Monday, November 21, 2005

VIVER nas NÚVENS



















"Fulano anda (ou vive), nas núvens", ouve-se dizer com frequência daqueles que não tomam atenção ao que se lhes diz ou ao que fazem. Felizmente não é dessa desatenção ou desatino que trata o texto de hoje, por um lado porque se refere à minha pessoa (sim, podem dizer abertamente aquilo que pensam; "que este blog é editado por um sujeito que talvez até se chame Narciso"... ), logo, não será suposto autocriticar-me tão aereamente, por outro, porque quando no caso vertente se fala de núvens, não é em sentido figurado.
Vivo de facto acima das núvens e a prova disso é a imagem que aqui se apresenta. Para defesa de interesses pessoais e privados de variada ordem (os de carácter autárquico aparecem logo na primeira linha de preocupações), não incorro na ingenuidade de vos exibir "por inteiro" o andar onde vivo, pois seria rapidamente detectável. No entanto, à direita da foto distingue-se parcial e perfeitamente o "guarda-estendal-de-roupa" da janela de uma das divisões. E sem qualquer manipulação fotográfica, verificam que esse elemento está acima das núvens; que é como quem diz, acima de qualquer suspeita.
Numa primeira abordagem -mais tarde relatarei com mais tempo e detalhe como é viver acima das núvens, garanto-vos que isto por aqui é um paraíso. Não há veículos motorizados (nem dos outros), a pressão de se chegar a horas ao emprego não existe, porque não existem relógios nem... empregos; um pouco à semelhança do que se passa aí mais abaixo e, surpreendentemente, pelo menos desde que cá me instalei, ainda não ouvi falar da gripe das aves, do défice ou das eleições presidenciais. Ah!; vieram comigo as bananas e as maçãs do texto anterior. Mortas mas ainda aceitáveis para uma salada de frutas.
Foto de: Alberto Oliveira.

54 Comments:

Blogger amok_she said...

Essa é uma vingança...no mínimo torpe!!! ...como sabias q eu ambicionava viver...nas nuvens!?, ou mesmo acima delas q'esta minha mania das grandezas/alturas nem às nuvens perdoa...

Dás com uma e tiras com outra, heinnn!?;-))))

20/11/05 22:51  
Blogger Lia C said...

Também tu, Amok? Já uma senhora não pode gostar duma coisa que não haja logo 80 pessoas - no mínimo - a querer o mesmo?!

E a ti, Legível, só tenho a dizer que continuo a invejar (sim, pois, eu sei que é feio mas às vezes acontece) os teus textos e essa máquina que tira estas fotografias!

Bjs

20/11/05 23:07  
Blogger sotavento said...

Pronto, 'tá bem, passa aí uma taça!... :)

20/11/05 23:08  
Blogger amok_she said...

...é pá, ó Lia...as pessoas de bom gosto - como nós!;-) - partilham dos mesmos sonhos...ou nuvens, sei lá!...

ah, mas tu querias ser única, era???;-)

20/11/05 23:16  
Blogger Lia C said...

bem... única, única não, mas tb não me parece bem povoar as nuvens com certas espécies daqui... mas sim, tu podes ir, tá bem;))) - afinal não é toda a gente que reconhece o meu bom gosto! e eu continuo a querer ir ao cinema...

20/11/05 23:30  
Blogger Lia C said...

[porque raios é que me esqueço sempre que devo escrever legivel e não legível, han?]

20/11/05 23:31  
Blogger amok_she said...

...oportunista, engraxadora!!!


;-)))

...mas onde anda o dono do tasco??...é claro q a gente sabe - pq ele o disse!:-> - q a vida dele ñ era esta..de blogs!, mas...pois, já agora...é q a nossa é!;-)))

20/11/05 23:34  
Blogger legivel said...

Para amok_she:

Por uma vez (e porque sou um cavalheiro) quebro a regra de responder aos comments no final do dia anterior ao do editar o post seguinte, para te dizer que não houve da minha parte nenhuma vingança e muito menos torpe... torpe?!, espera aí um bocadinho que vou ver ao dicionário o que significa isso.

Prontos já vi... que consultar um dicionário também não é a minha melhor especialidade. Bom; fica para depois.

