Tuesday, October 04, 2005

CANTAR a INCERTEZA

O apresentador anunciou-lhe o nome «Tenho o grato prazer de vos apresentar em estreia absoluta nesta magnífica cidade, finalizando uma apoteótica digressão pelo norte do país, uma grande -senão a maior, voz da nossa música: Fernaaaaaando Cuuuunhaaaaaa!
Saiu da penumbra da lateral esquerda do palco, dirigindo-se lentamente para o seu centro, ao encontro dos aplausos e dos gritos entoando o seu nome. Não caminhava; serpenteava , ganhando tempo, mais aplausos e gritos delirantes. O holofote circular de luz branca, acompanhou-o neste percurso ensaiado e repetido mil vezes, marcando-lhe o território e tornando-o um alvo apetecível especialmente para o elemento feminino. Fernando sabia-o e isso incutia-lhe segurança, apesar de não conseguir distinguir claramente as feições de quem se encontrava nas primeiras filas. O apresentador cumprimentou-o brevemente e afastou-se de cena.
Fernando relanceou um olhar pela sala; um olhar que pretendia representar não apenas o cantor do amor mas também o do homem que vivenciava o amor. Depois, retirou o micro do suporte; a plateia emudeceu. Atrás de si, a orquestra atacou as primeiras notas da canção e irrompeu outra ovação; desta vez mais curta. A voz de Fernando colou-se à música e cantou
Meu amor, meu amooooor
minha doooooce lembrança
não sei s é do calooooor
mas cheira-me a dançaaaaa!
E eu tenho a certeeeeeeza
que
...............................
O toque do telemóvel tirou-o da abstração. «Sim, estou...» . Do outro lado uma voz perguntou «Estou a falar com o senhor Fernando? O canalizador?». Pensou duas vezes e respondeu «Não...Não tenho a certeza...».

26 Comments:

Blogger m.btfly said...

oh e como são bons os momentos em que somos outrém, de preferência o que aspiramos ser...sonhar acordado sempre tem a vantagem de não ser um pesadelo...apesar de que o acordar pode ser isso mesmo, o regresso ao mundo real, cru e nú!! H&Kss

3/10/05 20:40  
Blogger sotavento said...

No fundo, temos sempre a esperança de poder SER tudo, sonhos incluídos!... :)

3/10/05 21:11  
Blogger JPD said...

Acho excelente est~e confinamento entre o apelido do Fernando e o cone de luz, reforçando a ideia de "incisão" que lhe está subjacente. A seguir, a música, a sua amenidade, a forma como reduz o efeito ou trava iniciativas menos "benignas" de irritação à "cunha!" Está muito giro.
Um abraço

3/10/05 21:45  
Blogger manuel said...

Música pimba na outra margem? com franqueza, prefiro o J. Benite...

Abraços

3/10/05 22:04  
Blogger SalsolaKali said...

LOL,
É sempre nos momentos mais inoportunos que o telemóvel toca...
:D
BJ SK

4/10/05 13:55  
Blogger segurademim said...

Está excelente !! desde o apresentador do Cuuunhaaa que nos transporta para o "Portugal a Cantar" ... aquele programa de captação de novos valores !!?? - profundo, pobrete mas alegrete - até às incertezas da "vocação" do Fernando !!
Cá para mim, veterano nestas andanças do musicall, ele estava, realmente, a ensaiar e a idealizar uma nova coreografia, para o próximo espectáculo...
o jovem teve um pequeno deslize: o TM devia estar ao serviço exclusivo da produção Cantores KERIKEKE & Cª.

5 estrelas!!! continua que ainda levas o Fernnnnnannnndo pó TOP +

4/10/05 14:26  
Blogger PP said...

Nessas alturas... desliga-se o telemóvel :o)

4/10/05 14:48  
Blogger Nia said...

Eu cá preferia ser o canalizador!Crises de cantoria não tem havido cá em casa...crises de canalizações tem havido e muito...e depois, ou se namora um canalizador ou se tem que pagar o serviço e bem!Quase tanto como a um jogador de futebol que se diz profissional!

4/10/05 15:31  
Blogger manhã said...

Olha que pensava que estavas a contar uma cena de um cantor ligeiro em fest de bairro. Depois pelo tom dos comentários voltei a ler o texto, de facto eles têm razão é sobre a doce mania de cantar ao espelho e ser sedutor até ao desmaio geral.Boa.

