Sunday, November 27, 2005

RETRATO com PAISAGEM ao FUNDO



















Hoje voltou a aparecer depois de um longo período sem dele ter notícias . As suas visitas são sempre inesperadas -porque não fala, só por milagre se poderia anunciar préviamente e eu , bem ciente disso, recebo-o com a simpatia costumeira, mandando às urtigas a descortesia forçada. Ainda a manhã era uma jovem, quando ouvi no vidro da janela do quarto, umas bicadas familiares. Afastei o cortinado e lá estava ele; pareceu-me bem de saúde mas de fisionomia mais carregada que o habitual. Pelo imponderavel oral já referido, não me atrevi a questioná-lo sobre a razão de tal semblante; fiz-lhe um sinal com a mão que significava «Espera aí que já venho trazer o que pretendes» e fui à despensa buscar o pacotinho de milho. Abri o vidro da janela (estava um frio dos diabos! e as nuvens carregadas de chuva...) e espalhei no parapeito um punhado de grãos. Para meu espanto, não lhes tocou...
... ao contrário, manteve-se hirto, fitando-me com um olhar inexpressivo e quase me dando a sensação (juro!) que estava a fazer pose, o despodurado do pombo! Não pensei duas vezes; "pois se é isso que queres... ". Corri a munir-me da câmera fotográfica e fui-lhe dando indicações (gestuais, claro...) para se posicionar no melhor ângulo para que o retrato saisse alguma coisa de jeito. Garanto que não foi um espectáculo bonito de se ver; a breve trecho, já não chegavam os gestos, pois berrava com a pobre da ave que saltitava de um lado para o outro, às vozes de «Mais para a direita, que fico sem ver os carros a esmo na rua!», «Baixa a cabeça um pouco, não me tapes as nuvens!». Foi uma sessão e tanto! Cansado, o pombo comeu finalmente o milho, despediu-se com um bater de asas um tudo nada barulhento e eu meti-me novamenta na cama. Mas esta foto está um espanto!, digam lá o que quiserem. O bicho até parece que sai da imagem!
Foto de : Alberto Oliveira.

32 Comments:

Blogger amok_she said...

oh homem!, até nisso tens sorte...raio do pombo!...ñ podias dizer-lhe (da próxima) q me faça uma visita, tb!?...

...raio do pombo!...q parece mesmo q nos entra p'lo monitor dentro!


;-)

...parabéns!

26/11/05 21:21  
Blogger Joana said...

eu gosto de pombos!
são inconscientes, vivem abstraídos das pessoas e da confusão da cidade.
quando tenho sono gosto de me entufar como eles... gosto da maneira desajeitada como andam e quando era gaiata dizia: "vamos dar milho às paupitas!"
Grande escolha!
Tens ai um amigo muito bem disposto!

26/11/05 21:39  
Blogger I said...

esse pombinho parece pronto a sair da imagem e a cair no meu tacho ..hummmm...que bela canja!

26/11/05 21:45  
Blogger Lagoa_Azul said...

Kem disse ke nao fala?!!...
Fazem um barulho ke nem se pode, vai ali ao meu pombal e ouves logo do ke te falo...

;)

26/11/05 22:36  
Blogger sotavento said...

Um espanto mesmo!...
(Não tinha gripe, não?!... :))

27/11/05 01:41  
Blogger manhã said...

Boa foto! Mas em Lisboa há pombos a mais, uns churrascos eram bem vindos!

27/11/05 11:56  
Blogger Lia C said...

Eu bem digo que a tua máquina é fabulosa! E o pombo, claro... assim tb eu fazia posts giros ;)

[às vezes, como desta, fazes-me lembrar do ovo de Colombo...]

beijos muitos

27/11/05 13:15  
Blogger A.na said...

Olá...que bom mais um viajante
que passa por mim!
Sim sim...mesmo o proprio do coração,mesmo ele,só ele,
tantas vezes ele...

Por aqui voas com paisagem
ao fundo,maravilhoso momento
este vosso,tão só vosso momento,flash de vida...único!

Obg pela visita,
a minha será certa por cá!
Um legível abraço.

27/11/05 22:28  
Blogger JPD said...

O conjunto, caro amigo: está uma delícia.
Acreditas que sempre desejei ter um ninho de andorinhas no meu beiral? Não deverá ser paragem, aqui o meu bairro.
Um abração

27/11/05 22:38  
Blogger segurademim said...

