentava, não lhe permitia ver o precipício que adivinhava perigosíssimo, pelos cumes montanhosos que desfilavam e conseguia descortinar à sua direita. Da sua janela seria o paraiso. Uma sinfonia em tons predominantes de verde, de olivais, choupos, veredas e uma ou outra casa aqui ou mais além.
Numa dessas curvas em que o autocarro inclinou ligeiramente, voltou-se para a mulher que viajava a seu lado e disse «Este tipo está a exagerar! Não tarda nada e espeta com o pessoal lá em baixo! E você aí calada que nem um rato... Vai cheia de medo não é?!» Franzindo o sobrolho ela respondeu-lhe calmamente «Ó homem! O motorista faz isto todos os dias e sabe-se lá há quantos anos... E você a pôr em causa o profissionalismo da criatura... ».
Uma travagem mais brusca, foi o epílogo da viagem para Amadeu. Ergueu-se, espetou o dedo para o motorista e berrou «O senhor vai imediatamente abrir-me a porta e deixar-me aqui! Ou pensa que poderia dar-me cabo do canastro quando muito bem entendesse?!»
Do Miradouro de Santa Luzia, passando pela Sé, Amadeu desceu até à Rua Augusta num ápice. Sentou-se na primeira esplanada que encontrou e respirou aliviado.

Valldemossa, Palma de Maiorca, 2006.Texto e foto de Alberto Oliveira.

48 Comments:

Blogger Maria P. said...

Fantástico!

Bom fim de semana.

29/4/06 11:16  
Blogger sotavento said...

Vê lá tu bem como uma pessoa se engana! Eu afirmaria a pés juntos (deve ser por causa do equilíbrio) que a foto era do barrocal algarvio!... :)
Quanto ao Amadeu, é tão parecido comigo que nem te digo nem te conto!... :)

29/4/06 11:52  
Blogger Maite said...

Caro Legível
Imagino as vertigens dessa viagem quase surreal já que a mim aconteceu-me a mesma coisa embora noutro cenário. E o mais cruel é que nem podia dizer ao motorista para me deixar já ali porque ali seria no meio de nenhures e quando perguntei a uma senhora idosa que viajava no banco do lado ( e que por sinal fazia aquela viagem todos os dias)se não tinha medo ela apenas me respondeu laconicamente "nós já entregámos a alma a Deus". O que me descansou imenso, como pode imaginar :))

Bom fim de semana para para si

29/4/06 13:52  
Blogger amigona said...

Uf! Que susto!!!! Está muito giro!!! Fica bem...

29/4/06 23:35  
Blogger sem cantigas said...

(o máximo que posso fazer é partilhar o titulo e o blog, não te quero ceguinho!)

30/4/06 00:28  
Blogger oalcoviteiro said...

percebe-se. o alívio. boa noite, um abraço.

30/4/06 00:31  
Blogger segurademim said...

... imagino que tenha bebido umas bejecas para lhe tirarem a aflição!

depois, apareçeu o Aquilino, com a velha história da sogra que quer que ele pinte a casa de amarelo, é moderno, usam-se novamente as cores fortes

na montra espelhada da loja de lingerie da esquina, viram uma gaija toda boa, suspiraram ambos... para que uma coisinha daquelas lhes caísse sem demoras no prato dos tremoços

não tiveram sorte nenhuma e o dia caia vertiginoso

bom 1º de maio ;)

30/4/06 11:21  
Blogger Pilantra said...

Voltaste em forma, que as velejações fazem sempre bem: botam sal na alma!

Óleo, foi de paixão. Para sempre e em tudo.
Claro que sou infiel - como se poderá ser fiel se não formos infiéis? De vez em quando dou uma escapadinhas com uns pastelinhos. Mas só apontamentos: sou diabética!

Abraço e bom regresso ao tintol!

30/4/06 11:35  
Blogger Pilantra said...

Ah!... esqueci-me!
Aquelas laranjas são amargas!...
Há muitas primas destas pelos Algarves mas estas são de Faro, na «cidadela», lá no alto.

30/4/06 11:40  
Blogger Mendes Ferreira said...

Amadeuses....


ou a tortura barroca de uma certa lisboa....:)


beijo.

30/4/06 16:23  
Blogger Klatuu o embuçado said...

Machado!

30/4/06 17:37  
Blogger A. said...

E como sempre...
ziguezagueias com as palavras
como esse nosso amigo motorista...em altas velocidades
como quem deseja alcançar
o tal azul de que tanto gostamos:)

As tua palavras por mim
no dia que era DIA,meu,nosso e de quem quiser...foram de uma
sensibilidade tocante.
Danças sim...e maravilhosamente.

Mil obgs Al.
o enlace será sempre
o nosso.sincero e azul.
azulinho.:)

1/5/06 02:27  
Blogger lélé said...

quem disse que isso é surreal?!... já há aqui vários testemunhos da realidade da situação!... entendo bem o Amadeu!...

1/5/06 06:09  
Blogger Mendes Ferreira said...

obrigada "Baltazar"....ficou LINDO.


assim.



beijo. de maio.

