Tuesday, October 25, 2005

Á BEIRA do ABISMO

Tenho um receio danado das alturas. Tal como dizia o outro, não é medo, é receio; que para mim ainda é pior. É aliás minha, a frase, "Não tenho medo de nada embora receie muita coisa..." . Devo confessar-vos que é um temor que me acompanha desde garoto e deve estar sustentado num qualquer motivo que me escapa a memórias mais recuadas. Sei, isso sim, que a primeira vez que subi a um décimo quinto andar e me aproximei de uma janela fiquei logo nauseado. Quando os meus pais me levavam ao circo, os meus olhos seriam decerto os únicos que não se elevavam aos ares para apreciar as proezas dos trapezistas... embora soubesse que uns metros acima do solo, uma rede lhes ampararia uma eventual queda. Até aos dias de hoje, nunca residi acima de um primeiro andar. As camas onde tenho dormido são o mais rente ao chão possível e nunca por nunca, me empoleiro naqueles bancos das cervejarias junto aos balcão, onde os nossos pés ficam a cerca de meio metro acima do chão. E por fim, o maldito sonho recorrente da quase queda à beira de um abismo... e o acordar assustador de quem esteve mesmo a despedaçar-se lá em baixo. Nos primeiros tempos desse sonho e enquanto não interiorizei que não passava mesmo de um sonho cheguei a dormir de paraquedas, tal era o receio. O psicólogo que me tentou apoiar foi um desastre; vim a saber pela empregada, ao fim de dois meses de sessões, que o seu hobby era fazer salto em altura.
Mas nem tudo são más notícias. Tenho a sorte de medir um metro e quarenta e oito centímetros.

39 Comments:

Blogger UGAJU said...

1,48mt? eh pá, muda de botas que esses tacões são um perigo!

25/10/05 07:43  
Blogger concha said...

:)
Devo imaginar uma Sra. Legível com menos de 1.48, portanto?!?!

25/10/05 09:32  
Blogger m.btfly said...

eheheheheh então suponho que o meu 1.75 te provocaria uma dor de pescoço tremenda além de algum pânico vertiginoso...!!! ehehehehe
e o mais engraçado é que padeço do mesmo mal, aliás nem me atrevo a comprar calçado de salto porque além de não saber equilibrar.me tenho medo de olhar para baixo...H&Kss ;)

25/10/05 12:09  
Blogger PP said...

Ora cá está! Isto é que é uma vida!
Cada um com os seus "receios"... eu é dos sítios fechados, ou subterrâneos.
Está bem de ver que andar de metro, bom, está fora de questão.
E logo eu, que tenho 1,85m e mais uns trocos!!! :o)

25/10/05 13:19  
Blogger Vodka e Valium 10 said...

Um metro e oitenta e três de cocktails de vodka e valium.

Mas é certo e sabido que as vertingens, por norma, afectam mais as pessoas altas que as baixas.
Também eu tenho medo de alturas, embora lide com isso muito bem, vivo num R/c.

Quanto ao psicólogo só serve mesmo para uma coisa: receitas de valium, estou farto de gamar na farmácia da minha tia.

25/10/05 13:52  
Blogger manuel said...

Quanto mais baixo se sobe, maior é a queda?!...

Compreende-se assim porque há pessoas que não dão passo sem... rede!

Abraços

25/10/05 14:19  
Blogger musqueteira said...

Vive Legivel,
É só fechar os olhos;)No intervalo das pulsações cardiacas... que nos avisam...lá vem o "sintoma medo"...é só fechar os olhos,e imaginar que se está a colorir um livro de BD;)

25/10/05 18:15  
Blogger Fadista said...

Boas, Legível!
Adorei o «(...) enquanto não interiorizei que não passava mesmo de um sonho cheguei a dormir de paraquedas (...)» Excelente! Continuação de bons textos!

25/10/05 18:24  
Blogger SalsolaKali said...

LOL
Paraquedas?!
"Ganda" maluco.
Então havias de trabalhar como já trabalhei, há alguns anos atrás, a quase trinta metros do chão, empoleirada em andaimes que tinham de ser subidos e descidos à manápula... isso é que era vertigem.
BJ SK

25/10/05 18:53  
Blogger segurademim said...

