Wednesday, March 08, 2006

DE FATO de FACTO
























Não te equivocaste de facto
por uma mera ilusão ocular
descansa não foste atraiçoada
pois era eu mesmo trajando fato
um ponto na multidão tentacular
anónimo espectador desse concerto
que de modo indelével me marcou
em fim de dia ainda tão hodierno
e o trajar de facto a pedir conserto
mas não deixo por tal de ser (e sou)
de fato ou casual(mente)... terno.



Imagem de: Alberto Oliveira.

55 Comments:

Blogger alice said...

de facto, estavas de fato

assentava-te bem, apesar das rugas de expressão nas bainhas das calças

e eu hesitei em admitir-te tão nu

demorei a perbeber a roupa dos teus afectos

e nesse dia perdi a ternura de todos os outros dias em que não usavas gravata

e não há segundas oportunidades para as primeiras impressões

um beijinho,
alice

8/3/06 11:54  
Blogger clotilde said...

Bem, o teu escrito está bonito, o comentário da Alice está lindo, e pergunto-me, que ando eu aqui a fazer? Não dou uma para a caixa!
Daqui a bocado venho aqui deixar outro comentário, agora não sou capaz porque estou com fome.

Beijinhos

8/3/06 13:13  
Blogger Sofia said...

Terno, ternurento de facto!

Já te disse que gosto de te ler?

bjs

8/3/06 14:44  
Blogger robina said...

Terno? Mudaste muito...:-)))

8/3/06 14:58  
Blogger Rui said...

E o ar distinto dele? certamente espera por ela. Vê-se que sabe o que quer.
Gostei muito do corte e da costura das palavras.

8/3/06 15:58  
Blogger @ said...

ó alfaiate, alfaiate...
conserta o meu fato,
que não é bonito, mas é meu...
ó alfaiate, alfaiate...
conserta o meu fato,
que um dia vai ser teu...

8/3/06 16:00  
Blogger Pseudo said...

Susbcrevo a Clotilde (excepto a parte da fome ) e a Sofia.

8/3/06 16:05  
Blogger Vodka e Valium 10 said...

Engraçado, como a mistura do português do Brasil como o português da Europa dão frutos muito interessantes.

Porque não fazer o mesmo com argentino e castelhano?

8/3/06 16:56  
Blogger segurademim said...

Terno o facto de ires ao concerto em dia tão simbólico de fato e gravata...
arriscaria que foste mobilizado para fazer o discurso oficial do dia lá na tua freguesia!?

muito interessante este teu brincar com as palavras ;)

8/3/06 20:32  
Blogger lélé said...

... subscrevo a Pseudo, que subscreve a Clotilde (excepto a parte da fome ) e a Sofia...

8/3/06 21:52  
Blogger Azul said...

Olá caro amigo. Vim agradecer-lhe uma vez mais, acho que de forma especial desta vez, os últimos comentários que por lá deixou-naquele meu canto, que não faço questão que seja encantado, mas de que me orgulho, mais que não seja pelo facto de o ter como leitor assíduo, a si. Encantada!
Como vê, ando numa espécie de reboliço interior, e por esse facto, hoje apetece-me considerar que este seu texto de hoje foi-me dedicado. Vem mesmo a calhar, como compreendeu tão bem. Até no pormenor do concerto de noutro dia, em que poderia muito bem também ter estado (eu estive, no sábado, no CCB, à noite)e, de soslaio, mesmo de facto amarrotado, me tenha visto de longe e acenado com ternura. Reconhecê-lo-ia, estou certa. Um grande beijo para si. Até breve. Obrigada.

8/3/06 22:07  
Blogger manhã said...

Poeta hein?

8/3/06 22:27  
Blogger clotilde said...

Voltei hoje, quase à mesma hora, desta vez sem fome.

O teu poema(?) está mesmo bonio, é como se houvesse uma certa vergonha em trajares fato e ao mesmo tempo isso te desse grande prazer. Sinto-me sempre diferente sempre que tenho que me arranjar como deve ser, parece que não sou eu de facto, é uma personagem que encarno... aiai já nem sei o que digo.
Vou regar os vasos.