1/5/06 10:53  
Blogger clotilde said...

Olá meu ,
como estás?
Estou sem tempo de ler.
Estou mesmo para ir de viagem. Assim que voltar, venho cá ler-te e dar-te um beijinho.
Bom feriado e uma boa semana.
Beijinhos

1/5/06 12:33  
Blogger Pilantra said...

Viva o Primeiro de Maio!

1/5/06 14:36  
Blogger MC said...

fui enganada, mais uma vez...:)

Bom feriado!

Abraço

1/5/06 16:12  
Blogger JPD said...

Olá Alberto!

Também passei umas férias extraordinárias em Palma de Maiorca.
Valldmossa é lindíssimo.
Um abração

1/5/06 19:07  
Blogger JL said...

Olha, olha, temos o amigo Lé de volta, com histórias de encantar e o finíssimo humor de sempre.

Ora, brindemos, pois ao regresso do Lé e ao Amadeu que deve ter chegado à esplanada com as calças todas sujas no rabo... tal foi o susto!

Boa semana

1/5/06 19:15  
Blogger Vanda Baltazar said...

Será que isto é a descrição da viagem até à terra prometida?? ;)

Baltazar "pelo na venta" teria ido até ao fim....não é homem de descidas ;)nem de falta de....
;)

PS-ja vi que a Isabel não se importou (pelo contrario) com a invasão de espaço ;) e eu la cheia de mariquices;)

1/5/06 19:35  
Blogger legivel said...

Para maria p.:

Pelo que o Amadeu relata... não deve ter ficado com essa opinião...

Óptima semana!

1/5/06 19:39  
Blogger legivel said...

Para sotavento:

Numa afirmação, os pés nunca se devem juntar; um à frente e outro... atrás. Para manter o equilíbrio.

Efectivamente é uma foto de paisagem igual a tantos outros lugares. Mas se clicares na imagem para aumentar, verás a palavra Mallorca estampada no autocarro.

Já somos dois. Também me fazem uma certa confusão as alturas demasiado... altas.

1/5/06 19:45  
Blogger legivel said...

Para maite:

Cara Maite:
No caso vertente (que originou a ficção) também momentos havia do percurso que ninguém se atreveria a pedir para sair pois que à volta não se via vivalma nem casa de habitação. Encosta de um lado, estrada ao meio e precipicio do outro...

Óptima semana!

1/5/06 19:56  
Blogger legivel said...

Para amigona:

Thanks. Fico bem, pois claro, mas com os pés em terra firme...

Boa semana para ti.

1/5/06 19:57  
Blogger legivel said...

Para semcantigas:

Sabia que podia contar contigo. Pela tua forma de te expressares na escrita, vê-se à légua que és uma pessoa solidária.*

Assim dá gosto viver!!

* Volto à utilizar a frase-chave; eu seja céguinho se não estou a falar a sério!

1/5/06 20:01  
Blogger legivel said...

Para oalcoviteiro:

Já passou!

Abraço e óptima semana!

1/5/06 20:03  
Blogger legivel said...

Para segurademim:

Estou boquiaberto!! Esse seu comentário tem todos os ingredientes possíveis e imaginários para me pôr a fazer ivestigação aturada sobre a origem das coisas.
Vou jantar e depois vou fazer o trabalho de campo.

Obrigadinho. Boa semana também para si!!

1/5/06 20:08  
Blogger SalsolaKali said...

Faz-me lembrar qd indo eu de expresso para Tomar... numa das descidas vertiginosas da estrada que liga Fátima a Ourém, se solta uma das duas rodas de trás do lado esquerdo da camioneta... e quase nos passa à frente…
Ou o motorista louco da camioneta da RN laranja, que levava os ramos da oliveiras todos à frente e íamos a viagem toda a ouvir galhos a roçar nos vidros... ainda bem que eu entretanto deixei de ter de andar de transportes públicos :|
BJ SK

1/5/06 20:30  
Blogger legivel said...

Para pilantra:

Fazem sim senhor! Velejo?! desde miudo. A velha estória dos barcos na banheira.

Nem em tudo que faço ponho paixão; as mais das vezes uso açafrão... ou noz moscada.

Pastelinhos uso; de bacalhau, de belém e de massa tenra. Sou eclético.

Também uma para ti e óptima semana! Tenho aqui a garrafa ao lado.

1/5/06 21:35  
Blogger legivel said...

Para pilantra:

Por aqui se prova que não tenho mesmo faro para detectar (em imagens) as laranjas doces...

1/5/06 21:38  
Blogger legivel said...

Para mendes ferreira:

Não confirmo nem desminto qualquer ligação parental ao mais famoso Wolfgang. Nem que possua algum piano em casa. Mas posso tirar isso a limpo...

Cruzes! Fizeste-me lembrar a Inquisição com essa da tortura barrocal...

beijo.

1/5/06 21:47  
Blogger legivel said...

Para klatuu o embuçado:

Machado?! Não mora aqui. Procura em Murcon...

