Tuesday, November 29, 2005

O CRIME não COMPENSA



















O meu Lé pediu-me (ele que nunca me costuma pedir nada...), um grande favor. Se eu não me importava de escrever o poste de hoje porque não se sentia muito famoso. Isto deve mesmo andar a dar-lhe volta à cabeça, pois se hoje não se sente famoso nos outros dias ele é famoso?!. Para o descansar disse-lhe que sim, que não se preocupasse que eu faria os possíveis por dar o meu melhor, apesar de não saber exactamente onde e quando se situa o meu melhor e para mais nestas coisas da escrita... coisa a que nunca me devotei, tirando as cartas comerciais por obrigação laboral e que já têm a papinha toda feita, que quem escreve uma escreve todas. Já na escola, escrever era a minha matação. Mas agora reparo: isto aqui até é fixe! Uma pessoa não tem ninguém à perna nem a espreitar por cima do ombro como o é o caso do gerente do banco onde trabalho. Pára de mansinho, ele e o odor à distância do cerruti image e confere o que se passa no ecran do meu monitor, o desconfiadão! E quase sem dar por isso, já escrevi qualquer coisa mas agora tenho um problema: não sei o que hei-de escrever mais...
... talvez (sem saber se isso interessa muito a quem por aqui anda), confidenciar-lhes que ando muito, muito entusiasmada a ler um livro sobre... serial killers! Nem mais; do Jack Estripador, passando pelo Albert Fish, Jeffrey Dahmer até ao Charles Mason. Os crimes horrorosos cometidos por essa gente, estão tão bem narrados que chego a ter pesadelos à noite. E no sábado aconteceu-me um episódio que também tem a ver com o assunto, de tão embrenhada me sinto com a obra. Fui ao mercado como é costume e na banca do peixe, pedi à Odete «Dê-me aquele pedaço de anca da mulher que foi assassinada e esquartejada hoje de madrugada em Alcântara. Sim mulher, esse pedaço ainda a escorrer sangue quente, que está entre os besugos e as pescadas!» e só então reparei que a Odete, guineense de gema, ia ficando branca...branca...
A Mais-que-tudo do Lé
Foto de : Alberto Oliveira.

47 Comments:

Blogger Maria Papoila said...

Havia de jurar que era uma raia pronta a ir para a panela, para depois se comer com muito azeite e alho!

29/11/05 23:52  
Blogger A.na said...

Raia alhada feitinha na
Ilha da Colatra...
Um delicioso crime prefeito!

30/11/05 01:52  
Blogger manhã said...

Pescaditas, salmonetes,raia, peixe espada, boa caldeirada!

30/11/05 11:09  
Blogger sotavento said...

Ó pá, ainda no outro dia estive a ver um filme em que a heroína cortava partes de corpos de pessoas, na tentativa de construir uma pessoa perfeita!... Passei o tempo a fechar os olhos e agora tu - que impressão!... :)

30/11/05 13:10  
Blogger Joana said...

Um bocadinho sangrento.... :/ mas um bom começo! :)
Continua que a malta tá aki p'apoiar!

30/11/05 15:20  
Blogger Lagoa_Azul said...

Muito bem escrito mais que tudo do Lé..lololololol...olha eu que ate gosto , alias adoro filmes de terror, eram a minha perdição.
A parte do esquartejar teve bem..ve la nao lhe tomes o gosto...

;)

30/11/05 19:28  
Blogger  said...

A mais que tudo do lé e o próprio lé escrevem tão bem, eu diria, que foram feitos um para o outro, só pela forma como escrevem;)

30/11/05 20:51  
Blogger O Universalista said...

E eu que ia jurar que o era a...

Hummm... cheira-me a esturro.. :o)

30/11/05 22:57  
Blogger SalsolaKali said...

Bem...!? Ainda a semana passada, se não estou em erro, estive a ver o Delicatessen... tens a certeza que a tua Maria não andou a ver esse filme?
Se fosse a ti levava-a rapidamente a um psiquiatra antes que ela comece p’raí a esquartelar os vizinhos.
A moçoila até que tem jeito para a escrita, marota… ;)
...ele há homens de sorte.
BJ GR
SK

1/12/05 00:02  
Blogger amok_she said...

...olhe, rica, cá pra mim isso é, mas é do...robe qq coisa azul às florzinhas...era assim, ñ era???!??? tesss...tessss...tessss


;-)

1/12/05 00:38  
Blogger UGAJU said...

Já estive numa situação assim, confragedora... ver a vaca do Manel no talho. É verdade, ele tinha duas vacas, uma era castanha e a outra não era vaca...

1/12/05 08:52  
Blogger Vodka e Valium 10 said...