4/10/05 18:34  
Blogger batista filho said...

Tem cada despertar...!
Parabéns, outra vez.

5/10/05 17:09  
Blogger legivel said...

Para m.btfly:

Bastas vezes, os sonhos são a projecção dos nossos mais íntimos desejos. Fernando pretende-se um original: sonha acordado...Engana-se, pois o que não faltam para aí, são esse género de canalizadores que até se dão ao luxo de dormir em pé mas não se esquecerem de acrescentar mais uns euros valentes ao orçamento inicial...

Beijos.

6/10/05 10:43  
Blogger legivel said...

Para sotavento:

A esperança é a última coisa a morrer; sermos tudo por vezes dá mau resultado. Sonhar, ainda?! não paga imposto...porque quem "decide" ainda não se se lembrou de "passar do sonho à realidade.

6/10/05 10:47  
Blogger legivel said...

Para jpd:

Analisas de tal modo o concerto que até dá ideia que estiveste lá.
Bem me queria parecer que és um melómano à séria...

Abraço.

6/10/05 10:52  
Blogger legivel said...

Para manuel:

"Nas margens da música alternativa" era o sub-título do concerto; que as letras garrafais em neon, indicavam FERNANDO CUNHA: da canalização à canção!.

Esse Benite (pelo que ouvi dizer) não tem nada a ver com música...

Abraços.

6/10/05 10:59  
Blogger legivel said...

Para salsolakali:

A quem o dizes! Acabou agora mesmo de tocar o meu* e vou ter de interromper as respostas aos vossos comments.

Beijos e uma óptima semana!

*A minha colega Elsa, fez-me sinal que foi ela que me passou a chamada e pela cara que fez, vai haver cégada! Só podia! Depois de um feriado...

6/10/05 11:06  
Blogger legivel said...

Para segurademim:

Então também andas no mundo da música?!
Essa produtora KERIKEKE & CIA. o qué que é?! ou melhor dizendo, dedica-se a que áreas? Ou serve apenas para dar música ap pagode?
Agradeço as tuas estrelas (só cinco?!)...e tem uma boa semana.

6/10/05 11:55  
Blogger legivel said...

Para algodão:

O homem estava a viver tão intensamente a canção que se lembrou lá do telemóvel...

6/10/05 11:58  
Blogger legivel said...

Para nia:

Estou a perceber que és um espirito prático, que resolves primeiro as inundações e depois é que tratas das coisas do espírito.
Não haverá por aí uma costela de José Sebastião de Carvalho & Melo?

6/10/05 12:04  
Blogger legivel said...

Para manhã:

Claro que sim! o jogo da sedução barata, ensaia-se ao espelho!...
...não têm conto, as vezes faço isso, enquanto desfaço a barba; ou no espelho do elevador ou... Chega! que por este andar, ficavas a saber mais que eu...

6/10/05 12:09  
Blogger legivel said...

Para batista filho:

Na realidade isto não era muito usual. Mas desde que meti nesta coisa do blog...Será que não tem cura?!

Abraço.

6/10/05 12:12  
Blogger segurademim said...

LEGIVEL,

Como é que adivinhaste?? claro que ando a dar música...

A produtora Kero Ir Kero Kero e companhia (KERIKEKE & Cª - designação comercial), dedica-se a animações diversificadas, conheço-a bem! é bem conceituada, no meio artístico, pelos ennnooormes xôs
que promove ...

Oh Homem, não queres estrelas, queres pagodes , tá certo!! prá próxima trago os olhos em bico...

6/10/05 14:12  
Blogger mood said...

hehehehehe...um momento delicioso de despersonalização.
Sabe tão bem fantasiar um papel diferente :)

bjokas

6/10/05 14:13  
Blogger legivel said...

Para segurademim:

O teu comment, se pretendeu ser de esclarecimento...ainda me deixou mais confundido.
xôs?! ou "chous"?!
Xiça! Tens olhos diferentes para ocasiões diversas?!

6/10/05 20:24  
Blogger legivel said...

Para mood:

O "papel de embrulho" está na linha de montagem, a pedido de varios amigos do peito...

Beijos.

6/10/05 20:27  
Blogger Joana said...

sem palavras... mestre!
touché!

7/10/05 15:33  
Blogger legivel said...

Para Joana:

Não percebo nadinha de esgrima...

9/10/05 23:39  

Post a Comment

<< Home