Friday, May 05, 2006

O PARAISO PERDIDO





Já a tinha visto antes. Estava na esplanada no centro da cidade com um café meio bebido e a olhar para ontem -como ele gostava de dizer, referindo-se aos momentos em que se entregava à divagação pura e inconsequente, quando ela passou lesta, sem rumo conhecido mas deixando atrás de si um rasto perfumado que não enganaria quem lhe quisesse seguir a pista.
Nessa altura, e regressando ao seu mundo de-faz-de-conta, Gaspar imaginou-se no encalço de tão atraente fêmea, logo sonhando encontrar paraisos perdidos (se é que alguma vez os tinha conhecido... ) e quem sabe, dar livre curso a uma paixão daquelas bem escaldantes, para depois ter finalmente uma história digna desse nome e que suplantasse em pormenores mirabolantes as do Rogério, seu colega de trabalho na Companhia.
Guiado por algo inexplicável, pagou o café e subiu a avenida até ao centro da cidade. Numa rua à esquerda, situava-se a estação de camionagem. Entrou e viu-a de imediato; linda, grande e transparente. No seu dorso farto tinha o nome tatuado: Eva! Gaspar tinha-se apaixonado por uma camioneta de passageiros.
Albufeira, 2006.Texto e foto de Alberto Oliveira.

62 Comments:

Blogger alice said...

sempre pensei que o nome do primeiro homem não podia ser adão...

gaspar e eva é bem mais credível

bom fim de semana

beijo-te,

alice

5/5/06 10:56  
Blogger jorgesteves said...

Vou supor (para dar um ar verosímil à história...) que a Eva partiu ligeiramente atrasada!...
(gostei da história!)
cumprimentos,
jorgesteves

5/5/06 11:15  
Blogger LUA DE LOBOS said...

A autora Maria de São Pedro, a Papiro Editora e a Fnac têm o prazer de convidar V.Exas. a estarem presentes para o lançamento do livro GATO PEDRA no dia 19 de Maio, pelas 19.00h na Fnac - Cascais Shopping.

5/5/06 11:55  
Blogger Sofia said...

obrigado amigo. ainda n tive tempo de publicar. tenho exame para a semana e tou a estudar. mas este fds publico a 2º parte. ainda nao te li. volto mais tarde. mas tb te quero desejar um bom fds.
bjs grandes

5/5/06 12:01  
Blogger Vodka e Valium 10 said...

Ao menos podias ter avisado que estavas de volta!
Tenho que por em dia as leituras perdidas no teu blogue. Bem vindo.

5/5/06 12:04  
Blogger Rui said...

Veio a Serpente e, sibilante, disse a Gaspar:

- Vai, entra nela, segue o teu instinto.

Gaspar ficou a pensar naquelas palavras que o seduziam.

- Sim, tens razão, vou seguir o meu instinto.

Rodando nos calcanhares, Gaspar voltou à esplanada. Pegou no chapéu de sol e no farnel que tinha deixado para trás, abotou a camisa e partiu em direcção à praia.

A Serpente, essa, distraida com a insolência do homem, quase foi atropelada pela camioneta que partia, deixando o seu perfume para trás.
Paciência, vou tentar outro, o que não falta por aí é freguesia, ficou ela a pensar.

5/5/06 12:18  
Blogger sotavento said...

Ai que temos a burra nas couves!... (Risos)

5/5/06 13:52  
Blogger Sofia said...

ui ui, grande paixão! dessas até eu tenho....

bjs e bom fds

gostei mt desta historia, como alias todas as q aqui escreves tão bem

5/5/06 14:23  
Blogger inkietux said...

Obrigado, obrigado

5/5/06 14:29  
Blogger MC said...

:)))

há paixões assim...

Mas que temos mais uma bela história, sem dúvidas.
Nas tuas histórias é tudo bom - princípio, meio e fim.

Não sendo eu Gaspar, quando vejo umas "evas", por vezes apetecia-me entrar dentro delas...

Bom fim-de-semana

5/5/06 14:56  
Blogger ccc said...

Ai pá ainda n me habituei a este novo nome...se bem que a historia só poderia ser tua...
Bom fds caro amigo

5/5/06 16:53  
Blogger Marco Ferreira said...

