Friday, December 14, 2007

A PREOCUPAÇÃO...
















... sobre as coisas do social, não é comum apenas aos humanos em geral e aos portugueses em particular. Este animal, natural de uma aldeia lusitana do interior, é o exemplo dessa preocupação que o enrugado da testa não desmente. E se acrescentarmos que as orelhas murchas são sinal evidente de algum fatalismo, o retrato está tirado. Acompanhou o dono até ao litoral, tendo-lhe sido prometida uma vida de horizontes mais alargados em que a casota com ar condicionado, a comida com a marca de uma grande superfície, o emprego certo como cão-guia de um cego de largas posses e cadelas jovens disponíveis para a diversão nocturna -que um cão não é de pau, não seriam paraísos impossíveis Foi necessário algum tempo (demasiado tempo, que as expectativas de vida para um cão não são as mesmas que as dos humanos) para se aperceber que a distância entre o paraíso e o inferno se pode medir por um passo de formiga. Às promessas -que não passam disso mesmo, há muito que deixou de lhes dar crédito e não fosse o peso da idade concentrado nas patas, já as teria metido a caminho daquilo que ouve dizer, ser a europa da abastança. Preocupação acrescentada também, porque alguns que ainda ontem eram tão rafeiros como ele, e que hoje -não sabe bem como, foram promovidos a jovens-cães-iluminados, passam por ele cheios de boa-disposição e de outras coisas ainda mais apetecíveis, e em latidos despreocupados, lhe desejam um dois mil e oito pleno de alegrias. "Impostores", ladra entre os poucos dentes que lhe restam.
Nuremberga, 2007. Texto e foto de Alberto Oliveira.

65 Comments:

Blogger nana said...

mas ainda se "amolece" com as festas dos traunsentes, aposto, como bom português que ladra - numas vezes acusa, noutras se queixa..


mas não morde.

15/12/07 18:11  
Blogger Bichodeconta said...

IMPOSTORES!!!Acresceto eu.. Amigo de quatro patas, não és o ínico a quem prometeram e não deram.. Eu própria se tivesse força para tanto , já teria metido as patas ao caminho para bem longe daqui.. Um afago , e um aperto de pata...

15/12/07 18:55  
Blogger un dress said...

gosto de cães assim....a cara semelhante à dos donos!

mapeados e à espera de milagres.

a ver correr as águas e os sucessos dos outros de testa franzida. incredulidadades,,,!

que não dá para crer que andamos por aqui alguns anitos pra...isto!!...

mas o melhor é não pensar muito e distender a testa.

e apanhar um solito ou a lua!






.beijinhOs.pra.ele.

/nas.rugas! :)

15/12/07 19:24  
Blogger lélé said...

Conheço um tipo, que, se convivesse diariamente com este cão, talvez ficasse menos (en)fadado!... Mas enfim, é o que dá viver com o fado na alma!

15/12/07 23:47  
Blogger isabel mendes ferreira said...

Antes que seja tarde....




deixo o meu mais sincero abraço. de agradecimento.




por tudo.



______________________.

16/12/07 08:25  
Blogger lenor said...

Qualquer "não se sabe bem como" deixa qualquer um preocupado se ficar a pensar nisso.
Estava a ficar preocupada, pois não sabia bem como comentar, mas cá arranjei forma de deixar de pensar nisso.

16/12/07 13:36  
Blogger david santos said...

Passei para desejar-lhe um bom final de 2007 e um bom ano de 2008.

Aproveito para LHE pedir que participe na blogagem colectiva que se realiza amanhã, dia 17, em prol da menina Flávia

16/12/07 14:34  
Blogger foryou said...

Excelente metáfora. Muito bom este texto! Mesmo muito bom!

16/12/07 17:02  
Blogger Ruela said...

excelente preocupação ;))

16/12/07 17:54  
Blogger ~pi said...

eu acho-o....lindo!!

e só me apetece consolá-lo!

parece-me até mais incrédulo que pensativo:
uma incredulidade tipo...curiosidade infantil! :)

como que à espera de um brinquedo!!