Então submeteste o pobre bicho a uma sessão de fotografia, à séria, com gritos e tudo???!!! que seca, pobrezinho o que teve que sofrer para ter um bocadinho de calor!!!...
Mas olha que ficou fotogénico, os olhos bem expressivos e as cores devidamente realçadas!!
O melhor é ires-te preparando porque a seguir vai querer um retrato de familia :))))

A foto está muito gira pois! mas estou aqui a pensar se a canja ficaria melhor com arroz ou com letrinhas...

28/11/05 10:32  
Blogger batista filho said...

"Foi uma sessão e tanto!"
... realmente!... mas já pensaste, por um instante que seja, nessa outra possibilidade, nada tresloucada:
- após o milho ser comido pelo pombo, fosses tu a sair voando pela janela - enquanto o pombo se metesse na tua cama?!

28/11/05 12:05  
Blogger Maria Papoila said...

Numa época em que há tanta gente a querer fazer da gripe das aves razão para acabar com os pombos, é bom saber que também há quem os considere amigos!

28/11/05 12:14  
Blogger  said...

A foto está óptima! Como conseguiste apanhar o sr pombo? Paciência a dele de ter ficado à espera que o fotografasses, era vaidoso!
Mas também te digo a foto não teria tanta piada se nao tivesse esse fundo! :)

28/11/05 21:18  
Blogger legivel said...

Para amok_she:

Não tive tempo de lhe dizer; o pombo fartou-se das "poses" (e das minhas exigências...) e deu à sola. Provavelmente nunca mais comete o mesmo erro: visitas ao domicílio...

...deu-me mesmo gozo pelo inédito da situação. Fotografar um pombo na rua é comum; acordar com um a espreitar para o quarto...

28/11/05 21:43  
Blogger legivel said...

Para joana:

Também gosto. Aliás, gosto de tudo quanto é animalejo.
Entufar; essa é gira. Será que foi o que eu vi fazer ao bicho quando cairam uma pingas de chuva e ele eriçou as penas? Parece ter ficado mais "gordo"...
Por norma, os animais são maues amigos.

Já há tempo que não tinha notícias tuas! Sê bem aparecida!

28/11/05 21:52  
Blogger legivel said...

Para i&c:

Aproveitas todas as ocasiões para arranjares uma receita...
A Maria de Lourdes Modesto teria aqui uma séria concorrente... se ainda estivesse no activo.

28/11/05 21:54  
Blogger legivel said...

Para lagoa azul:

O Ken da Barbie?! Mas eu não escrevi sobre esse; foi sobre um pombo e nem sei como é o nome da sua companheira...

(Fui ao "teu pombal" ao engano; os "pombos" eram outros...)

28/11/05 21:57  
Blogger legivel said...

Para sotavento:

Se tinha, não dei por isso. Também o único contacto que tivemos foi meramente gestual...

28/11/05 21:59  
Blogger legivel said...

Para manhã:

É bem verdade que estas aves já foram mais "contidas" na sua reprodução e "colaboravam" numa imagem simpática (em jardins e praças lisboetas) da cidade.

O Rossio e a Praça da Figueira são um exemplo do que escreves...

28/11/05 22:04  
Blogger legivel said...

Para lia c:

Sou um mero fotógrafo amador e por sinal, nem costumo fotografar muito... mas ando habitualmente com a câmera e atento.

Este foi um caso de sorte e... o pombo não ter fugido quando abri a janela. Mas assim que o vi e antes de pegar na máquina, já estava a enquadrá-lo no cenário que tinha por fundo.

Beijos.

28/11/05 22:11  
Blogger legivel said...

Para a:

Não tens de agradecer a visita; o meu comment foi a retribuição da tua visita ao meu post anterior.

...e se nos deixássemos de salamaleques e nos comentássemos sem mais aquelas?!

Óptima semana! semana!

28/11/05 22:26  
Blogger legivel said...

Para jpd:

Nem o meu, nem o meu. Sorte de principiante, foi o que foi.

Óptima semana!

Abração.

28/11/05 22:29  
Blogger legivel said...

Para segurademim:

Acho que já não volta a "estes sítios"; saiu daqui amuado e com os olhos ofuscados por tantos flashes.

Também tu? Será que afinal sempre há sociedade no negócio de catering e eu sou o último a saber?!

Boa semana de receitas!

28/11/05 22:35  
Blogger legivel said...

Para batista filho:

Seria manchete nos media!