É pena o Gaspar ter-se apaixonado logo por aquela camionete de passageiros.
Podia apresentar-lhe outras que suplantavam aquela.
Mas enfim ... o amor não escolhe ... tamanhos.

marinheiroaguadoce a navegar

5/5/06 18:23  
Blogger anirac said...

oi...beijocas...a eva é uma ladra, a dos autocarros

5/5/06 19:06  
Blogger Seila said...

quem dera ter troco hilariante para comentar esta história de paixões e ilusões! assim um comentário a dar para o machista, ingénuo, mas sempre divertido e mordaz. Quem me dera esse poder e este comentário seria assim: Olha conheci uma vizinha minha, ali para as bandas da Vila, que era vê-la no dia que chamavam de santa camioneta. Ela aparecia de saltos finíssimos sobre as meias de seda com costura modulando a perna e perdendo-se na saia encarnada um nada abaixo de começar um cinto preto na cintura logo acima das ancas e muito próximo dos seios na blusa de renda. Acima disto, a brancura decotada dos seios, a boca que ela pintava( só nesse dia) de vermelho e os olhos verdes a espreitar do adro da Igreja onde se colocava abanando, ao vento, à chuva, ao sol, o longo cabelo negro . Normalmente, depois de chegar a camioneta, caminhava devagar conversando na estrada com o homem que esperava. Uma paixão da Vila, dizia aminha vizinha que contava. Não achas uma história hilariante?!
(eu bem queria, mas saiu isto, que queres? um bom fds, amigalhão)

5/5/06 19:25  
Blogger amigona said...

E a Eva deu por ele? Foram para sempre felizes?

5/5/06 19:59  
Blogger  said...

Gosto das expressões: olhar para ontem e encontrar paraísos perdidos!

Podias fazer uma colecta desse tipo de expressões, deves sabê-las...às dúzias!

Bom fim de semana!

5/5/06 20:10  
Blogger Mendes Ferreira said...

.....:)


por aqui o diálogo existe. metaforicamente:)


beijo.

5/5/06 20:14  
Blogger BlueShell said...

HUmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm

Passei, com pressa, porque
É Tempo de ir ao encontro do amor…
BShellº0º0ººº0º0º0º0ºº0ºº0º0º0º0º0º0

5/5/06 20:28  
Blogger Pilantra said...

Ó vizinho, tu queres é ir de férias outra vez! Ficaste com a Eva atravessada na menina dos olhos, o que eu entendo muito bem que elas andam num espelhinho de polimento!

5/5/06 22:15  
Blogger Maite said...

Caro Legível

Mais uma história hilariante :)
As paixões são algo tão imprevisível. Diria mesmo que são o rísivel mais sério que nos é dado conhecer.

Tenha um bom fim de semana

6/5/06 11:41  
Blogger segurademim said...

... vá lá, vá lá, essa deixou-se apanhar! mas tiveste que sofrer (correr) um bocado, não foi?

por isso te entusiasmou tanto, deu-te luta a marafada... um amor fatal

o Rogério foi esmagado, certamente que lá na companhia estão todos prontos para ir no encalce da EVA... a gasolina está cara

6/5/06 19:28  
Blogger harpa said...

paraíso? perdido?

recuperado. no jogo de contar "estórias. por aqui.


boa noite.

um beijo.

6/5/06 23:36  
Blogger Vanda Baltazar said...

- que road movie! :)


Obrigada pelas tuas palavras lá e pelo sorriso certo, que encontro sempre aqui :)

continua, tu também :)

Beijo

Van

7/5/06 01:07  
Blogger lélé said...

o Gaspar é moço de gostos simples, com certeza, mas nada parvo!... ali, onde foi ter, encontrou Evas para dar e vender!... (excelente foto!)

7/5/06 02:43  
Blogger manhã said...

Mas que lindo nome para uma empresa de camionagem: Eva Gaspar! Assim qualquer um se apaixona!

7/5/06 11:35  
Blogger Joana said...

Ainda bem que a Eva's há muitas... se não neste momento teria de andar a caminhar para o mecânico para ver da embraiagem e isso seria muito incómodo!... já para não falar de outros trocadilhos que a área da mecânica automovel é tão atreita!
bjs e bom fim de semana

7/5/06 14:59  
Blogger legivel said...

Para alice:

... pior ainda que o Paraíso fosse um terminal rodoviário...

Óptima semana!!

Beijos.

7/5/06 21:55  
Blogger legivel said...

Para jorgesteves:

elas partem e chegam sempre atrasadas... Generalizo, claro; porque há operadoras (raras) que procuram manter padrões de qualidade elevados.

Cumprimentos.

7/5/06 22:17  
Blogger legivel said...

Para sofia:

Desejo que o exame corra bem. Concentração e à vontade são elementos para uma receita de sucesso. E que estejas "dentro" da matéria...

Beijos.

7/5/06 22:23  
Blogger legivel said...