Podes perfeitamente viver nas núvens... desde que conduzas bem. Não tem nada que saber. E há lugar para todos. Todos... é como quem diz... coisas que me ficaram de viver "aí mais abaixo"... E não te peocupes com a mania das grandezas. Ao meu lado mora um casal de anões que me parecem bem felizes. estão mesmo nas núvens!!

Gosto do diálogo que estás a manter com a Lia C. Vocês já são amigas há muito tempo ou começaram a odiar-se hoje?

(Estou óbviamente a brincar.)

PS: Não dou nem tiro nada.Pobre mas honrado!

(Fica sempre bem dizer uma laracha destas...)

20/11/05 23:53  
Blogger Lia C said...

o dono do tasco anda nas nuvens, claro... por acaso a minha vida tb não é só blogs mas até parece... tenho tantas janelas abertas que daqui a pouco sou capaz de começar a fazer comentários para um no blog do outro... e entretanto o trabalho vai-se acumulando ali ao lado... esta vai ser uma longa noite, quer-me parecer ;)))

20/11/05 23:59  
Blogger Lia C said...

juro que não vi o teu comentário antes de escrever o meu... acho que estou a ficar artrítica porque as letritas saem cada vez mais devagar; e depois esta barra de espaços deste teclado anda em greve faz muito tempo - e eu que me lixe, que tenho que andar a separar palavras engalinhadas...

basicamente a Amok conheceu-me na mesma altura que tu, acho eu...

21/11/05 00:03  
Blogger legivel said...

Para lia c:

A inveja é um pecado que merece penitência exemplar... mas quem sou eu para te exigir tal?!
E depois tu dizes essas coisas tão, tão agradáveis da minha máquina, tão elogiosas dos meus textos...

É muito belo, apreciar como tu e a Amok_she, se dão tão bem! Se eu fui o elo de ligação entre vós, já ganhei o dia.

Bjs.

Nota: O que escrevi à Amok_she sobre a "abertura à excepção" vale também para ti. Na realidade o meu tempo é tão limitado...e a esta hora já devia estar deitado!

21/11/05 00:04  
Blogger legivel said...

Para amok_she e lia c:

Básicamente agora me recordo que foi nos blogs que vocês se conheceram e foi ainda nos blogs que eu as conheci.
A memória é uma coisa tramada! Também não foi assim há tão pouco tempo não é?! Ainda bem que tudo se esclareceu!!
Vou encarar a semana mais descansado!

21/11/05 00:12  
Blogger amok_she said...

[por acaso, agora q me deu para reparar bem e o dono do tasco já deve ressonar, estou a achar muito familiar aquela coisa às riscas, ali do lado esquerdo da foto, a imiscuir-se nas belíssimas nuvens...

...hummm, onde é q já vi este filme, quer dizer: este pormenor da foto...???]

21/11/05 00:41  
Blogger I said...

Peço desculpa por interromper a vossa conversa, mas tem que ser.
Tenho uma larga experiência de vida nas núvens e , por isso, penso que o meu testemunho será uma mais-valia, quanto mais não seja, uma mais-valia não ter testemunhado.
Hoje chove-que-se-deus-a-dá e por isso divirto-me a ver os ensopados lá em baixo, com os chapéus a dobrarem com o vento e os carros a darem banhos gratuítos de agua suja e porcarias, quando passam com propositada velocidade, sobre as poças.
Vivo nas núvens há muitos anos e não quero outra coisa.Quando morrer já terei meio caminho feito, pois boazinha como sou , só poderei ser encaminhada para o céu, onde certamente me aguarda um lugar vitalício na cozinha de S. Pedro.
Tenho pois como certo que, ainda um dia, servirei o arroz doce ao Papa. Já imaginaram a honra que é para qualquer terráqueo privar comigo quando desço das núvens para fazer coisas prosaicas?
Em relação à fotografia, fiquei com o pescoço torcido ao tentar ve-la de cima para baixo pois parece-me estar de pés pró ar...ou estendes a roupa de baixo para cima? Essa foto parece-me ,por isso ,ser um desafio à Lei da Gravidade sendo por isso Arte.

21/11/05 13:07  
Blogger segurademim said...

Para além do pino que outros saltos e piruetas andas a fazer?? trabalhas no circo? no arame...

