Saturday, January 07, 2006

O REGRESSO do ANIMAL com ASAS



















É incontornavel a latosa do bicho! Após tantos reparos e avisos por invasão de casa alheia, de amostragem de cartões amarelos e vermelhos por defecar em solo privado e de uma ordem de expulsão (escrita) deste território por não cumprimento da Constituição cá do burgo, eis que regressa, fazendo ouvidos de mercador à minha respeitavel pessoa e (quase que juro!) com um sorriso sarcástico como quem diz «Estou-me nas tintas para ti; ditador do caraças, anti-solidário das aves oprimidas e escravizadas!» ao mesmo tempo que piava a Internacional. Ei-lo, hoje, em primeira mão e às primeiras horas da matina -que o gajo quando tem um alvo definido não se atrasa na viagem, impante e gozão pousado na cama das visitas.
Que hei-de fazer a uma coisa destas?! Levá-lo a increver-se no ensino recorrente para sair de lá mais burro que pombo?. Filiá-lo num partido político para um dia destes me aparecer à frente do aparelho e candidatar-se a deputado ou quem sabe?! a primeiro-ministro? Apresentá-lo aos dirigentes das SAD´s desportivas de maior culto e iniciar logo a seguir o negócio da compra e venda de jogadores e mais para a frente negociar com presidentes de câmaras, construtores civis e por aí fora?! Não! É hoje, definitivamente, que vais para o tacho. «Maria! lava o arroz que já temos carne!».
Foto de: Alberto Oliveira.

61 Comments:

Blogger sotavento said...

Será ele uma águia disfarçada, que te quer levar para maus caminhos?!... (risos)
Pelo sim, pelo não, não o comas ainda, 'tá?!... :)

7/1/06 13:14  
Blogger @ said...

Podia ser uma Victória para outro clube, e porque não um duplo da Victória, fazia as aterragens e voos difíceis e a Victória descansava (e levava os louros e os ahs).

Quanto ao Tacho é melhor levar 1º o Pombo ao médico não vá ele estar doente...por causa da gripe que por aí anda, e que ainda supostamente não chegou cá.

7/1/06 13:18  
Blogger  said...

Antes de o atirares para o tacho pede-lhe que pie novamente a Internacional, grava e põe aqui para ouvirmos!

7/1/06 13:51  
Blogger A.na said...

Sabes que é bom vir aqui?
Voar por cá...talvez aí esteja
a resposta para tanta lata!

É realmente incontornavel
o meu bater de asas por ti.
E talvez por isso te diga...
nada de canjinha na panelinha.

Tens aí,
um exemplo Real,
não Virtual...do teu fã numero 1.

Abraço-te muito azul

7/1/06 15:26  
Blogger Joana said...

um pombo voava, voava,
raça do bicho à minha cama sempre parava

Um pombo voava, voava,
milho nunca lhe dei, muito menos pão
Nem à vassorada o bicho me larga da mão!

7/1/06 16:03  
Blogger Lagoa_Azul said...

De novo o pombinho?!!..Acho que pela persistencia o devias preservar, e alias esse tom de azul é um encanto ;) a não ser que descubras que é águia disfarçado de azul, ou terá o rabo alargartado?!!ihihihi
Bom fim de semana e beijos com carinho.

7/1/06 17:05  
Blogger Lia C said...

hmmm... começo a desconfiar que esse pombo é pomba e anda a arrastar-te a asa... toma cuidado ou a tua mais que tudo torce-lhe o pescocito e lá se vai um motivo bestial para mais posts giros.

(Foi ele que fez a cama? Precisava de um bicho assim cá em casa...)

bjs muitos

7/1/06 21:47  
Blogger Pilantra said...

Ora bem! Posso me arrimar ao tacho
ou tenho de ir caçar mais um?

7/1/06 22:37  
Blogger lélé said...

Os pombos são uma praga! Ainda m lembro do tempo em que esvoaçavam, mal a gente e aproximava. Actualmente estão cada vez mais abusados! Quantas vezes vou na rua e tenho que pedir a suas excelências pra me deixarem passar... Ao ritmo a que a quantidade de pombos aumenta, se os gajos tomam conhecimento da teoria da evolução, tamos fritos!...

