Friday, February 10, 2006

Ó de ESPANTO



















« Oh! » exclamou a minha mais-que-tudo, alongando a vista para o verdejante e atractivo relvado, que convive paredes-meias com as mansas e envolventes águas dum Tejo, não menos desafiador dos sentidos das almas predestinadas a idílicos amores. «Ó o quê?!» fiz-me de novas, porque lhe conheço os intempestivos desejos sem hora marcada ou local certo. «Já reparaste que sítio tão... tão romântico? que até árvores tem... e dentro da cidade! Quem diria... Não achas extraordinário?!» tremia-lhe a voz emocionada. Os meus piores receios começaram a ganhar contornos definidos. «Mas não tem bancos» atalhei depreciativo e a preparar-me mentalmente para uma dura batalha verbal. Riu-se com gosto «Mas Lé, para que precisamos dos bancos?! Deitamo-nos na relva e... namoramos um bocadinho.
Detesto quando ela me chama Lé em público e de modo bem audível, jeito que lhe restou do escasso tempo que estudou as artes do palco. Dois gajos que passavam, olharam-me surpresos e interrogadores. Na verdade não é nome de homem... nem de bicho, imagino eu. E aquele espaço nada tem a ver com a imagem acima editada. É aquilo a que se chama uma ilusão de óptica... boa para folhetos turísticos, porque observado em contacto directo, está imundo; são restos de comer, latas de cerveja vazias, dejectos de cão, urina de gato e seringas usadas. Mais: o rio tem uma cor cinzento-amarelado e as árvores são raquíticas e de origem suspeita. Mas a fisionomia da minha-mais-que-tudo revela-me que está decidida a tudo e que aos meus estruturados argumentos, retorquirá que "sou um monstro que já não a amo como antigamente... "
Dou-lhe a mão, ajudando-a a transpor o separador entre o passeio e o descampado; beijamo-nos apaixonadamente e vamos deixando cair peças de roupa pelo caminho até mergulhármos na lixeira. A polícia apareceu dez minutos depois...
Foto de : Alberto Oliveira.

56 Comments:

Blogger  said...

ahahaahah

Tou-me a rir à gargalhada!! Este fim está fenomenal! Fantástico, adorei! ahahah

A tua mais-que-tudo levou a dela àvante. Boa:)

Nota: hoje estive bem perto desse lugar, também tirei fotos:)

9/2/06 19:27  
Blogger Lagoa_Azul said...

ahahahahahahahahahahahhaha......
ainda estou a gargalhar...

Bem feito , não devias protestar tanto, sabes bem como são as mulheres quando metemuma coisa na cabeça, e já viste o azar? dizem que em média bastam 11 minutos, por um não conseguiram...

ahahahahahahahah....gargalhada de novo..

Beijos com carinho de boa noite.

9/2/06 21:53  
Blogger Sofia said...

eehhehehh muito bom post, hilariante Lé!

Gostei muito do teu cantinho. Prometo voltar.

bjs

9/2/06 21:55  
Blogger concha said...

Com este tinhas ganho a viagem a Florença da Comercial!!!

9/2/06 22:11  
Blogger lélé said...

Por acaso também houve um alguém que me chamava Lé e por muito que eu gostasse dele (e gostavavavava muito) e ainda que Lé seja metade de mim (salvo seja), eu também detestava que ele o fizesse... O nosso final foi parecido com o da tua história, quer dizer, ele queria ir pro lixo, mas eu preferi sair do lixo...

9/2/06 23:13  
Blogger SalsolaKali said...

Atentado ao pudor...
Bolas!
A Policia aparece sempre nos momentos mais inoportunos!
O que me faz questionar… O que é que consegue fazer em dez minutos?
Rsrsrsrsrs
Como diria o Zé Camarinha… Ganda maluKus
BJ SK

10/2/06 00:07  
Blogger clotilde said...

Antes de ler o texto já estou a comentar a fotografia, deixa-me dizer-te quem está muito bonita, a cor está fantástica!
Agora vou ler o texto.
Até já!

10/2/06 09:37  
Blogger clotilde said...

O texto está hilariante!!!
Afinal tive uma ilusão óptica na fotografia.
E tu e a tua mais que tudo no meio dessa lixeira?!?!
Ainda bem que apareceu a polícia!

Bom fim de semana
Beijinhos

10/2/06 09:40  
Blogger Flor said...