Para vodka e valium 10:

Estive no teu blog quando regressei mas não deixei comentário porque... fechaste a caixa de comments.
Mas vou lendo o que escreves, naturalmente.

Obrigado!

7/5/06 22:26  
Blogger legivel said...

Para rui:

...O freguês seguinte chamava-se Deodato e disse-lhe o mesmo que tinha dito a Gaspar:

- Vai; entra nela e segue o teu instinto.

Gaspar entrou na camioneta e dirigiu-se instintivamente ao motorista:

- Dê-me um bilhete para o Paraíso.
- Este carro só vai atè à rua da Conceição. Depois lá, apanha um para a Graça e desce na Sé. Alfama é logo a seguir.

7/5/06 22:41  
Blogger legivel said...

Para sotavento:

Logo vi que o raio da burra derrapava como ó caneco!. Tenho de lhe comprar pastilhas prós travões...

Chorinhos.

7/5/06 22:43  
Blogger legivel said...

Para sofia:

Ah sim?! O que uma pessoa vai sabendo... Por um autocarro?! Se fosse por uma emprensa de transportes rentável...

Óptima semana!

Beijos.

7/5/06 22:46  
Blogger legivel said...

Para inkietux:

Actuas no Retiro da Severa?!

7/5/06 22:48  
Blogger clotilde said...

Feliz dia da Mãe.

Beijinhos

7/5/06 22:48  
Blogger legivel said...

Para mc:

São as incontornaveis paixões assolapadas! E então quando mete camionetas... de nomes tão atractivos e sedutores. Mas à cautela, antes de entrar nelas, confirmo se levo o título de transporte ou pelo menos, dinheiro para o adquirir.

Dá-me imenso prazer descrever a bondade...

Uma óptima semana!

7/5/06 22:58  
Blogger legivel said...

Para ccc:

Reconheço que não é fácil. Depois de tantos anos, habituamo-nos e não é fácil; até eu. Se alguém na rua me chama «Ó Legível!» ainda demoro uns segundos a reagir...

Uma boa semana para ti!!

7/5/06 23:02  
Blogger legivel said...

Para marco ferreira:

Não me digas que lhe ias apresentar um camião TIR?! Daí que "o amor não escolhe tamanhos"??

7/5/06 23:05  
Blogger legivel said...

Para anirac:

Anda no fananço?! Não sabia, acredita...

beijocas e óptima semana!

7/5/06 23:09  
Blogger legivel said...

Para seila:

E saiu muito bem! essa tua história-commentário. Da tua vizinha que se aperaltava para ir esperar o amante (como se dizia naquela altura e com conotações encharcadas em pecado porque de amor ilícito se tratava?!... ) e da discrição da indumentária. Decerto que se descrevesses o felizardo ainda mais hilariante seria a história...

Uma óptima semana!

7/5/06 23:17  
Blogger legivel said...

Para amigona:

Isso já não posso garantir. Também com tanta gente a bordo... ; seria apenas mais um. O Gaspar ainda acredita no amor-amor. Anda a ler muito e isso dá-lhe volta à cabeça, acredita...

7/5/06 23:22  
Blogger legivel said...

Para pé:

Sei algumas, sei...

... mas prefiro que façam uma colecta por mim; quando chegarem aos duzentos mil euros podem parar. Já dar para dar uma voltinhas valentes à volta do planeta!

Óptima semana!!

7/5/06 23:27  
Blogger legivel said...

Para mendes ferreira:

Fico com essa ideia também; mas nada me garante que seja mera ilusão... As convicções no virtual são, as mais das vezes, a verdade da mentira. Mas a ilusão é uma coisa muito interessante. Tenho de escrever um post sobre a ilusão...

beijos.

7/5/06 23:36  
Blogger legivel said...

Para blueshell:

Não te detenhas que o Tempo não espera; muito menos para assuntos dessa natureza...

7/5/06 23:40  
Blogger legivel said...

Para pilantra:

Ah! Vizinha. Se soubesses como tens razão... Se pudesse, andava sempre em viagem; de camioneta, de barco ou de avião*.Que nessas coisas não sou de má boca. O que é preciso é IR!... e voltar; para poder IR outra vez. Ando sempre à volta do mesmo assunto; por isso de quando em vez, fico tonto. E qual é melhor mezinha para as tonturas, qual é?! Uma boa patuscada**, pois tá claro!!

* Menos de submarino.
** Tinha de ser...

7/5/06 23:46  
Blogger legivel said...

Para maite:

Cara Maite:

"... são o risível mais sério..."...
Gostei e... uso! Aliás, não concebo o amor (nas suas mais diversas formas... ) sem uma boa gargalhada. Sim , eu sei que "muito riso, pouco siso" mas isso é da "marca da casa"; lusitana. Na qualidade de cidadão do mundo (é sempre muito conveniente... ) estes provérbios não me deixam... marca.