... e estavas com tanto receio de escrever este post que até te encolheste e reduziste-te de tamanho!!!
já li algures, tu a afirmares que quando te esticas, bem esticado medes 1,84 mt
o sonho de que estás sempre a cair lá das alturas é que é a grande novidade!!... :)

25/10/05 22:20  
Blogger I said...

também tenho esse pesadelo muitas vezes. É tremendo...sobretudo porque se perpetua na queda...caio durante minutos a fio, parece-me. Felizmente tenho sido sempre salva pelo despertador antes de me estatelar no chão.

26/10/05 01:20  
Blogger manhã said...

eheheh, aconselho-te o Vertigo do Hitchcok. Também tenho pavor das alturas e o sonho recorrente de cair.

26/10/05 10:17  
Blogger Joana said...

Eu não gosto de sitios altos, mas adoro morar num 8 andar com varanda... é por causa da vista!
:)

26/10/05 11:08  
Blogger Andreia said...

também eu receio tantas coisas...
mas respiro fundo, fecho os olhos e deixo-me ir. é mais fácil assim :)

26/10/05 12:15  
Blogger sotavento said...

Quer dizer que andar contigo às cavalitas está fora de questão?!... :)

26/10/05 16:00  
Blogger batista filho said...

Apesar da forma satírica que escreves, dessa vez não ri... é que me identifiquei, sabes? E uma, dentre outras coisitas ficaram a me azucrinar o juízo (ou deveria dizer - pouco, ou nenhum juízo?!), não importa! Percebes?... é só pensar n'alguns centímetros acima da sola dos pés que sinto como se o Everest estivesse ali, ao dobrar da esquina. Chega de vôos (ops! disse vôos?!)... direto ao assunto: ao término da leitura fiquei aborrecido, muito aborrecido. Por que, me perguntei, não pensei nisso que o caro Legível pensou?... a que me refiro? A DORMIR DE PÁRA-QUEDAS!!! que idéia sensacional!... só tem um problema... a cidade onde moro só tem uma loja que vende o tal utensílio... e a danada da loja fica num segundo andar! vou pedir à minha vovozinha que me faça mais esse favor... Quanto à ti, grato pela dica. Valeu!

26/10/05 19:55  
Blogger JPD said...

Ainda bem que tens essa altura, e tens medos: não és perfeito, mas natural. muito piores deverão ser os receios dos liliputianos: quem tolera o esmagamento?
Um abração

27/10/05 00:08  
Blogger legivel said...

Para ugaju:

Uso calçado sem saltos. Por causa dos sobressaltos...

27/10/05 10:36  
Blogger legivel said...

Para concha:

E imaginas bem; estamos bem um para o outro. A compatibilidade é quase perfeita...

27/10/05 10:37  
Blogger I said...

voltei aqui ao teu post porque me lembrei de uma coisa muito engraçada(se calhar não vais achar graça nenhuma): na sé de braga, no museu, estão expostos uns sapatos muito pequeninos com uns tacões altissimos...pertenceram a um Bispo (não me recordo do nome, mas posso ver nos meus apontamentos das viagens, se te interessar)que era de muito baixa estatura. Séc XV...o Bispo , segundo rezam as crónicas , não atingia os 140 cm...então mandou fazer sapatos (pertenciam aos paramentos) de salto bem alto, para assim parecer maior e "impor mais respeito", rs*!O seu complexo pela baixa estatura era tal que mandou fazer o caixão com quase dois metros, para que posteriormente quem visse o seu caixão e não o tivesse conhecido, o imaginasse homem de elevada estatura física.

27/10/05 10:38  
Blogger legivel said...

Para m.btfly:

Olhar para um metro e setenta e cinco de altura não é fácil para mim, não. Mas há soluções para tudo: tu sentar-te-ias e eu ficaria de pé.

Menos sofrerás das pernas mais tarde. Estudos médicos, provam que o uso do salto alto é contraproducente.

Beijos.

27/10/05 10:48  
Blogger legivel said...

Para algodão:

Cada um com os seus fantasmas não é?!
Um metro e oitenta e cinco?! e mais uns cêntimos?

E basquetebol? Praticas?

27/10/05 10:51  
Blogger legivel said...

Para vodka e valium 10:

Sorte a tua que moras num rés de chão e tens uma tia dona de uma farmácia.
Ao contrário, o meu tio mora numa farmácia e vende medicamentos num rés de chão. A mulher (minha tia) afirma que tudo isto se deve à liberização da venda de fármacos!...

27/10/05 10:57  
Blogger legivel said...

Para manuel:

E eu que não tenho vocação nenhuma para as quedas...sem rede.