:-))
:-)))
:-))))
Já me doi a boca de tanto rir.
Exclente!!

10/2/06 09:58  
Blogger Seila said...

Oh!...o meu comentário de ontem não ficou?!!!!!
agora já não tem o mesmo efeito...se estiver no correio, logo vês.

10/2/06 10:54  
Blogger Spiritman aka Bacardiman said...

Ok!! E eu digo assim... entre o sonho e a realidade, entre a aparência e o que é de facto fica a tal beleza da imagem e das palvras do post, é isso que importa, não importa que aquilo esteja sujo, que lé não seja nome de homem, e não importa também que... a polícia tenha aparecido, pois afinal, o que importava, era se tudo fosse ao contrário! Ok?

Lol Lol Lol mas é de facto assim como te digo!!!

Cumprimentos mixed by Jameson 12 anos!

10/2/06 12:12  
Blogger manuel said...

Se o "circ(l)o" das eleições terminou, se não ainda te via a "mergulhar" no Tejo!

Mas ainda bem: como um nome de "Lé" mais vale morrer "enforcado"...

Abraços

10/2/06 13:34  
Blogger Rui said...

Desculpa lá o que aqui se vai passar, o teu texto, tu, ninguém merecia, mas tem que ser (falo com base numa memória nebulosa e algum facto pode não estar 100% certo): nesse local foi gravado há uns bons anos um video-clip (com clip e tudo) de uma artista nacional chamada Maria Alice (não confundir com a cantora caboverdeana). O tema chamava-se Maria Lisboa (não confundir com o poema de David Mourão-Ferreira) e, a dada altura, vemos a nossa amiga Maria sentada no circulo, agitando as ancas e fazendo o play-back. Não há vez que lá passe que não me venha à ideia o O recheado com a Maria.

10/2/06 13:46  
Blogger sotavento said...

É o que se chama "salvo pelo apito"!... ;)

10/2/06 13:52  
Blogger @ said...

Às vezes a polícia vem mesmo a calhar...

10/2/06 14:47  
Blogger manhã said...

Até acho o lixo erótico! Prados verdes só mesmo nos filmes do Walt Disney! Bom fim de semana.

10/2/06 17:07  
Blogger Marco Ferreira said...

eheheheheheheheheh

só mesmo tu para arranjares um fim assim

bom fim de semana

marinheiroaguadoce a navegar

10/2/06 23:39  
Blogger sem cantigas said...

conto dos mil e um ós...
muto bonito

11/2/06 04:32  
Blogger segurademim said...

Lé é uma maneira bem jeitosa de te chamar e fica a preceito em tão ousada passeata!!

O pragmatismo da tua-mais-que-tudo há-de levar-te longe, parece-me... e depois, para que precisas tu de bancos???

;)

11/2/06 13:04  
Blogger A.na said...

OH...e agora onde estás?
Presinho e ainda sujinho do lixo?


O meu sorriso Alberto...
sempre o meu em ti.
Azul...da cor dos desejos
sem hora marcada.

Passo para te abraçar
meu queridissimo companheiro
das cores bonitas.

11/2/06 15:01  
Blogger legivel said...

Para pé:

Ela (s) leva sempre "a dela à vante"...

Constatei que sim, depois de ver a imagem que editaste na esplanada... que está óptima!

Tem um ´bom domingo!!

11/2/06 20:47  
Blogger legivel said...

Para lagoa azul:

"Dizem"?! Mas onde raio foste buscar esse elemento? Algum estudo recente que me escapou?! E assim "tão ao minuto"?!

Tem uma boa noite e um óptimi domingo!!
Beijo amigo.

11/2/06 20:50  
Blogger legivel said...

Para sofia:

Também gostei de te ver por cá ... e a rir...

Bjs.

11/2/06 20:52  
Blogger legivel said...

Para concha:

E olha que estive quase tentado a enviar umas rimas telefonadas sobre o tema! Depois arrependi-me, porque os finalistas tinham umas "coisas" tão... tão (não sejas mal dizente Legível... ). E não me importava nada de rever Florença...

Tem um óptimo domingo!

11/2/06 20:58  
Blogger legivel said...

Para lé:

No real, não me chamavam Lé, mas andava lá perto... E curiosamente, quando era mais novo, embirrava solenemente com o chamamento. Hoje, nem por isso; talvez porque não me queiram atirar para o lixo...