16/12/07 18:35  
Blogger bettips said...

Bem me parecia que a tua "fantasia" no ar era como a minha! Mas em terra...tu apanhas o cerne das coisas impossíveis... Filosofia pura - e dura! Abraços

16/12/07 19:53  
Blogger Joana said...

Mais vale ser cão que se se sente (logo filho de boa gente) do que cão de loiça!
Que esses coitados só servem mesmo para enfeitar!
:)
Bjs

17/12/07 11:28  
Blogger Presença said...

Ao ler-te lembrei-me do grande que será da desertificação canina nas aldeias... que medidas a tomar???
O cão moderno que concentra nas grandes cidades e junto a uma grande superficie.

:)))

bjo carinhoso e boa semana

P.S.- Peixe fresco hoje ao almoço?!
;-)

17/12/07 13:20  
Blogger Azul said...

Costuma dizer-se que cão que ladra não morde, não é? Mas olhe que este seu canito tem dotes de perspicácia e sabedoria que nem lhe digo! lol Dizer que gostei do seu texto é desnecessário uma vez que, para além dos textos-de qualidade conhecida e re-conhecida, que muito gosto de ler - é também a amizade que me traz aqui, sempre!Obrigada pela visita querido amigo. Posso pedir-lhe, já agora que faça uma visita de exploração ao blog de um amigo recente, a quem eu acho que falta apenas o incentivo certo para nos fazer rir com ainda melhor qualidade? Deixo-lhe a morada. Um abraço para si. até breve. Azul

www.boodega.blogspot.com

17/12/07 14:28  
Blogger Rui said...

Rambo - assim se chama o protagonista deste comentário - estava entretido a carpir mágoas e a matar pulgas, debaixo de uma aluminica mesa de esplanada, quando lhe veio algo ao nariz. Tinha um travo a cebola esquecida. Era um bouquet de rosas apodrecidas.
Rambo deixou as pulgas - que se apressaram a saltar para a perna de um fotógrafo turista - e procurou a origem do mau cheiro. Fosse no campo, cinco segundos teriam bastado, mas ali, na cidade, o nariz falhava-lhe, desnorteado com tanto aroma - quase todos maus. Cheirou cera depiladora, after-shave, Chanel nº 2.5, Fructis anti-caspa, muito calor humano, Skip e, por fim, sulfato-peúga. Estava encontrada a origem do mal.
Rambo rosnou e mostrou os dentes, mas ninguém lhe ligou. Abatido, baixou as orelhas e saiu debaixo da mesa para respirar um pouco melhor. Não reparou na fotografia que lhe foi tirada, nem nas pulgas que voltaram para o seu pêlo sedoso.

17/12/07 17:31  
Blogger Gi said...

Impressionante como tu a brincar falas de coisas tão sérias

Também eu de vez em quando mostro um "focinho" (salvo seja) assim preocupado.
Também eu me apeteceu muitas vezes me apeteceu ir para outro deserto
Também me fartei de muitos impostores.

Mesmo assim ainda se pode considerar um felizardo. Na China era comido. Aqui acho que não posso dizer também eu. Soava mal ! :)

beijinhos

17/12/07 17:32  
Blogger Sofia said...

Tão fofo o cão. Tas a ver como mesmo com cara de preocupação nao deixa de ser tão lindo. Deve ser por isso que eu ando sempre com má cara!!!
;)

bjs

17/12/07 17:57  
Blogger Fortunata Godinho said...

Adoro Sharpeis... Aliás, a expressão das suas rugas, não são mais que o muito pano para mangas que têm por dar. Já nascem com as rugas todas, porque assim já sabem as preocupações que terão. Não chamaraia imposturice, mas antes deixar as expectativas bem em baixo - just in case...