Abraços

27/10/05 11:18  
Blogger legivel said...

Para musqueteira:

Viva!
Ná! Não me desafies que dos desportos radicais o único que pratico é o bilhar às três tabelas.
Em miudo, arrisquei-me bastante a fazer o desenho à vista copiado por cima com papel vegetal...

27/10/05 11:27  
Blogger legivel said...

Para fadista:

A tua visita é sempre acompanhada... à guitarra e à viola.

27/10/05 11:29  
Blogger legivel said...

Para salsolakali:

O teu comment assustou-me; deveras!
Mas o que é que andavas a fazer nas alturas?
Eras dupla no cinema ?!


Bjs.

27/10/05 11:34  
Blogger legivel said...

Para segurademim:

Eu é que me estico?! Pelo teu comment, tenho opinião contrária...

O sonho recorrente é antigo; eu é que não costumo falar nele, assim sem mais nem menos e à frente de toda a gente. Desta vez abri uma excepção...

27/10/05 11:38  
Blogger legivel said...

Para i&c:

É aflitivo, é.
Mas recentemente comprei um aparelho que se coloca durante o sono (tipo auscultadores) e que tem um sintonizador com cerca de cinquenta canais de sonho e que se selecionam préviamente, antes do sono.
Tem dado resultado!
Deixei de ter o tal sonho recorrente; agora tenho um problema auditivo...

27/10/05 11:44  
Blogger legivel said...

Para manhã:

Depois de ver o Vértigo do mestre Hitch andei três dias sem pregar olho...
Olha que bela sugestão...

27/10/05 11:49  
Blogger legivel said...

Para joana:

Tu tem CUIDADO Joana!! Não te debruces!
Esta gente que trata o perigo por tu, põe-me doente, caraças!!

E por causa da vista foste morar para um oitavo andar?! Tu vai mas é ao oftalmologista!

27/10/05 11:52  
Blogger legivel said...

Para gata:

Não devias recear nada. Os felinos são independentes e só sonham com o sexo oposto...em Janeiro.
Pois; os outros meses é que é pior...Mas aí, tu própria tens a solução: fechas os olhos e lá vai disto!

27/10/05 11:58  
Blogger legivel said...

Para sotavento:

Está mesmo fora de questão, podes crer.
Quem me fosse buscar ao chão esparramava-se ao comprido! Sou baixo, mas peso cento e dez quilos...

27/10/05 12:01  
Blogger legivel said...

Para batista filho:

Comentário satírico foi o teu (essa da avózinha foi de morte...); salvo seja...
Gostei mesmo!

Abraço.

27/10/05 12:05  
Blogger legivel said...

Para jpd:

E o exemplo do que escreves, são as formigas. Quando vejo um carreiro de "trabalhadoras" imagino o que lhes irá na cabeça quando os humanos lhe passam junto...

Abração.

27/10/05 12:12  
Blogger legivel said...

Para i&c:

O teu comment é muito interessante e revela os modos diversos de exposição, das pessoas face ao seu corpo, independentemente da posição social ou...credo.
E revela também o teu gosto pela observação e conhecimento.
Já tinha dado por isso...e gosto.

27/10/05 12:22  
Blogger mood said...

hehehehehe...bom, pelo menos a tua aerodinâmica protege-te. Tive esse sonho várias vezes também. E apesar da formação em psicologia nunca ninguém me explicou o que significa, ainda que seja um conteúdo comum a muita gente e haja até teorias sobre o seu significado. Devo-te dizer que tenho o maior respeito por quem tem 'receio' pelas alturas. Este ano enfiaram-me numa montanha russa (coisa que n acontecia há anos) e enquanto aquele martírio não acabou não parou a taquicardia. A sensação de que me vou despenhar na descida é das coisas mais assustadoras que já experimentei na vida. Hiperventilei um bocado e fui o tempo todo de olhos fechados, mas portei-me dignamente ;)
beijinhoooos

27/10/05 23:46  
Blogger legivel said...

Para mood:
Numa montanha russa?! Estivestes nos Urais, claro!.
Bem podias ter dito alguma coisa antes de partires, que tenho lá um amigo (o Dimitri Caracolov) que gosta imenso de presunto de Chaves...

Beijinhoooooos.

28/10/05 10:43  
Blogger a said...

E a bela da queda livre... já tentaste?

7/11/05 23:06  

Post a Comment

<< Home