Beijinhos

9/3/06 12:16  
Blogger alice said...

bom dia, querido legível,
vim só dar-te um beijinho...
apeteceu-me!

fica bem,
alice

9/3/06 12:19  
Blogger Seila said...

ai que o homem agora deu-lhe prá poesia e para o jeitosinho que de facto nem lhe cai nada bem; que o que eu gosto, e lhe vai mesmo bem, é o calçanito a rasar o joelho, uma camisita de flores a dar para o rosa choque com a fralda a tapar os rechonchudidos posteriores e na cabecita um boné do benfica## com a pála bem descida no pescoço. E facto, fato, amigo, não lhe vai com o corpito nem, direi, com o seu jeito.
## perdão do sporting, mas é que desde a coça de ontem à noite eu só sei dizer BENFICA

9/3/06 12:23  
Blogger Spiritman aka Bacardiman said...

O Alfaiate faz consertos de alma, essencialmente, esses são os melhores consertos, o fato é apenas a sua assinatura, de facto!

Abraço mixed by Jameson 12 anos!

9/3/06 13:37  
Blogger Alma said...

É de facto um fato.

9/3/06 17:46  
Blogger A.na said...

Simples sem mentir...
o azul mais terno
que encontrei por cá...venho
assim...sem fatos nem factos.
Despida,de mãos vazias...para
te deixar o meu beijo de o adeu sempre azul,sempre tão terno...sempre tão eterno A.

da ana.
sempre a eu...mais ninguém.

obg meu A.migo meu.

9/3/06 21:23  
Blogger JPD said...

Acho belíssimo.
«Feitio» exemplarmente (escrito) desenhado e preparado.
Excelente este fatodefacto!!!!!
Um grande abraço

9/3/06 21:51  
Blogger Phi@ said...

Porque pedes tu conserto meu caro?? Tens receio de seres terno, bondoso e gentil?? serão estes adjectivos ameaça para uma virilidade, que nos dias de hoje, corre nas veias de todos os homens que esquecem o cavalheirismo para se tornarem em broncos andantes e falantes?? Não, tu não és desses...tu já és de facto um senhor com ou sem fato, porque nem sempre o hábito faz o monge!! Bxox lgvl

9/3/06 22:38  
Blogger Mendes Ferreira said...

de facto quando assim se escreve

...........vale a pena.....LER.



bom dia. e bjo.

10/3/06 09:49  
Blogger alice said...

bom dia, jorge, rogério, legível,
quantos homens tens dentro do teu fato?
qual o personagem da tua vida que me inquieta?
esta intriga sabe a carne
e eu sou vegetariana
um beijinho
alice

10/3/06 11:03  
Blogger alice said...

querídissimo legível,
nunca levei a mal, pelo contrário, adoro-te!
desculpa, mas não consigo ser mais explícita do que isso...
por favor, não deixes de vir a minha casa
a tua visita é das mais sábias
um beijo
alice

10/3/06 11:28  
Blogger clotilde said...

Vim apenas desejar um bom fim de semana

Beijo

10/3/06 14:55  
Blogger anirada said...

Olá, pois eu acredito que te ficasse bem o fato, de facto.
fica bem

10/3/06 17:35  
Blogger sonia said...

ternurentos...os dois. beijinhos

10/3/06 17:38  
Blogger Pilantra said...

Espero que o concerto tenha sido um bom conserto!
Abraço!

10/3/06 19:55  
Blogger legivel said...

Para alice:

Se as primeiras impressões
são as que contam de facto
os fatos não tinham botões
e as gravatas muito menos.*

Legível em pronto-a-vestir.

Beijinhos e um óptimo fim de semana!

10/3/06 21:34  
Blogger legivel said...

Para alice:

Os teus comentários são tão bons como quisquer outros. Isto, se bem percebi aquela do não dou uma p´rá caixa.