1/5/06 21:49  
Blogger legivel said...

Para askim:

É verdade que sim. Mas não exagero na velocidade que ainda quero viver mais uns largos aninhos...

... para irmos discorrendo sobre uma das cores do espectro solar, parecida à do céu sem ´nuvens...

... e dançarmos, dançarmos...pelo menos uma vez por ano.

Abraço amigo.

1/5/06 21:58  
Blogger legivel said...

Para lélé:

É pá! Ainda bem que o entendes! que o sujeito quer que eu escreva um post a desmentir que não tem vertigens e que não conversou com a mulher que ia sentada ao lado dele. E mais; não mandou o motorista parar o carro e só saiu em Alcântara!.
Vou-te passar o gajo, está bem?!

Óptima semana!

1/5/06 22:04  
Blogger legivel said...

Para mendes ferreira:

Espero não ter exagerado no espaço e no tom. É que por vezes entusiasmo-me e vou por aí fora...

beijo.

1/5/06 22:06  
Blogger legivel said...

Para Clotilde:

Estou bem, quer-se dizer, na mesma. Que detesto estar óptimo, porque sempre ouvi dizer que o óptimo é inimigo do bom e eu não quero comigo, este tipo de disputas, não sei se me entendes. Eu sei que não sou muito facil de entender, mas com os diabos! e os que falam chinês sem sotaque?! fazem-se entender melhor pelos europeus??. Portanto nem sou assim dos mais difíceis...
Mas vai. Vai viajar, diverte-te, que depois falamos sobre isto.*

Beijinhos.

* Não fiques a pensar no assunto; não tem ponta por onde se pegue...

1/5/06 22:15  
Blogger legivel said...

Para pilantra:

Estava tão metido comigo mesmo (do género "não estava cá") que quando cheguei ao teu comment interroguei-me «Mas... já chegámos a Maio?!» É verdade; o tempo passa a correr. Ainda ontem foi o 25 de Abril, hoje foi o 1º de Maio e amanhã será o 19 de Julho!
Que data é essa?, perguntarás tu. E eu, afável e pacientemente, responderei: «Não sei! Mas nesse dia alguém nasceu, não é verdade? Portanto, parabéns á prima!!.
Não faças caso, faz de conta que não leste e tosse para disfarçar...

1/5/06 22:28  
Blogger legivel said...

Para mc:

Desculpa mas garanto-te que não tenho qualquer responsabilidade nisso!
O mais que posso fazer é dar-te o contacto do Amadeu e entende-te com ele. Ainda por cima o tipo é meio maluco... cuida-te.

Abraço.

1/5/06 22:32  
Blogger legivel said...

Para jpd:

Olá José:

É verdade que Valldemossa é lindíssima. Foram umas boas férias para descomprimir. Mas quero mais...

Abração.

1/5/06 22:54  
Blogger legivel said...

Para jl:

De volta e nada satisfeito! Que o que eu pretendia era ficar por lá até finais da época alta.

Mas interesses mais altos se levantaram. Que "o país precisava de mim", que "todos não seremos demais para combater a crise" e "patati patatá" lá me convenceram a regressar. Só ainda não sei que ministério vou integrar; mas isso não é relevante. Desde que não seja o da Seguraça Social...

Óptima semana!

1/5/06 23:05  
Blogger legivel said...

Para vanda baltazar:

Não será muito habitual mas acontece. As personagens do conto-curto-comment que deixei na Isabel, dão, pela ordem de entrada em cena baltazar vanda. Só depois de ler o teu comment aqui no meu blog (e porque me pareceu algo estranho) e de ter ido novamente ao da Isabel, dei por isso. Do subconsciente ou não, poderia agora dizer que foi uma homenagem ao teu nick-name. E porque não?

Óptima semana!

1/5/06 23:18  
Blogger legivel said...

Para salsolakali:

Bom! As tuas aventuras (pelo menos a da roda que se soltou) não são em nada menos dramáticas que a do Amadeu.

Na parte que me toca, para distâncias grandes, só há um transporte que me convence; o avião.
É o que utilizo quando vou com frequência de Almada para Grândola.

Bjs e óptima semana!

(Não sei porquê, mas acho que não fui nada convincente... )

1/5/06 23:26  
Blogger batista filho said...

Será que esse motorista aprendeu a dirigir com o meu sogro?!

2/5/06 11:22  
Blogger legivel said...

Para batista filho:

Se o teu sogro não tem mão no freio.. então andaram na mesma escola...

Abraço.

2/5/06 11:53  
Blogger Sofia said...

Muito bom. Até senti as vertigens!

;)

2/5/06 12:38  
Blogger legivel said...

Para sofia:

Cuidado! Equilibra-te!!

2/5/06 13:03  
Blogger Rui said...

Aposto que seguiu a linha do eléctrico. Para não se perder de si.

3/5/06 17:48  
Blogger legivel said...

Para rui:

Pelo percurso indicado, só podia...

4/5/06 01:28  

Post a Comment

<< Home