Ah agora entendo, és polivalente lá na tenda gigante... por isso conseguiste pôr os elefantes todos em fila e começas a ter alguma recuperação com os leões!!!

ahahahah
(Vives nas nuvens vives!!! três pontinhos, seu vaidoso... gostava de saber se estivesses a zeros que post editarias; palpita-me que seria assim a modos que como uma ida aos quintos do inferno, bem quente e vermelhinho... :))))

21/11/05 14:08  
Blogger Vodka e Valium 10 said...

Viver nas nuvens ou acima das nuvens não te dá a possibilidade de olhar para baixo ou para a frente; justamente porque estás envolto nelas.

Contudo, esse isolamento até pode ser bom, pelo menos para a criatividade..

21/11/05 14:19  
Blogger SalsolaKali said...

Olha...
eu queria um T2 com varanda, com uma vista assim...
É que só me falta mesmo o T2 com vista para o tecto deste burgo, pq o resto já tenho... ou melhor, de resto já ando, sempre, nas nuvens, e no buraco.
...e até que não era mau, não ter horários, não ter de trabalhar por uns tempos, e já agora não ter de pagar a prestação nem a conta do gás, luz, água, TVCabo, Internet, etc., etc.
Andar como Deus me trouxe à terra, com asinhas de um lado para o outro, a tocar harpa… qual querubim alado…
:)
Olha eu!
BJ GR

21/11/05 19:10  
Blogger Lia C said...

caríssimo legível sem acento no i: já ontem estive algumas horas a tentar perceber o que querias dizer com quebro a regra de responder aos comments no final do dia anterior ao do editar o post seguinte, mas como era dirigido à Amok achei por bem deixar de me preocupar... hoje verifico (com muito agrado, por sinal) que a excepção também se aplica à minha pessoa, mas continuo sem perceber o "momento" - perco-me ali algures entre o final do dia anterior e o anterior ao do editar o post seguinte... acaso não poderias fazer um desenho para minha orientação?

quanto à iméija merecer uma penitência exemplar, concordo... dá-lha, que eu apoio! eu até gosto de dar penitências exemplares, por isso é bom que não fujas à que eu e a Amok combinámos para ti lá no blog dela...

e sim, basicamente tá tudo dito e ainda bem que podes encarar a semana muito mais descansado. eu também estou basicamente muito mais descansada embora tenha estado sem net basicamente desde manhã... o que me deixou basicamente irritada.

Amok! Isto é um lugar público, rapariga! insinuar a itálico que o dono do tasco ressona parece-me meio caminho andado para seres expulsa daqui pela nova entidade reguladora;))) E não sei se não merecerá também uma penitência exemplar...

I&C: tens a certeza que o Papa gosta de arroz doce? E mais: achas que é mesmo preciso cozinhar no céu???? - se souberes de fonte fidedigna que lá tb é preciso fazer dessas coisas que aqui me fartam, avisa p.f. que eu tento ir para outro lado.

mistura fatal: possibilidade de olhar tens sempre, podes é não ver muito mais que nuvens. parece-me, mas posso estar enganada.

Bjs

21/11/05 19:18  
Blogger Lagoa_Azul said...

Com tão imponente descrição de quem sou eu, reconheço que tive algum receio de comentar que sorri ao saber que nas nuvens também se anda :)

Mas ao entrar para postar meu comentario, reconheço que o exterior de teu blog está muito bom mas o interior, está excelente

21/11/05 21:26  
Blogger Vostradeis said...

Faço minhas as minhas próprias palavras... e os meus silêncios. Consegues manter um nível constante no blog e isso é bom. Belas fotos. Belas prosas. Continua.

21/11/05 21:44  
Blogger JPD said...

Pois é legivel, achas que até te poderias chamar Narciso porque achas que assinando ou respondendo com utilização desse expediente te safas da ira de teres retomado a Babel e estares livre da ira superlativamente divina dre ambicionares o poder do criador.
Não farei qualquer denúncia.
Porém garante-me uma coisa: todo o cuidado é pouco. Se por acaso deixares cair o mais minúsculo caroço ou a mais pequena réstia da casca da fruta que para aí levaste lá se vai toda a tua teoria da dispensa do tempo, por cuidares ter todo o espaço disponível.
Ninguem aceitará isso.
Tão pouco te servirá dizeres que foste até aí, à Babel, para desta vez a destruires de cima para baixo e tentar (RE)construir a união, o entendimento, a harmonia entre os homens e o respeito que o CRIADOR lhes merecerá. É tarde. Destruirias o mito, a sanção, era o reverso da irreverência. É tarde!
Se tiveres essa sorte, se por aí passar o Frei Bartolomeu de Gusmão, aproveita e pede-lhe uma boleia, há seguramente spaço na Passarola!
Um grande abraço

21/11/05 22:54  
Blogger UGAJU said...