8/1/06 00:49  
Blogger lélé said...

ei... fantástico!... há aqui uma brecha no tempo... é meia-noite e 50 minutos, mas diz ali no comentário que são 4:49 PM... Legível, isso é para termos mais tempo pra dormir?

8/1/06 00:53  
Blogger Vodka e Valium 10 said...

Finalmente ganhaste coragem, chiça.

Arroz de pombo,
vindo do tacho
É de tombo,
não sejas capacho.

8/1/06 02:15  
Blogger segurademim said...

Oprimidos e escravizados somos nós, sem asas para voar e fugir para bem longe quando nos mostram cartões vermelhos e nos tentam fritar a paciência...

Espero que o pombo tenha escapado às tuas intenções culinárias, quiçá inspiradas pela recente mostra na TV de receitas antigas com "borrachos", tão variada que até fiquei com os olhos em bico - ele era arroz de pombo, pombo estufado, pombo de fricassé...

bom domingo e bons jaquinzinhos fritos :)

:)

8/1/06 10:10  
Blogger missixty2000 said...

Arroz de pombo é uma das especialidades de Bragança!Nunca comi, taditos dos pombos!!

8/1/06 14:01  
Blogger Azul said...

Um visitante assim merece todo o meu/seu/nosso respeito. É delicioso o raio do bicho. Deliciosa é também a sua amabilidade em recebê-lo sempre que o visita em sua casa. Quanto à receita, se puder, espero uns dias que eu dar-lhe-ei uma de arroz de qualquer coisa bem mais apetitosa pode ser? lol (sei que não leva a sério a ideia, tava só a meter-me consigo ok?)
Até breve. Um Abraço. Azul.

8/1/06 15:38  
Blogger SalsolaKali said...

LOL
Pouca carne, queres tu dizer...!? ;)
É melhor dizeres à Maria para carregar no arroz e coze-lo na água de cozer o pombo.
E depois desfiar o pombo e refogar tudo junto. Pelo menos fica-lhe o sabor.
A menos que tb queiras uma canjinha...
BJ SK

8/1/06 19:55  
Blogger I said...

Decidido pombo -torcaz
sem quaisquer rodeios
tantos quilometros faz
a substituir os correios

Fruto da imcompreensão
do meu amigo Legivel,
aguarda-o final sofrível
depenado no caldeirão

8/1/06 22:34  
Blogger JPD said...

Esse vocativo »...lava o arroz que...» é excelente!
Nah!!!
Há uma cumplicidade qualquer entre ti o pombo que há-de ser esclarecida.
É só para atua varanda que o pombinho voo?
Onde iniciou o voo?
Há que esclarecer: a anilha trás mensagem?
Um abração

8/1/06 22:40  
Blogger JL said...

Hummm... tenho que concordar que este pombo anda mesmo a pedir... o arroz!
Mas não seja egoísta e convide a malta. Eu levo o vinho do Dão!

Em relação ao seu artigo anterior temo que tenha sido mal interpretada a minha forma de fazer humor. Longe de mim estava ofendê-lo. É com muito gosto que aqui venho e deleito-me a ler as suas ficções. Aceite as minhas desculpas.

9/1/06 10:23  
Blogger manuel said...

Não te dê canseira o pombo...

Um dia deste "o animal com asas" faz-se à vida. Quer parecer-me que o teu frenesi a enxotá-lo são já saudades antecipadas...

Abraços

9/1/06 12:24  
Blogger mulhergorducha said...

Carissimo,

Devo confessar que nunca comi arroz de pombo. Por isso se me quiseres convidar para vos fazer companhia ao almoço, estás à vontade. Acho apenas que com tanta doença que por aí anda, talvez seja melhor levares primeiro o pombo ao veterinário!

Beijocas e boa semana

9/1/06 12:42  
Blogger Flor said...

Pombo no tacho?
Que horror!!
:-)

9/1/06 13:56  
Blogger musqueteira said...