17/12/07 19:06  
Blogger margarida já muito desfolhada said...

os outros só não parecem, mas continuam rafeiros.

18/12/07 01:56  
Blogger mixtu said...

a vida não está facil, nme para as ovelhas nem para os cães...
ele que volte para a Beira...

abrazo europeo

18/12/07 10:27  
Blogger un dress said...

vim fazer outra festinha

às rugas...:)

18/12/07 13:56  
Blogger un dress said...

...e quem não quer?






beijO*

18/12/07 14:35  
Blogger tb said...

ahahahahahahahah. Que saudades de vir por cá deliciar-me com o que é bom.
Eu que te hei-de desejar se não que esta tua linda inspiração se agarre a ti fortemente? :)))
Boas Festas!
Beijinhos

18/12/07 19:37  
Blogger Pepe Luigi said...

Belíssimo texto!
Passei também para desejar um Feliz Natal e um Bom Ano de 2008.

18/12/07 20:00  
Blogger batista said...

vez por outra venho espiar/respirar - e por quê não? - rir também - com tuas criações oportunas.

nesse findar de ano que Esperanças e Inspiração se renovem.

um abraço fraterno,

19/12/07 12:04  
Blogger pin gente said...

estou a poucos passos de formiga de me sentir como ele.

19/12/07 15:00  
Blogger anatema said...

Da mucho que pensar esta interesante reflexión. Mucho.

Te deseo unas FELICES FIESTAS NAVIDEÑAS y que el AÑO NUEVO sea para ti todo lo bueno y amable que desees.

Un abrazo.

19/12/07 23:21  
Blogger Sofia said...

Légivel,

Antes que deixe de ter tempo por causa desta coisa das festas, queria desejar-te um Feliz Natal. Cheio de Paz e de amor junto dos teus.
Antes do final do ano ainda nos falamos.
Cuidado com as "rabanadas"!!! ;) sabes o q é? eheheheh

bjs

20/12/07 12:23  
Blogger RC said...

Rugas de preocupação.

Xi.

20/12/07 14:00  
Blogger ~pi said...

terapia da dança...

já ouviste falar, cãozinho? :)

21/12/07 00:31  
Blogger Whisper said...

Felizmente, sem surpresas!

Gostei muito!

Aproveito para "ladrar" votos de um bom Natal e de um nunca pior 2008!

21/12/07 00:44  
Blogger alice said...

querido legível, apesar da minha ausência nesta casa de todas as fantasias, sabes que tenho carinho por ti e por isso não podia deixar de vir desejar-te um feliz natal. beijinhos também à menina do teu coração. tudo de bom!

21/12/07 11:02  
Blogger L.Reis said...

É por essas e por outras que eu nunca enrugo esta minha testinha..ah não...os canídeos hão-de passar por mim e eu enfrentá-los-ei de fronte lisa e sorriso sardónico...a desdenhar o seu ar ufano...e quando eu conseguir ser mais impostora que os impostores passarei de novo a acreditar em promessas, mas só nas minhas que as dos outros são apenas uivos esganiçados a uma lua de papel.
E por falar em papel...desejo-te um Natal embrulhado em coisas que engordem, em coisas que que façam rir, em coisas que deixem um rasto de memórias para afagar...em coisas que...apenas!

21/12/07 19:58  
Blogger Maite said...

Caro Legível

Com tantas rugas e tão poucos dentes é natural que seja muito infeliz a pobre criatura. Toca a fazer uma plástica no próximo ano (física e também social) :)

Um Feliz Natal e um excelente 2008para si

23/12/07 17:58  
Blogger PiresF said...

História Antiga

Era uma vez, lá na Judeia, um rei.
Feio bicho, de resto:
Uma cara de burro sem cabresto
E duas grandes tranças.
A gente olhava, reparava e via
Que naquela figura não havia
Olhos de quem gosta de crianças.