Nunca mais vais ao mercado às minhas custas. Anda um gajo a matar para quê? Para ver a anca no meio das bogas?

Da próxima vou matar lá para a zona de Xabregas, onde ninguém depois vai vender os despojos da minha caça.
Caramba.

1/12/05 17:30  
Blogger Armando S. Sousa said...

Excelente post!
Excepcional para quem não tinha muita inspiração. Gosto muito da maneira como brincas com as palavras.
Um abraço.

1/12/05 21:06  
Blogger JL said...

Agradeço a visita e o comentário deixado lá no "O-Observatório". Volte Sempre.

Quanto ao seu blog estive aqui a dar "uma vista de olhos" e vou ficar cliente. Virei mais vezes.

1/12/05 21:46  
Blogger Lia C said...

Este blog está cada vez mais cultural (desculpa o elogio)... se não fosse ter vindo aqui ficava mais um século sem saber o que são besugos (e ancas de mulher esquartejada). O peixe tem bom aspecto e as pescadinhas não têm o rabo na boca, o que me parece bem.

Um grande beijo para a mais que tudo e outro para o Lé. Olé! Dois beijos. (também sei fazer contas).

1/12/05 22:03  
Blogger sonia said...

pois saiste-te muito bem. e obrigada pelos parabéns no meu blog, e mais ainda por reenviares a minha carta para o Pai Natal. Vamos se lá ver se entre os dois, algum me ouve.
beijinhos

1/12/05 22:19  
Blogger mulhergorducha said...

Boa noite,

Vim retribuir a tua visita e fico com uma ideia de familiaridade. Não nos conhecemos ou qualquer coisa do género?

2/12/05 00:17  
Blogger CJT said...

Ai...Ai... Agora queremos mais da MaisQueTudoDoLé...
A coisa escrita é assim mesmo... tudo vai do começar. E digo-te, rapariga, que para quem não é muito dada às letras, colocas-te muitas no caminho.
Bálá, arranja mas é uma assinatura própria e arrepia caminho: seria bom termos aqui um blog a duas mãos...
Beijos (para ti, não para o Lé...)

2/12/05 10:31  
Blogger legivel said...

Para maria papoila:

Assim não vale; leste o "letreiro" que estava colocado em cima do peixe!
É bom pois!!

2/12/05 11:23  
Blogger legivel said...

Para a.:

A tua raia alhada nunca seria um "crime perfeito"... se a bicha foi morta com um tiro.

Eras logo apanhada por causa do "o" na culatra da pistola...

2/12/05 11:27  
Blogger legivel said...

Para manhã:

Já me cheira ao almocinho...

Bom apetite para ti também.

2/12/05 11:27  
Blogger legivel said...

Para sotavento:

Se adivinhasse que tapavas os olhos a cenas mais chocantes, tinha colocado uma bolinha vermelha no lado direito superior do post.

2/12/05 11:29  
Blogger legivel said...

Para joana:

Foi só desta vez que pedi à minha-mais-que-tudo para fazer o favor de escrever por mim.

Mas ela leu o comment e ficou satisfeita que nem um rato.

2/12/05 11:32  
Blogger legivel said...

Para lagoa azul:

Mais um elogio... Espero que ela não fique com ideias...

Não a deixo mexer em facas...

2/12/05 11:33  
Blogger legivel said...

Para pé:

Bom. Isso vindo de ti é outra loiça; porque é que julgas que a gente se entende tão bem?!...

... porque andamos sempre a escrever cartas de amor um ao outro.

2/12/05 11:35  
Blogger legivel said...

Para universalista:

Deixaste esturricar o almoço, está mais que visto!... que o cheiro a queimado chega aqui.

2/12/05 11:37  
Blogger legivel said...

Para salsolakali:

Não. Ela está muito bem da mente. Tem é uma mente prodigiosa!
Ah! e mais: não é mentirosa.

Tenho sorte pois; todos os gozões têm sorte.

Beijos e bom fim de semana!

2/12/05 11:40  
Blogger legivel said...

Para amok_she:

Está visto que essa do robe ficou-te na memória.
Era qualquer coisa, era...

tss, tss...

2/12/05 11:41  
Blogger legivel said...

Para ugaju:

Não é uma situação nada agradavel, convenhamos; ver a vaca de um amigo nosso... no talho.

Também já passei por isso quando...

(cala-te Legível! Não tens tento na língua?)

2/12/05 11:44  
Blogger legivel said...

Para vodka e valium 10:

Ó pá! desculpa lá! Mas como é que a minha-mais-que-tudo (que até nem sabe as técnicas dos blogs) ia adivinhar que a caça era tua?!

Cum caraças!