Vi no noticiário da Rádio Seixal que a Lia, já deu á costa... e que aparece brevemente.

11/2/06 21:11  
Blogger legivel said...

Para salsolakali:

Sê bem aparecida, aqui pelo sítio da moral & bons costumes...

Atão não se faz?! Até em menos, até em muito menos; que os estudos(ou relatórios) não se cansam de demonstrar que sim. A sociedade actual move-se cada vez mais rapidamente e o tempo escasseia...

Bjs.

11/2/06 21:22  
Blogger legivel said...

Para clotilde:

As fotos desta zona de Lisboa, foram quase todas captadas do interior de um autocarro da Carris... em andamento. Os vidros das janelas dos veículos, dão uma coloração diferente às imagens... sobretudo quando estão menos limpos...

Os meus textos-contos pecam naturalmente pelo exagero; no entanto reflectem (ou tocam) algo de verídico, como é o caso da falta de limpeza nos locais onde habitamos ou fazemos o nosso dia-a-dia. Sobretudo, de umas boas mangueiradas...

Um bom domingo... que o sábado está quase a ir...

beijos.

11/2/06 21:34  
Blogger legivel said...

Para flor:

Pronto. Espero que já tenhas parado, que não quero ser responsável por qualquer problema bucal... embora se opine que rir, faz bem á saúde. E eu, subscrevo essa opinião...

Beijos.

11/2/06 21:38  
Blogger legivel said...

Para Seila:

Já me fizeste descer as escadas duas ou três vezes para ir ver se lá tinha qualquer coisa tua. Nikles.
Áinda por cima, da última vez, estava lá um folheto dum tal Professor Kabumba que afiança poder tratar-me da saúde, do reumático, dos males de amor e da carteira ...
Mas no "Experimência" dizes de tua justiça...

11/2/06 21:44  
Blogger legivel said...

Para bacardi aka spiritman:

... e dizes muito bem! Que eu procuro que as minhas personagens e cenários, se sintam e apareçam o melhor possível; quer nas fotografias quer nas palavras... mais excremento de cão, menos lata de cerveja vazia...

Abraço!

11/2/06 21:50  
Blogger legivel said...

Para manuel:

Com ou sem eleições, o circ(ul)o nunca se fecha; os palhaços estão sempre disponíveis para uma "cacholada" no Tejo e os equilibristas tentam não pisar a "manteiga" de cão...

Abraços.

11/2/06 21:53  
Blogger legivel said...

Para rui:

Estás à vontade para usar o espaço em tão artísticos "regressos" ao passado. Tenho uma vaga ideia de haver uma Maria Alice cançonetista, mas se ela "deu às ancas, recheando o "o" da imagem, isso é que não faço a mínima. Nem na minha videoteca consta qualquer trabalho da referida artista. Clips, tenho uma caixa deles...

Bom domingo!

11/2/06 22:02  
Blogger legivel said...

Para sotavento:

Era a polícia; não era um árbitro!

(Depois sou eu...)

11/2/06 22:03  
Blogger legivel said...

Para @:

Nem calculas como estiveste tão perto da verdade! É que eu já estava de cabeça à nora para conseguir terminar o post...

11/2/06 22:05  
Blogger legivel said...

Para manhã:

Algum lixo... Eu também achava muito, mas mesmo muito! verdes, os prados dos filmes de cóbois* dos inícios dos anos sessenta.

* Ou vesternes.

( Foi mesmo um comment à medida para demonstrar a minha cultura cinéfila-amaricana... )

11/2/06 22:15  
Blogger legivel said...

Para marco ferreira:

Já o disse atrás, este não foi muito fácil de despachar; já não sabia muito bem o que fazer com "aqueles dois"...

Bom domingo!

11/2/06 22:18  
Blogger legivel said...

Para semcantigas:

Oh! Ó pra mim a coçar a cabeça a ver se arranjo aqui umas palavras que se casem com as tuas...

Contei precisamente, cento e quarenta e nove vezes a letra "o" no meu texto...

11/2/06 22:26  
Blogger legivel said...

Para segurademim:

Vejo que tens opinião formada sobre diminuitivos, ...

A minha-mais-que-tudo há-de ser a minha... perdição. Os bancos, quero-os para tratar das minhas massas...

11/2/06 22:31  
Blogger legivel said...