E, na verdade, assim acontecia.
Porque um dia,
O malvado,
Só por ter o poder de quem é rei
Por não ter coração,
Sem mais nem menos,
Mandou matar quantos eram pequenos
Nas cidades e aldeias da nação.

Mas, por acaso ou milagre, aconteceu
Que, num burrinho pela areia fora,
Fugiu
Daquelas mãos de sangue um pequenito
Que o vivo sol da vida acarinhou;
E bastou
Esse palmo de sonho
Para encher este mundo de alegria;
Para crescer, ser Deus;
E meter no inferno o tal das tranças,
Só porque ele não gostava de crianças.

Miguel Torga


Um Excelente Natal para ti e toda a família.

23/12/07 19:26  
Blogger Presença said...

Deixo-te os votos de um

Bom Natal e um Feliz Ano Novo

bjo doce

24/12/07 03:22  
Blogger hora tardia said...

Errata Urgente!



:



eu eu é que AGRADEÇO!!!!!!





sensibilizada.



tudo de bom para si e para a Segura....beijooooooooooooos.

24/12/07 12:31  
Blogger Ruela said...

Bom Natal e Feliz Ano Novo.
um abraço.

24/12/07 13:37  
Blogger ~pi said...

era natal


ou havia um natal a chegar







e as pessoas diziam todas: bom natal! bom natal!


por isso inclinei-me um pouco sobre este assunto


de criança e estrelas!! :)

24/12/07 13:57  
Blogger Ida said...

Será que eu passei por aqui tão distraída da primeira vez que não vi o detalhe dos desejos de "feliz 2008"???

Olha, caríssimo escrivão, tens uma capacidade para colocar texto na boca dos cães e falar por eles como se fosse por nós, ou por outros que por aí andam, que eu só posso dizer que adoraria ser a feliz proprietária de um desses que tão bem descreves, se bem que o meu objeto de desejo canino seja e será sempre um labrador cor de mel, desastrado e amoroso, só não sei se terá neurônios para tanta filosofia.

Beijos de uma criatura agradecida pq a tal noite feliz já se foi na paz do senhor, os reis não vieram, mas Herodes também não, acho q estamos no lucro!!!

25/12/07 19:33  
Blogger mcorreia said...

oi amigão! e logo calhou ( ou talvez não!) haver por aqui um "fala de animais" pois que se coaduna com esta alegria que venho partilhar: o Porquinho da Índia...reapareceu!!! beijes

25/12/07 20:45  
Blogger legivel said...

para mcorreia:


Quem é esse de porquinho? Eu devia conhecer?
Amigona, folgo em sabê-la feliz! Que 2008 lhe traga tudo o que mais deseja que à sua saude vou beber uma cerveja.

25/12/07 21:13  
Blogger Azul said...

Caro amigo legível, não poderia deixar passar esta quadra sem lhe vir desejar festas felizes e um ano de 2008 cheio de coisas boas e inspiração para nos continuar a brindar com textos tão interessantes sobre o quotidiano de todos nós. Um grande abraço para si. Até breve. Azul

26/12/07 16:41  
Blogger Maria Liberdade said...

Se não houver dentes, uma patada tb dá...

26/12/07 17:31  
Blogger luci said...

beber






à possibilidade desse canto maravilhoso

que

todos os dias

revela

as nossas mãos

27/12/07 17:21  
Blogger mixtu said...

mas esse gajo ainda está preocupado e não veio para a serra?
yayya

grande 2009 para ti

abrazo europeo

28/12/07 13:27  
Blogger bettips said...

(boa maneira de olhar, desconfiadamente, o ano novo).
Abraços e espaços, muitos e largos, vos (de)voto.

29/12/07 00:21  
Blogger Blueshell said...

Gostei de ler.

Que os nossos sonhos possam vir a concretizar-se neste ano de 2008.

Beijossss
BShell

29/12/07 11:01  
Blogger passarola said...

eu também tinha tendência a criar assim umas linhas preocupantes na testa... até que descobri o milagre dos cremes anti rugas... ehehehhe!! será que já os inventaram para raças de cães mais conscientes dos problemas do mundo? ;)

29/12/07 19:31  
Blogger Vanda Baltazar said...