Legível, amigo, vou-te dar uma novidade boa e outra má!
A boa é que tens uma saúde de ferro, o sangue não te sobe à cabeça; a má é que tens os sapatos calçados nas mãos o que, apesar de tudo, é obra... conseguir tirar fotografias com os pés! :D
Grande abraço

22/11/05 01:47  
Blogger amok_she said...

Amok! Isto é um lugar público, rapariga! insinuar a itálico que o dono do tasco ressona parece-me meio caminho andado para seres expulsa daqui pela nova entidade reguladora;))) E não sei se não merecerá também uma penitência exemplar...

...bem, bem,bem...vamos lá a não tirar ilações perbersas do q eu disse sobre o ressonar do senhor... 'tá???!???


tessss...tessss...

22/11/05 02:14  
Blogger amok_she said...

uuuooopssss...fui ver...e ñ é q verifiquei q é verdade!?!...as postas só são cortadas de 3 em 3 dias???? irrraaaa, outro com a mania do 3...???;-)))

22/11/05 02:16  
Blogger Spiritman aka Bacardiman said...

Boa!!! Gostei dessa... dessa capacidade de viver acima das nuvens, e por isso vives na terra, pois como vives em cima "vês tudo", logo estarás em condições para, se quiseres, poderes ver e viver melhor!

Abraço mixed by Jameson!

22/11/05 17:19  
Blogger legivel said...

Para sotavento:

Toma. Come tudo que fruta só faz é bem. Depois vai à janela ver o espectáculo mas não te debruces...

22/11/05 21:47  
Blogger legivel said...

Para i&c:

Então uma vizinha ehn?! Moras próxima daquelas nuvens mais altas e carregadas, não é? Acho que te vi um dia destes quando cheguei à varanda. Estavas de semblante vagamente pensativo quem sabe se a congeminar que poeta irias dessa vez, editar no teu "Asas".

Por falar em asas, dizes estar mais perto do céu, que a maioria dos mortais por "viveres à muitos
anos nas nuvens... e porque és boazinha" Então e eu?! Lá por ter vindo para aqui só agora, não quer dizer nada. Também vou para o céu, claro! que bondade é coisa que tenho para dar e vender. Não contem é comigo na cozinha. Para comer sim.

É verdade. A Joana, empregada cá da casa , estende a roupa a fazer o pino; é uma das suas habilidade e... está grávida de cinco meses. É a Lei da dita...

22/11/05 22:03  
Blogger legivel said...

Para segurademim:

Tal como expliquei á i&c (a mulher faz um arroz-doce-divinal!!) quem faz o pino é a Joana. O circo não faz o meu género. E se estivesse na área, seria equilibrista... nas nuvens. De preferência, carregadas de chuva. Se me desiquilibrasse, ninguém se ficaria a rir.

Essa cena dos leões deve trazer "águia" no bico, deve. Se é aquilo que penso, não tens sorte nenhuma. Aqui apenas se discutem coisas importantes e transcendentais... Tens de aprender a "andar nas nuvens", tens.

22/11/05 22:18  
Blogger legivel said...

Para vodka e valium 10:

Então não é?! Desde que cá estou, já criei duas dezenas de coelhos, uma caterva de galinhas (a "febre" não chega às nuvens), isto para não falar das cabras, dos cavais?!* e até dos burros. estou feito um verdadeiro criador animalesco.

* Fui ver ao dicionário; afinal o plural de cavalo, é mesmo cavalos. Um tipo mete-se a criador nas nuvens e até desaprende de escrever...

22/11/05 22:29  
Blogger legivel said...

Para salsolakali:

Lá por isso. Tenho aqui mesmo ao lado um T2 que vagou. Os sujeitos vinham "nas nuvens" (ou bêbados?), bateram e... a esta hora já devem estar a ser recebidos pelo São Pedro ou... pelo Demo.