Óptima semana!

7/5/06 23:56  
Blogger legivel said...

Para sofia:

Deves ler empresa e não emprensa...

8/5/06 00:02  
Blogger JPD said...

Olá Alberto

Acontece!
We never know!

Um abraço

8/5/06 00:16  
Blogger legivel said...

Para segurademim:

Se Gaspar casou com Eva e foram muito felizes para sempre ou se num momento de desvario, Gaspar teve um caso com Carris, viuva de Metro, não sei...

... os finaisficam ao critério e a gosto dos leitores. É um exercício que reputo de honesto e intelectualmente seguro.

8/5/06 00:42  
Blogger legivel said...

Para harpa:

... e não me socorri da serpente nem da maçã... para não dramatizar demasiado a coisa.

Boa noite.
Beijo.

8/5/06 00:46  
Blogger legivel said...

Para vanda baltazar:

Óptimo que sorrias. O sorriso pode ser uma arma que desarma quem pretende fazer das nossas vidas "um mar de lágrimas".

Boa semana para ti.

Beijos.

8/5/06 00:53  
Blogger legivel said...

Para lélé:

Pelos vistos, não. Mas olha que não lhe gabo a escolha; um harém motorizado ao preço a que está a gasoza... A menos que vá a Espanha regularmente.

8/5/06 00:56  
Blogger legivel said...

Para manhã:

Uma união perfeita, de facto! Mas tem mesmo de ser lucrativa; de contrário, a moça não ganha para as roupinhas... XXL.

8/5/06 01:04  
Blogger legivel said...

Para joana:

Essa é uma área um pedaço escorregadia de facto.
Um mero exemplo:

- Mas Eva! tu estás a perder combustível?!
- Não é nada disso Gaspar; é o período.

Bjs e boa semana!

8/5/06 01:10  
Blogger legivel said...

Para clotilde:

... e uma óptima semana para ti, Clotilde!

beijos.

8/5/06 09:30  
Blogger legivel said...

Para jpd:

Pois não! O amor é uma lotaria.

(Onde é que eu já li isto?!)

Abraço.

8/5/06 09:32  
Blogger Vanda Baltazar said...

tambem não concebo o amor sem o riso :) a vida muito menos :)

..ja nem falo de sorrisos, mas de riso, aquele genuino ;)

as vezes, à falta de melhor, rio de mim :) e olha que é bom :) nunca perdermos a perspectiva de nos proprios ;)

adoro os teus personagens e as multiplas viajens e funções!

vitais. vitais!

beijo

Van

8/5/06 10:09  
Blogger legivel said...

Para vanda baltazar:

Que bom o virtual ter destas consonâncias! Sinal de que nem tudo está perdido... nas nossas perspectivas.
Foram precisos dois anos e meio (o tempo que vou deixando "por aqui" o prazer de dialogar pela escrita) para ouvir/ler "... à falta de melhor, rio de mim... ". Já não estou só a assumir tal coisa!!

E aí está (a seguir) outra "viagem".

Beijo.

8/5/06 11:06  
Blogger sem cantigas said...

de facto a eva provoca sensações, já me deixei transportar por ela pensando que ía levar-me ao paraíso (sim, o que é isso?), na ida ía tensa (saberei reconhecê-lo?) e na volta nem tive vergonha de chorar, terá sido por causa do cheiro dela que se pegou a mim? ele dizia que adorava café...mas não consta que se tenha apaixonado nem no seu mundo faz-de-conta

---coincidências---

8/5/06 18:57  
Blogger legivel said...

Para semcantigas:

A tensão nas idas nunca foi aconselhavel; é o que acontece a quem pede um bilhete simples.
Se comprasses um de "ida-e-volta", ias e regressavas apenas tensa. Não choravas o preço da viagem a paraisos que não passam de imaginações concebidas por operadores turísticos sem escrúpulos.

10/5/06 14:43  
Blogger sem cantigas said...

comprei ida e volta (n podia deixar escapar o desconto 10%) mas tens toda a razão fui-me por quem de maus escrupulos

21/5/06 16:35  
Blogger sem cantigas said...

gostei muito deste teu post
o fascinio dos blogs está nestas terriveis coincidências
:-)

(curiosidade: na eva os 10% de desconto é só pra viagens a sul de lisboa, para norte não há desconto, reclamei, mas é assim mesmo o custo da interioridade)

21/5/06 16:37  

Post a Comment

<< Home