"Enganado por um pombo, salta de um décimo quinto andar!"

Abraço.

28/11/05 22:39  
Blogger legivel said...

Para maria papoila:

Não só dos pombos mas também de outras aves domésticas. Há notícia de abandono pelos donos, desde que se deu o "alerta" da gripe.

Este pombo pode mesmo ter sido um desses casos; a ave estava desorientada e não fugiu à minha aproximação.

Está descansada que não o pus ao lume para o comer (perdão); para o aquecer. E foi-se por sua iniciativa.

28/11/05 22:47  
Blogger legivel said...

Para pé:

Penso que já explicando pelos comments que fui deixando por aqui (meio a sério, meio a sorrir) que se tratou de uma questão do acaso e a ave ser mansa; devia estar despistada pelo que me pareceu.

E aquelas nuvens e o belo exemplo de desordenamento urbano, fizeram o resto.

28/11/05 22:57  
Blogger Marco Ferreira said...

foi um trabalho bem conseguido.

marinheiroaguadoce a navegar

29/11/05 12:35  
Blogger Nia said...

Não será por acaso que as patinhas do pombo não se veêm!E tu com essa "pombalhice" de "ora põe-te aqui..ora põe-te ali"...que nada!!!Aposto que lhe amarraste as patas ao parapeito, ou a uma cadeira!Não é possível que o pombo tenha ficado em grande plano, viradinho para a máquina, pois que, se porventura ,não se assustasse com a "artilharia fotográfica", pelo menos com a tua cara bem perto dele, se haveria de assustar o bicho!Vou avisar a Protecção dos Animais...e digo mais:e juntar como prova essa tua foto que está tão bonita mas tão cruel! ;)

29/11/05 14:00  
Blogger legivel said...

Para marco ferreira:

E se fosse uma gaivota?! Também não calhava mal ehn?

Legível Salgado... sempre a andar!

29/11/05 15:01  
Blogger legivel said...

Para nia:
Tu que me conheces tão bem, sais-te com uma dessas! Nem acredito. Já me viste a "falar" com cães, a fazer festas a gatos, a "cantar" à desgarrada com um piriquito, a "praguejar a dois" com um papagaio, a andar com uma gibóia ao pescoço, enfim; toda a sorte de animais são meus amigos (incluindo naturalmente -e no topo das amizades, o leão). Até a águia, neste preciso momento, tenho uma certa "ternura" para com ela...

Não entendo agora, que me acuses de um acto tão vil e cobarde; amarrar as patas a um pobre pombo, limitando-lhe a liberdade de movimentos que é a sua primordial "liberdade de expressão": o voo.

Tenho em meu poder, provas contraditórias à tua. Onde o MESMO pombo se deixa fotografar com as duas patas. E se mais patas houvessem, mais gansos e cisnes nadavam no lago...

29/11/05 15:21  
Blogger SalsolaKali said...

…tu tiveste a hipnotizar o pombo… diz lá. Ou o coitado no animal estava cheio de frio, queria entrar para debaixo dos lençóis e tu com a história do fotografar… já devia estar congelado e foi por isso que nem teve reacção.

Quanto aos pombos, de forma geral, são coitados e uns descriminados.
Primeiro foi a “infestação” e a “necessidade” do controlo “natalício”, depois vieram os técnicos do IPPAR que começaram a instalar daqueles instrumentos que impedem que os desgraçados pousem nos monumentos e agora a gripe das aves… que mais virá por aí?!

E olha, o meu gato tb gosta muito de pombos. Acho que ia adorar o teu amigo… Costuma-se escapulir logo de manhã para se colocar na rampa da saída dos pombos da capoeira (de onde os pombos entram e saem quando lhes apetece)…
Apesar desta tortura psicológica, acho que os meus pombos são bem mais “felizes” que esses desgraçados citadinos.
Beijo.
SK

29/11/05 19:18  
Blogger legivel said...

Para salsolakali:

Quando tiveres tempo, dá-me o telemóvel do teu gato que eu gostaria de trocar umas impressões com o bichano.
Não. Não há mistério nenhum. É para veres se chegamos a acordo num negócio que pode ser rentável para os dois.
Eu hipnotizo as "aves"; o teu bichano, papa-as e a CML (ou outra...) dá-me uns euros pel "serviço".


Não sou assim tão mau, não.
Beijo.

29/11/05 19:54  

Post a Comment

<< Home