É triste, claro; mas se queres aproveitar, apressa-ta que candidatos a morar nas nuvens não faltam. E "vista"!... só visto. Há nuvens para todos os gostos e feitios; hoje, quando me levantei e me assomei à janela, deparou-se-me um espectáculo deslumbrante e fiz como tu: "fiquei como Deus me trouxe à terra, coloquei as asas" e voei para o... duche. Depois, não fui trabalhar.

BJ GD

22/11/05 22:43  
Blogger legivel said...

Para lia c:

"Basicamente", as respostas ás questões que aqui levantas (ficou uma poeirada que não queiras saber...) e que me foram endereçadas, já foram respondidas nos "locais do costume".

Beijos

22/11/05 22:53  
Blogger legivel said...

Para lagoa azul:

A tua imponência descritiva, não te devia fazer recear comentar "nas nuvens".

Embora eu tenha algumas (só algumas) dúvidas de como se "encaixa" uma lagoa azul (ou de outra cor...) num aglomerado de nuvens. Mas é possível que haja algum processo; vou consultar o Google.

Agradeço a "avaliação" da casa.

22/11/05 23:05  
Blogger legivel said...

Para vostradeis:

As tuas oscarizadas e "humildes" palavras foram a luz deste mar de nuvens, num dia que esteve pró cinzento escuro.

Não as apagues nunca; safo-me de dar uma cabeçada em alguém "tão às apalpadelas" como eu.

Continuo pois; no próximo "número".

22/11/05 23:13  
Blogger Lia C said...

eu disse-te, Amok, eu disse-te! Escusavas de ter passado esse vexame de não confiar nos amigos! (já é amanhã, não é?)

22/11/05 23:28  
Blogger Lia C said...

Basicamente eu e a Amok estivemos a falar de pastéis de Belém... não sei se... percebes onde pretendo chegar?

22/11/05 23:30  
Blogger amok_she said...

'as meninas dos vestidos amareis foram às corridas de cavais a comer carameis'
;-)
;-)
;-)
;-)
;-)
;-)
;-)
;-)

22/11/05 23:50  
Blogger Lia C said...

eu sei mais que tu, nhãnhãnhãnhãnhã!

nos intervais das corridas de cavais as meninas dos asis comiam caraméis móis.

era assim, não era?

23/11/05 00:03  
Blogger legivel said...

Para jpd:

Jamais me passou pela cabeça tal coisa! "Destruir e reconstruir Babel para procurar o entendimento entre os homens"?!
Por um lado, não possuo conhecimentos de implosão de edifícios de grande porte e de engenharia de reconstrução, muito menos. Por outro, se a minha "vocação" fosse a de "entendimento entre os homens", colocava a mim próprio uma pertinente questão «E as mulheres? Ficam a ver navios?! Sim, daqueles do Alfeite, que tu falas...
Não, meu amigo. Fôra essa a minha vocação, repito-me, nesta altura do campeonato, eu seria mais um candidato às presidenciais. Os que "lá se posicionaram" já chegam para dar conta do serviço na campanha. O que fôr eleito (seja lá ele qual fôr) é que erguerá do caos, a Babel em que este país se tornou. E o "entendimento em paz" de todos os portugueses.
Pelo menos é o que eles dizem todos. E acredites ou não, queres crer que eu acredito?!

Um abração.

23/11/05 00:07  
Blogger amok_she said...

eheheh...e eu sei lá!...achas q com esta idade ainda me lembro dessa lenga-lenga!?;-))))

tchauuuuu...bons son(h)os...;-)

23/11/05 00:14  
Blogger legivel said...

Para ugaju:

Meu amigo. Tu és assim a modos que o meu Borda d´água; tão depressa me dizes que devo plantar os nabos que água não vai faltar, porque as cheias estão aí não tardam...
...como anuncias a boa nova que no próximo ano, a caruma e o restolho, que tantos prejuizos têm originado, vão desaparecer de vez; os incêndios encarregam-se disso.

As notícias são sempre boas. Mesmo que me façam a cabeça em água... ou me ponham a cabeça em fogo...

Grande abraço.

23/11/05 00:25  
Blogger legivel said...

Para amok_she:

Não te preocupes que eu percebi.

Toss...tosse. Estou-me a constipar, está visto.

23/11/05 00:27  
Blogger batista filho said...

Pela imagem não me pareceu "nas nuvens" e sim "sobre"... o que me levou a pensar: ué, aí não chove nunca?!

