Sunday, June 19, 2011

A DUAS RODAS

Agradeço a gentileza da Isabel P. Duarte (trato-a assim acedendo ao seu pedido de semi-anonimato?!) que descobriu a motorizada, referida no texto anterior a este. Não perdeu tempo esta minha estimada amiga residente em Peniche que, por e-mail,se apressou a enviar-me a foto que reproduzo e informando-me que tem em seu poder TODOS os elementos do condutor do veículo, incluindo as suas predilecções sexuais.Termina, assegurando-me (e neste ponto não me pediu confidencialidade) que fará todos os possíveis para me fazer felizapesar de todas as minhas infelicidades...

2011. Texto e foto de Alberto Oliveira.

6 Comments:

Blogger Rui said...

lá vai ele, na sua pose profunda
para acelerar não necessita pretexto
porque no fantasias qualquer rotunda
dá sempre para um grande texto

20/6/11 14:57  
Blogger legivel said...

O meu acessor de mensagens codificadas viu-se grego para atingir a coisa. Mas acho que chegou lá; caso contrário, rua com ele!

Thanks.

20/6/11 15:04  
Blogger ss said...

grande não será
pois têm apenas 9 linhas
mas sei que terá sempre muitas 'falinhas'!

20/6/11 15:14  
Blogger legivel said...

Contar as linhas é estucha*
a um texto alinhavado
lá vou meter uma bucha
nas manobras do Chiado.



* ou estuxa?

20/6/11 15:22  
Blogger Justine said...

Dá-me ideia que tenho andado um pouco distraída: então não é que só hoje reparo que voltaste a permitir o diálogo com os teus textos sempre estimulantes.
Pois o diálogo está aberto e voltarei, depois de resolveres essa história com a moto...:)))))

20/6/11 18:02  
Blogger Lélé said...

Não sei porque é que hão-de apressar tanto o rapaz, que ele tenha de deixar a vespa à porta e viajar encafuado numa caixa de ferro topo de gama! Davam-lhe uma boa kawasaki, um bom capacete e era vê-lo a voar por entre o trânsito com o único objectivo de fazer felizes os todinfelizes... até parece que tou a ver o super homem social... quê? Ah e tal...

23/6/11 00:14  

Post a Comment

<< Home