2/12/05 11:48  
Blogger legivel said...

Para armando ésse:

Ela safou-se bem. Para uma primeira vez...
Já lhe dei os parabéns, mas... que se fique por esta experiência... se não, lá perdia eu o protagonismo.

Abraço.

2/12/05 11:50  
Blogger legivel said...

Para jl:

Também conto passar pelo seu mais vezes...
Obrigado.

2/12/05 11:52  
Blogger legivel said...

Para lia c :

Matemática é contigo, está visto!
A minha-mais-que-tudo retribue o beijo.

Não sabias o que era um besugo? Ó valha-me deus! deixa-me cá ver se te consigo explicar.
O besugo ainda é da família (afastada... lá no terciário) dos besontes (ou bisontes?) com asas. Depois, com o andar dos tempos, foram ficando mais pequeninos, ganharam barbatanas e escamas e... atiraram-se à água!
Percebeste?!

Beijos.

2/12/05 11:57  
Blogger legivel said...

Para sónia:

Se por acaso nenhum deles atender o teu pedido, fala comigo.
Ainda tenho uns contactos italianos... da Sicilia.

Beijinho.

2/12/05 12:03  
Blogger legivel said...

Para mulhergorducha:

Por acaso não tinhas um amigo chamado Deodato?
Dou-me muito bem com ele...

2/12/05 12:07  
Blogger legivel said...

Para cjt:

Já aqui expliquei que ela só passou por aqui por uma boa e única razão: a de eu não estar com disposição nesse dia para as letras.

A duas mãos?! Ela está agora mesmo a amanhar o peixe para o almoço. Enchia-me o teclado com escamas...

Já lhe mandei os beijos e retribue. Eu não... safa!

2/12/05 12:11  
Blogger segurademim said...

Ó Senhora Doma Mais-que-tudo do Lé,
Claro que o teu Lé é famoso!!! pelas tropolias com pombos, com t-elas, com núvens e outras coisas mais...
a partir de agora vai ser famoso como o mais-que-tudo da jacka estripadora da praça de campo de ourique!
tem cuidado comigo que conheci logo a banca da dona engrácia, escusas de lhe chamar odete para disfarçares!!...
:)

2/12/05 12:41  
Blogger a sua vizinha said...

Ó que raio de conversa! Deixa-te dessas leituras antes que cortes o chefe às postas!

Vai um cafezinho com cheirinho a bagaço? É por causa da gripe...

Bom fim de semana

2/12/05 13:40  
Blogger O Universalista said...

Beeeemmm, mas que agressividade que tu trazes contigo... Será que sei algo que não era suposto saber??! Ou será que disse algo que não devia?!
É... deve ter sido isso... tenho que aprender a ficar calado...

2/12/05 14:21  
Blogger O Universalista said...

Ah, pois... esqueci-me de dizer que o meu último comentário é expressamente dirigido à pessoa detentora do nick: "Legível"

2/12/05 14:24  
Blogger mulhergorducha said...

Para ti:

Há coisas que são inconfundiveis. :) Fico muito contente. A sério que fico. Tanto que... Tanto que até parece que fiquei sem palavras.

Voltarei mais vezes e já com palavras. ´

2/12/05 17:23  
Blogger legivel said...

Para segurademim:

A minha-mais-que-tudo está ali a fazer-me uns sinais gestuais, que se bem entendo querem dizer que "ela também tem muita criatividade". Ou seja, interpreto eu, é muito fantasista...

A Dona Engrácia que esteja descansada que a foto é de uma banca do mercado de Alcântara.

2/12/05 17:40  
Blogger legivel said...

Para a sua vizinha:

Ó minha vizinha! Mas a minha vizinha imagina a minha-mais-que-tudo a beber café com cheirinho?! Ná, ná...

Ela até costuma dizer que «bebidas alcoólicas... só quando o rei faz anos!». Ora como nós temos uma república...

Bom fim de semana!

2/12/05 17:50  
Blogger legivel said...

Para universalista:

??????!!!!!

2/12/05 17:50  
Blogger legivel said...

Para mulhergorducha:

Ainda bem que voltas... com palavras. Para satisfação de ambos.

Bom fim de semana!

2/12/05 17:53  
Blogger batista filho said...

... e os olhos da peixarada - fixa e mudamente -, como a dizer: "entre o mar e a frigideira... não nos deixaram escolha!"

5/12/05 00:30  
Blogger legivel said...

Para batista filho:

Uma verdade dramática... para os peixes. Não têm outra alternativa; mas o mar sempre é melhor... para eles. Para nós ( os que gostam de peixe...), não.

Abraço.

5/12/05 19:44  

Post a Comment

<< Home