23/11/05 01:00  
Blogger legivel said...

Para bacardiman aka spiritman:

Os deuses te oiçam, meu amigo; não quero pedir muito, mas fazia gosto em viver pelo menos até aos cem anos. Lúcido?! como me sinto agora...

Abraço.

23/11/05 10:34  
Blogger legivel said...

Para amok_she e lia c:

Prontos! Já sei que está na hora do recreio... Não ponham mais na carta...

23/11/05 10:36  
Blogger legivel said...

Para batista filho:

Pois; é mais "sobre as nuvens"; milagres das novas tecnologias. Chove não. Quando preciso de água, vou "aí a baixo" e trago uns baldes para lavagens sumárias e para regar a horta.

Abraço.

23/11/05 10:41  
Blogger manuel said...

Pois é! mas tens saudades "do que se passa cá em baixo" e desastas a mandar bocas sobre as virtudes de viver "sobre as núvens" . A gente topa-te: não passa de pretexto para saberes notícias "terráquias".

Abraços.

23/11/05 10:48  
Blogger legivel said...

Para manuel:

Nem saudosista nem passadista; sou mais para o nuvelista*.
Sobre o que aí "em baixo" se passa, o Correio da Manhã e o canal da TVI são pródigos a dar notícias.

* escriba de crónicas "nas nuvens".

Abraços.

PS: Gostei do artigo na SN.

23/11/05 11:05  
Blogger I said...

Prezado Legivel, desde ontem que chovem cá para casa os telefonemas a perguntarem-me se aceito encomendas de arroz-doce .Quando respondo que não, que não faço arroz doce para fora, só para os amigos e pergunto a quem ouviram tal coisa , respondem-me:foi o sr. Legivel.
Isto está a tomar tais proporções que estou mesmo a pensar em montar um pequeno negócio de comida para fora. Temo até enriquecer e assim perder as virtudes inerentes ao meu estado de pobreza e que são o meu passaporte para o céu.
Não sei que faça...

23/11/05 15:54  
Blogger legivel said...

Para i&c:

Prezada amiga virtual:

Foi com enorme espanto que fiquei a saber do que lhe está a acontecer. A minha indignação não tem limites e à minha surpresa faltam-lhe fronteiras.
De certo que a prezada amiga -conhecendo-me como me conhece não fará fé em tais informações que carecem de fundamento e são no mínimo a tentativa de destabilizar quem da sua vida fez voto de pobreza.

Mas penso que poderemos dar a volta ao assunto, se a minha sugestão lhe agradar. A prezada amiga, assim como quem não quer a coisa, satisfaz as encomendas; eu administro-lhe a contabilidade e serei o detentor das receitas.

Estarão assim, salvaguardados os interesses de ambos; o seu percurso para o reino dos céus não sofrerá nenhum precalço. O meu caminho (ainda sem objectivo definido devida à minha juventude) terá mais um apoio financeiro que verei com muito bons olhos.

Respeitosos cumprimentos deste que se ssina?!

Legível.

23/11/05 17:07  
Blogger Rui said...

O que aconteceu à cruz?

23/11/05 17:57  
Blogger legivel said...

Para rui:

O padre Ernesto, veio cá e levou-a de volta para a igreja. De onde eu a tinha trazido emprestada...

23/11/05 19:31  
Blogger I said...

"A minha indignação não tem limites e à minha surpresa faltam-lhe fronteiras" e a sua imaginação actua num verdadeiro espaço Schengen , sr.Legível!!!!! Com que então eu ali ao fogão a suar as estopinhas e o sr. Legível a arrecadar os proveitos??????

24/11/05 15:03  
Blogger legivel said...

Para i&c:

Peço imensa desculpa mas equivoquei-me no destinatário do comment; não era para a prezada amiga. Dirigia-se antes, a uma senhora que começou agora a fazer pastéis de bacalhau e por coincidência tem o mesmo tipo de dúvidas.


(Desta vez é que me estiquei à séria!)

24/11/05 19:52  
Blogger Joana said...

Como são as nuvens? São como algodão doce ou como o algodão dos cotonetes??
Um dia compro lá 20 metros quadrados de àgua em suspensão e estabeleço-me por conta própria... talvez como vendedora de peugas... lá deve estar frio... hum.

26/11/05 21:29  

Post a Comment

<< Home