Para a a:

Que boa surpresa Ana!!
(e o céu ficou mais azul aqui para estes lados com a tua passagem!).

Já estou apresentavel (depois de um banho retemperador e uma gotas de Cerruti Image (passe a publicidade) e pronto para mais uma aventura, se possível num local mais higienizado...

Um grande abraço amiga e um incontornavel domingo!

11/2/06 22:45  
Blogger legivel said...

Para lélé:

Por manifesta falta de atenção da minha parte (mais que habitual... ) lá meti novemente os pés pelas mãos; denominei-te quando tu és(salvo seja!) Lélé...

11/2/06 22:49  
Blogger Peg solo said...

eu até ia comentar a foto e o texto e a polícia mas fiquei bloqueada com o comentário da Manhã! "lixo erótico"?? o q se entende por lixo? será q aqui podemos englobar o conceito de junk food?
(bom post!)

12/2/06 03:36  
Blogger Vodka e Valium 10 said...

Como eu te entendo, aconteceu-me o mesmo dentro de um carro comercial à porta de ESBAL...

12/2/06 12:26  
Blogger I said...

Dois pontos: Apesar de me sentir vagamente incomodada com a exposição da tua intimidade , gostei deste momento erótico.

12/2/06 12:48  
Blogger JPD said...

Essa ideia do Lé... está soberba!
Acrescento: lisboa com todas as suas colinas será uma das cidadse mais volúveis da Europa...Tu que o digas, Lé. Seu sortudo!
Um abração
(Belo post)

12/2/06 16:00  
Blogger JL said...

Apanhados em flagrante, hem?
Com que então Lé?
Já sei como é que o hei-de chamar quando o quiser ver afinar :-)

Mande lixar a bófia e divirta-se com a sua mais que tudo.
Um abraço e boa semana, Lé :-)

12/2/06 19:39  
Blogger legivel said...

Para pegada:

Provavelmente a Manhã poderá responder melhor que eu a essa questão...
O conceito de que falas, refere-se ao valor nutritivo do comer... pela medida grande sem cuidar da linha? ou...
Deixa pra lá... que quando me falam em comida, puxo logo... dos talheres.

12/2/06 21:17  
Blogger legivel said...

Para vodka e valium 10:

Dentro dum carro comercial?! com um interior relvado?

Calculei logo que não me manteria muito tempo no livro de records do Guiness...

12/2/06 21:22  
Blogger legivel said...

Para i & c:

As minhas intimidades mantiveram-se bem guardadas; não havia testemunhas oculares (por puro acaso... )os media não apareceram (o que é espantoso!) e a polícia montou um cordão sanitário á volta do local.

12/2/06 21:27  
Blogger legivel said...

Para jpd:

Caro José:

Este Lé (que conhece Lisboa como a palma das suas mãos) cometeu um erro crasso; aquilo é lá sítio para uma cena de sexo puro e duro?!

Abração.

12/2/06 21:31  
Blogger legivel said...

Para jl:

Vou endereçar o seu comentário ao Lé, se possível enquanto ele estiver a afinar a pontaria da caçadeira (acho que é íntimo do poeta e companheiro na caça aos tordos... )

Boa semana!

12/2/06 21:38  
Blogger Phi@ said...

ohhhhhhhh que beleza é dar a uma lixeira em que os cheiros se confundem e não deixam respirar aqueles que realmente procuramos...algures num parque verde soltam.se ohhh de espanto!!! bxox

14/2/06 15:11  
Blogger Rui said...

Fonte conhecedora do processo, relatou-me que a cantadeira é que se chama Maria Lisboa e o tema tinha algo a ver com não por a mão em certo sitio.
Mas isso também não interessa nada.

14/2/06 16:21  
Blogger sem cantigas said...

caro legível: os restantes ós não foram escritos... imaginei-os!
:-)

14/2/06 16:47  
Blogger legivel said...

Para phi@:

Este teu comment pode perfeitamente ser a introdução a um guião cinematográfico. Título: "Os Vagabundos do Amor"

Beijos.

15/2/06 10:13  
Blogger legivel said...

Para semcantigas:

Folgo por te saber imaginativa; eu sou mais para a contabilidade...

15/2/06 10:15  
Blogger legivel said...

Para rui:

Claro que não! Não temos nada a ver com as intimidades de cada um...

15/2/06 10:17  

Post a Comment

<< Home