Senão percebi, então aconselho-te vivamente que consultes o Diário Económico.

Na altura em que te comento, já deves ter almoçado & jantado...

Beijinhos.

10/3/06 21:47  
Blogger legivel said...

Para sofia:

Já disseste já. E se quiseres podes dizer mais vezes que eu não me importo que uma pessoa tão simpática como tu me alimente o ego.

Mas se não o disseres mais vezes, eu (e o meu ego) não nos importamos de passar fome; preferimos ter a tua companhia e simpatia.

Bjs.

10/3/06 21:56  
Blogger legivel said...

Para robina:

Com o tempo (e experiência... ) a minha sensibilidade veio ao de cima... como o azeite; podes temperar a tua próxima refeição de peixe cozido com Azeite de Fantasia. Directamente da Oliveira para o teu prato.

10/3/06 22:02  
Blogger legivel said...

Para rui:

Imagino que seria o primeiro encontro entre ambos; por isso o sujeito ia todo aperaltado. Daqui a um mês (se as coisas seguirem o curso natural das histórias de amor) até já lhe aparece de barba por desfazer...

Thanks.

10/3/06 22:05  
Blogger legivel said...

Para @:

Ó alfaiate, alfaiate!
pedi um fato de bom corte;
quem disse que tinhas arte,
que as calças deixam ver,
as minhas peúgas amarelas?!

10/3/06 22:18  
Blogger legivel said...

Para pseudo:

Já percebi; a bolsa de valores de lisboa tem aqui uma filial...

10/3/06 22:19  
Blogger legivel said...

Para vodka e valium 10:

É bem capaz de ser uma boa!... mas seria necessário dominar a língua-mãe o que para mim seria um problema. Em Espanha, a única maneira de me fazer entender, é falar português o mais rápido que sou capaz...

... ou o inglês de >Inglaterra com o inglês dos Americanos do Norte...

10/3/06 22:25  
Blogger legivel said...

Para segurademim:

Não arrisques uma coisa dessas que não acertas. Já dei a minha contribuição para esse peditório e... chega!

É o que costumam dizer; que sou um brincalhão...

10/3/06 22:30  
Blogger legivel said...

Para lélé:

Espaço para subscrição de acções... deste espaço.

Informação:
Os dividendos serão pagos em tempo oportuno. O alfaiate não tem tido muitas encomendas sendo que por esse motivo a sua cotação baixou.
Troca papéis de fantasia, por fazenda de caxemira.

10/3/06 22:37  
Blogger legivel said...

Para azul:

Cara Azul:
Este poema foi mesmo escrito a pensar em si. Garanto-lhe! E se soubesse como fiquei feliz por me ver a acenar-lhe no concerto do CCB. Porque na altura não correspondeu ao meu sinal -embora não muito efusivo, porque percebi que estava acompanhada por alguém muito maior que eu e sabe como são estas coisas... um mau-entendido logo num concerto e... eu ficar sem conserto nenhum, não seria nada saudável, fiquei com a ideia que já não gostava de mim. Ainda bem que tudo não passou de uma má interpretação da minha mente.
Um beijo grande para si Azul e o desejo de um interminável e gostoso fim-de-semana!

10/3/06 22:45  
Blogger legivel said...

Para manhã:

De vez em quando, o animal?! sensível que há em mim, solta-se.
Espero, que de uma dessas vezes, o carro da câmara não me apanhe; não tenho as vacinas em dia...

10/3/06 22:48  
Blogger legivel said...

Para clotilde:

Sabes muito bem o que escreves, pois. Falas do pouco à vontade que sentimos quando envergamos uma indumentária que nos é pouco ou nada habitual. Como se fosse uma segunda pele... que não é nossa.
Exceptuando os actores, claro.
Já vi que tens um outro comment mais abaixo.

Um óptimo fim-de-semana também para ti!

beijinho.

10/3/06 22:55  
Blogger legivel said...