Viva Legível,
Estes...animais... são grandes senhores do incontonável...azul!
E poisam...ora se poisam em azuis alheios;););)

9/1/06 16:43  
Blogger legivel said...

Para sotavento:

Maus caminhos?? Aquilo em Braga foi um passo para o fim... do caminho; por este ano.

9/1/06 17:18  
Blogger legivel said...

Para @:

Estou a precisar de um duplo, estou; que de vitórias estamos conversados estamos conversados esta época. Não sei se te estavas a referir ao mesmo que eu, mas não tem importância de maior. Assim como assim...

Acho que sim; apesar de se tratar de um tacho não dispensa exame médico rigoroso...

9/1/06 17:23  
Blogger legivel said...

Para pé:

Não vale a pena. Quando se apercebeu que estava a cantar " de pé ó vitimas da fome!...! apanhou um susto de tal modo que perdeu o pio...

9/1/06 17:28  
Blogger legivel said...

Para joana:

Mas que bicho tão teimoso
que agora te saiu na rifa;
mas que pombo tão ranhoso
não se abafa nem se abifa.

Se na cama se deitar
dá-lhe um golpe bem abaixo
com as patas a fraquejar
atira-o logo pró tacho!

9/1/06 18:02  
Blogger legivel said...

Para lagoa azul:

Também me estás a dar música... desportiva?!
Uma águia disfarçada de azul, é bom possível; que fazem todos os possíveis para disfarçar... as doenças. Alagartada, never na life!!

Beijos e uma boa semana para ti!

9/1/06 18:06  
Blogger legivel said...

Só pode ser uma ela!
Desconhecia este meu poder atractivo pelas pássaras-fêmeas (esta composição vocabular não me parece muito feliz, mas enfim... )agora que estou ao corrente... só me apetece... voar!

A minha mais-que-tudo é a associada nº 23 da Associação das Aves Desvalidas e Carentes de Penas; por ela,continuariam os posts com o raio do pombo. Só que não tenho mais fotos...

Ahahahahahaha! Aquilo não é uma cama! São três caixotes, com papel de fantasia em cima. Sou muito bom a fazer... cenários.

Beijos com asas.

9/1/06 18:18  
Blogger legivel said...

Para pilantra:

Um coelhinho
também vinha a calhar
três copos de vinho
e depois dançar.
dançar, dançar tanto
e a cabeça à roda
o jantar estava um espanto!
sabemos da poda...

Do filme "Dança com Rolas"...

9/1/06 18:24  
Blogger legivel said...

Para a.:

Se assim fôr, só pode ser uma pomba.

Onde vieste cair
óh minha encantada pomba!
estava mesmo a sair
pra ir a um jantar de arromba.

Assim sendo desisti
prefiro ficar contigo
vamos jantar por aqui
que sou muito teu amigo.

Porque de apetite estou cheio
digo-te que a vida é bela
a virtude está no meio
ou bem dentro da panela.

Estás boa de paladar
e sem penas estás... nua
não é caso pra tiritares
frio só se sente na rua.

PS O teu comment saiu fora do alinhamento por problemas técnicos...

Abraço azul.

9/1/06 18:51  
Blogger legivel said...

Para lia c:

Isto hoje está-me a correr mal...

O comment que se destina a ti, é aquele que não tem endereço e começa assim:

"... Só pode ser uma ela..."

9/1/06 19:34  
Blogger legivel said...

Para lélé:

Por acaso em Praga nunca dei por eles; ou então estava distraido com as vistas (não sei se topas como inteligentemente agarro a oportunidade para escrever que já fui a Praga...

E a Braga também (mas não fui este fim-de-semana... )e aí sim; vi pombos a dar com um pau (ou um pau a dar nos pombos?!).

Em Lisboa vejo hordas de pombos e de pombas; de bombas, só as de quatro rodas. Prontos! fiquei a saber que não morres de amores por estes animalejos; eu, é mais de águias...