Fiquei bem na foto, sim senhor :)


Para ti, um beijo de Bom Ano Novo com poucas rosnadelas e muitas festinhas e biscoitos ;)

30/12/07 17:50  
Blogger Rui said...

Aquele abraço (a dobrar) para 2008.

(lá ficou o catálogo sem a assinatura...)

30/12/07 18:25  
Blogger Gi said...

Para quando voltares me leres

Foi um prazer "conhecer-te" a ti, à tua escrita , à tua pintura. Desejo-te tudo de bom, como se de um amigo de há muito tempo se tratasse. Os votos são extensíveis a todos aqueles a quem queres bem.

FELIZ ANO NOVO

Um beijo

Gi

31/12/07 09:13  
Blogger mixtu said...

e que 200(9) seja o ano ...

31/12/07 10:40  
Blogger João Mãos de Tesoura said...

O meu cão vem aqui ladrar um pouco, dizer que por ter nascido no Porto e longe da cidade natal não se chama Pião, Cão Pião! :D

Um 2008 melhor que 2007 e assim sucessivamente!

Abraços

31/12/07 16:24  
Blogger Maria P. said...

Feliz 2008!

Beijinhos de Maio todo o ano*
e rimas...:)

31/12/07 19:05  
Blogger tufa tau said...

as suas rugas devem querer dizer algo!

abraço

1/1/08 18:18  
Blogger manhã said...

bem o cão parece-se mesmo com o povo luso, a mesma subtil ensimesmação, o mesmo carácter activo e combativo, já não vai em cantigas, e faz bem...Bjos BOM ANO!

2/1/08 14:20  
Blogger della-porther said...

Vim deixar meu desejo de um Ano Novo cheio de saúde, esperança, amor e sonhos realizados.

um beijo carinhoso
Della

2/1/08 18:13  
Blogger L.Reis said...

Eu venho aqui deixar um desejo egoísta: que em 2008 o "Papel de Fantasia" continue a invadir o meu prosaico quotidiano com fantásticos absurdos!!
(Está bem, está bem...pronto...eu também desejo qualquer coisinha para ti: que em 2008 possas ter muita saúde na ponta dos dedos e muito tempo e força anímica, para continuares a invadir o meu prosaico quotidiano, com fantásticos absurdos!!...satisfeito???!!!)

2/1/08 21:21  
Blogger Maria Liberdade said...

Bom Ano!!!

3/1/08 17:13  
Blogger Mary Quant said...

opá...então não é que gostei do teu post!...sabes...tenho o problema de ter mau feitio, e costumo utilizar os blogs como uma espécie de terapia comportamental...pronto, basicamente, digo mal de quase tudo...mas este post...tá difícil, hã...vá, dá-me uma razão para dizer mal de ti...um tropeção, um defeitozinho...de outra forma, não poderei regressar...seria uma pena...
GRRRRRRR....

5/1/08 00:12  
Blogger Licínia Quitério said...

Ena! 61 e uma preocupações. E com a minha 62!

Que isto anda mesmo para ficarmos preocupados é mais que óbvio. O teu cão que o diga.

Que 2008 te traga aquelas coisas boas que mereces. E que a fantasia do papel nunca te (nos) abandone.

Beijinho.

5/1/08 13:11  
Blogger mixtu said...

bem...

6/1/08 00:48  
Blogger luci said...

lá porque te retiraste do mundo...

bem podes dar notícias!!


e já agora uma nova foto.

se calhar já

sumiram...a preocupação...

as rugas...:)

6/1/08 13:36  
Blogger ~pi said...

eu quero

ser inventada

como

chama

linha

corpo d´ água

que não sabe

onde

c

a

i

a

.


.


.

6/1/08 14:04  

Post a Comment

<< Home