Para alice:

És uma simpatia!
O fato é enorme (ou eu sou mais gordo que um texugo!)e assim sendo, personagens não chegam para o encher; é tudo uma questão de predisposição...
É bastante explícita não receies! Não deixarei de visitar a tua casa porque o faço com muito gosto. Juro! (não estou a fazer figas...)

Beijinho e um bom fim-de-semana!

10/3/06 23:03  
Blogger legivel said...

Para seila:

Ó mulher! olha que rica figura eu faria nesses preparos!! Seria a chacota de meia-margem-sul que a outra meia diria em voz bem audível: «PIROU DE VEZ!!»...

... que todos me conhecem (nos dias de jogo) de verde-lagarto-pintado... enjorcado.

Da poesia (melhor: dos arremedos) é para o que me dá e... a mais não sou obrigado.

PS: A coça de ontem... foi ontem. Vem aí o Barcelona que segundo o presidente das águias, também morre...! estas afirmações a destempo e destemperadas são pequenas pérolas... do futobolês luso...

10/3/06 23:15  
Blogger legivel said...

Para bacardiman aka spiritman:

Bem visto! O metier do alfaiate é concertado com as apetências (e o físico) do cliente.
E se a carteira não está muito recheada, não há outro remédio senão o pronto-a-vestir...

Abraço by água tónica.

10/3/06 23:24  
Blogger legivel said...

Para luz:

É pois! E bom, que não é feito dessas fazendas sintéticas...

10/3/06 23:28  
Blogger legivel said...

Para a a:

É sempre um prazer receber a tua visita. É o momento em que este sítio paradoxalmente se veste e se despe... de azul resplandecente.
Obrigado Ana.
Um beijo amigo e um óptimo fim de semana!

10/3/06 23:50  
Blogger Marco Ferreira said...

Estas diuas leituras deixam-nos "sentados"

Bom fim de semana

marinheiroaguadoce a navegar

10/3/06 23:57  
Blogger legivel said...

Para jpd:

Caro José:

Nem sempre o feitio do fato se ajusta ao feitio de quem o veste; a arte do alfaiate, é de facto essa; a da tentativa do ajuste da fazenda ao corpo. Traçado, cortado, pespontado, descosido, refeito, o tecido adapta-se ao corpo; ao feitio, dificilmente...

Abraço.

11/3/06 00:06  
Blogger legivel said...

Para phi@:

Seria mais um conserto corporal...
... que desses outros que descreves não me envergonho nada de os ter; pelo contrário. A ternura, a gentileza ou a bondade nunca afectaram a minha sexualidade; que o testemunha quem para mim é terno, gentil ou bondoso. E tu és assim também; que os olhos não mentem...

Beijos.

11/3/06 00:17  
Blogger legivel said...

Para mendes ferreira:

Gostei que tivesse gostado da textura tecida com vocábulos do quotidiano.

Boa noite. Bjo.

11/3/06 00:26  
Blogger legivel said...

Para anirada:

Nem por isso; e não por inabilidade do mestre alfaiate. A minha curvatura de costas não permite milagres...

Fica bem.

11/3/06 00:28  
Blogger legivel said...

Para sónia:

Desejo à minha velha amiga Sónia, com muita ternura, um belo fim-de-semana!

Beijinhos.

11/3/06 00:32  
Blogger legivel said...

Para pilantra:

Não foi mau. Mas já ouvi muito melhor. Nada como a música dos inícios dos anos setenta...

(estou-me a tornar um saudosista do caraças...)

Abraço.

11/3/06 00:37  
Blogger legivel said...

Para marco ferreira:

Olha que por vezes prefiro ler de pé... sobretudo quando navego; na travessia do Tejo, que é muito rápida.

Bom fim de semana!!

11/3/06 00:47  
Blogger A.na said...

Um Adeus meu amigo.
Era isso que não te consegui
escrever.
Um Azul adeus.
Fizeste-me bem...muito bem.
obg meu A.
Até um dia.

11/3/06 10:20  
Blogger batista filho said...

:)
Valeu!

12/3/06 12:23  

Post a Comment

<< Home