9/1/06 19:42  
Blogger Seila said...

tu não faças isso de jeito nenhum!!! conheci em África uma prima minha que o namorado fazia tiro aos pombos (há muitos anos, sim!)e levavam os pombos para casa ao preço da uva mijona (de onde tirei eu este dito?!)e lá em casa comeram pombos anos e anos. Ela, adolescente, e o avô, na altura um senhor aí pelos 50 e tal 60, vieram a ficar, passados uns anos, vi isso num telejornal andava eu em digressão pelo Senegal, com uma doença incurável. O corpo todo vermelho e uma alergia aos leões, mesmo em imagem.
Aconselho-te a teres cuidado. Além disso, há gripe das aves...

9/1/06 19:46  
Blogger manhã said...

eheheh, bora lá pombo mais desaguisado! Reafirmo pena(não de pombo) dura para sequestradores de pombos! Pena prós pombos também mesmo que saibam a internacional de cor!

9/1/06 19:49  
Blogger legivel said...

Para lélé:

A brecha, pois. Não tenho o relógio certo e gosto assim; é para me confundir a mim próprio. Por vezes, se estou aqui até cerca da uma da manhã, olho para o relógio do pc e digo «É cum caraças! Tão tarde! Como é que amanhã vou chegara tempo ao trabalho?!»
Só passados dez ou quinze minutos é que caio em mim (esta mania de andar sempre a tropeçar) e lembro-me que não trabalho*.




* Por opção política...

9/1/06 19:54  
Blogger legivel said...

Para vodka e valium 10:

Desta vez é que foi de vez! Não há mais pombos; definitivamente. Agora só animais de alto porte e amestrados; da classe dos elefantes, das girafas e das pulgas...
Estou também a pensar em editar um post sobre uma corridas de hipopótamos, montados por percevejos...

9/1/06 20:07  
Blogger legivel said...

Para segurademim:

"Jaquinzinhos fritos"??!! que raio de comer é esse?!
E "Mariazinhas assadas"?!
E "escalopes de Juliozinhos"?!
E "Iabelinhas de coentrada"?!
E "Robertinhos grelhados"?!
Também há?

_/-_/-_/-_/-)

9/1/06 20:15  
Blogger legivel said...

Para missisty2000:

Pelo retrato deves ser uma jovem muito prendada (de receberes muitas prendas pelo natal e nos aniversários... ) mas tens um problema: nunca comeste arroz de pombo.
Tss tss. Temos de resolver essa situação; vou mandar-te a receita através de um amigo que vai aí ao Porto tratar de uns negócios. Está à porta do Via Catarina, sábado por volta das dezasseis horas. É um jovem, alto e bem parecido. Sinais evidentes: é careca, não tem alguns dentes e uma disfarçada marreca...
Não te assustes, cozinha o pombo e... delicia-te.

9/1/06 20:27  
Blogger legivel said...

Para azul:

Cá recebi o seu comment que muito me alegrou. Alegrou-me mais que o raio do pombo, pode crer, que a minha amabilidade tem limites...
Olhe que acredito mesmo em si! mande-me a receita que eu mantenho o bicho no congelador...

Um abraço. Até breve.

9/1/06 20:32  
Blogger legivel said...

Para salsolakali:

"Pouca carne"?! Clica lá na imagem que vais ver; aquilo não é um pombo. É um novilho!!!

Bfff... detesto canja! Sopa, só caldo verde. Diria a Sota: "está o caldo entornado..."

Beijo.

9/1/06 20:37  
Blogger legivel said...

Para i & c:

depenado no caldeirão
o pombo nem queria crer;
um colete de salvação
era o que ele queria ter.

era o que ele queria ter
ali logo, mesmo à mão;
um náufrago parecia ser
em afundada embarcação.


in " A Tragédia do Trintanic por Uma Linha", filme realizado por Von Deskada em 1918.

9/1/06 20:48  
Blogger legivel said...

Para jpd:

Caro José:

Garanto-te que não paguei nada ao animal para me aparecer aqui por três vezes. Que deu muito jeito, lá isso deu, mas não há mesmo nenhuma cumplicidade.

Não tem mensagem nem anilha; deve andar à procura de pomba mas enganou-se na morada; acontece.

Abração.

9/1/06 20:57  
Blogger legivel said...

Para jl:

É um dos vinhos que mais aprecio. Com pombo ou sem pombo, porque não?! Uma almoçarada do virtual para o real e bem regada, não é coisa que eu renegue...

Limitei-me a responder em "diálogo corrido" e talvez sem o humor habitual. Mas está tudo bem. À séria!

9/1/06 21:09  
Blogger legivel said...

Para manuel:

Saudades o tanas! Mas por acaso o bicho até era giro (aliás a imagens demonstram-no) e não era um pombo qualquer; que se notava pelos preparos e modos.
Quando viu a minha mais-que-tudo, fez uma vénia. Desajeitada, mas vénia, que eu vi. Por mim, éque passou como se eu fosse transparente...

Abraços.

9/1/06 21:14  
Blogger legivel said...

Para mulhergorducha:

Caríssima!:

Estás convidada! Eu fosse pombo! E se o pombo já tiver marchado, faz-se um bife do acém, ou umas costeletas do talho cinquenta. Se preferires peixe, está à vontade; besugos, cherne, carapau do alto ou pescada da baixa... os nossos convidados mandam.
A nossa divisa é bem receber... para ser bem recebido!

PS: Não posso levar o pombo ao veterinário. O gajo é doido por arroz do dito...

Beijocas e uma óptima semana!

9/1/06 21:29  
Blogger legivel said...

Para flor:

Prontos; eu ponho-o na frigideira...

9/1/06 21:32  
Blogger legivel said...

Para musqueteira:

Viva Musqueteira!

Sem dúvida! Que no teu azul, não os vi. Manias... ou preferências desbocadas. Enfim. Para grandes males, grandes remédios; vou pintar os meus céus de... verde.

;););)

9/1/06 21:41  
Blogger  said...

Pobre pombo que se apercebeu do seu triste fado.
Não terá ele pensado rebelar-se contra o seu opressor?!

9/1/06 21:49  
Blogger legivel said...

Para seila:

Olha que se isso é verdade, tenho mesmo de ter cuidados acrescidos.
Tu não me digas que estiveste no Senegal em 82! Como o mundo é pequeno! É que também lá estive e na altura, conheci alguns portugueses que faziam parte de uma equipa que estava a exterminar águias atacadas por um virús estranhíssimo e de cor esverdeada.
Ainda ontem estive a ver fotos dessa viagem, calcula.

9/1/06 22:03  
Blogger legivel said...

Para manhã:

Eu não tenho pena nenhuma das penas que o pombo não tem e que não fui eu que as tirei... mesmo que valessem a pena ou uns euros na Feira da Ladra.

9/1/06 22:07  
Blogger legivel said...

Para pé:

Este -pelo que eu tivesse visto, não se rebelou. Pelo contrário; rebolou-se, isso sim, na cama, de satisfação...

9/1/06 22:10  
Blogger A.na said...

Ok...vamos jantar por aqui!
Aceito!
O alinhamento está exelente!

Azul com muito azul,
só para ti.

9/1/06 23:16  
Blogger UGAJU said...

Deixa-o curar-se primeiro da gripe! Afinal ele tem todo o ar de quem precisa de um banho... turco!

10/1/06 06:27  
Blogger legivel said...

Para a. :

Foi um jantar perfeito!


Azul com azul se paga...

10/1/06 09:50  
Blogger legivel said...

Para ugaju:

É pá! tu não me assustes...

10/1/06 09:53  
Blogger Rui said...

Com batata assada também deve ser bom. Não?

11/1/06 11:47  
Blogger legivel said...

Para rui:

Quem sabe?!

11/1/06 15:11  
Blogger merdinhas said...

Há quem os considere ratazanas com asas...

14/1/06 16:35  
Blogger sem cantigas said...

pombo? dahhhh oferece-o ao rossio...

14/1/06 21:22  
Blogger legivel said...

Para merdinhas:

Recriações sobre o imaginário avícola...

15/1/06 16:45  
Blogger legivel said...

Para semcantigas:

Mais outro para engrossar as hostes?! Ná; passo por lá demasiadas vezes...

15/1/06 16:51  

Post a Comment

<< Home